I'm Thinking of Ending Things

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
I'm Thinking of Ending Things
Cartaz do filme.
No Brasil Estou Pensando em Acabar com Tudo
Em Portugal Tudo Acaba Agora
 Estados Unidos
2020 •  cor •  134 min 
Direção Charlie Kaufman
Produção
  • Anthony Bregman
  • Charlie Kaufman
  • Robert Salerno
  • Stephanie Azpiazu
Roteiro Charlie Kaufman
Baseado em I'm Thinking of Ending Things, de Iain Reid
Elenco
Gênero suspense
Música Jay Wadley
Cinematografia Łukasz Żal
Edição Robert Frazen
Companhia(s) produtora(s)
  • Likely Story
  • Projective Testing Service
Distribuição Netflix
Lançamento
  • Estados Unidos 28 de agosto de 2020
  • Mundial 4 de setembro de 2020
Idioma inglês

I'm Thinking of Ending Things (bra: Estou Pensando em Acabar com Tudo[1]; prt: Tudo Acaba Agora[2][3]) é um filme estadunidense de suspense psicológico surrealista de 2020 escrito, dirigido e produzido por Charlie Kaufman, baseado no romance homônimo de 2016 de Iain Reid.[4] O filme é estrelado por Jessie Buckley, Jesse Plemons, Toni Collette e David Thewlis.

Foi lançado ocasionalmente em alguns cinemas em 28 de agosto, e lançado na Netflix em 4 de setembro de 2020. Recebeu críticas positivas da crítica, que elogiou as duas atuações principais e a cinematografia.[5][6]

Premissa[editar | editar código-fonte]

Lucy (Jessie Buckley) embarca numa viagem para conhecer os pais do seu namorado Jake (Jesse Plemons), ao mesmo tempo que pensa em como romper seu relacionamento com o rapaz. Chegando no local, ela começa a notar comportamentos estranhos nos familiares de seu namorado

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jesse Plemons como Jake[7]
    • Ryan Laughtner Steele como Jake dançando
  • Jessie Buckley como jovem mulher,[7] referida por vários nomes ao longo do filme, incluindo Lucy, Louisa, Lucia e Ames.
    • Unity Phelan como jovem mulher dançando
  • Toni Collette como Suzie[7]
  • David Thewlis como Dean[7]
  • Guy Boyd como zelador[8]
    • Frederick E. Wodin como zelador dançando
  • Colby Minifie como Yvonne
  • Jason Ralph como namorado de Yvonne
  • Teddy Coluca como cliente do restaurante
  • Anthony Grasso como gerente do restaurante
  • Ashlyn Alessi, Abby Quinn, Gus Birney, e Hadley Robinson como funcionários da Tulsey Town
  • Oliver Platt como a voz[9]

Produção[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado em janeiro de 2018 que Charlie Kaufman estava adaptando o romance de Iain Reid para a Netflix, bem como dirigindo.[10] Em dezembro, Brie Larson e Jesse Plemons foram escalados para o filme.[11][12] Em março de 2019, Jessie Buckley, Toni Collette e David Thewlis se juntaram ao elenco, com Buckley substituindo Larson.[13]

As filmagens começaram em 13 de março de 2019 em Fishkill, Nova York,[14] e foram concluídas em 29 de abril de 2019. Em 7 de novembro de 2019, o filme estava em pós-produção.[15][16]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme teve lançamento limitado em alguns cinemas dos Estados Unidos em 28 de agosto de 2020.[17] Sua estreia internacional ocorreu atráves da Netflix em 4 de setembro.[18]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

O agregador de resenhas Rotten Tomatoes relata que 82% das 257 resenhas críticas são positivas, com uma classificação média de 7,6/10. O consenso crítico do site diz: "Ajudado por performances estelares de Jessie Buckley e Jesse Plemons, I'm Thinking of Ending Things encontra o diretor e escritor Charlie Kaufman lutando com a condição humana como só ele pode".[6] No Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 78 de 100, com base em 32 críticas, indicando "críticas geralmente favoráveis".[19]

Karen Han, da Polygon, escreveu: "A falta de respostas e estrutura claras pode ser frustrante, mas a forma estranha como a história é contada aumenta o quão real são as trocas entre os personagens. A frustração que Lucy sente por Jake, que Jake sente por sua mãe, que seus pais sentem um pelo outro, são desconfortavelmente tangíveis, especialmente à medida que as tensões aumentam. A duração do filme de 134 minutos é muito tempo para se sentar com esse sentimento, mas a grande divergência de Kaufman em relação ao romance que ele está adaptando é emprestar seu final a nota mais flutuante."[20] Em sua crítica, Brian Tallerico da RogerEbert.com deu ao filme 31⁄2 de 4 estrelas, chamando-o de "um filme que é inegavelmente complexo em termos de simbolismo e um ato final mais surreal do que a maioria as pessoas estarão esperando". Ele também elogiou a cinematografia, dizendo que a atmosfera do filme é "amplificada por uma relação de aspecto de 4:3, cortesia de Łukasz Żal (Zimna wojna), que força o espectador a prestar mais atenção ao que está no quadro."[21] Wendy Ide do The Observer escreveu: "Este não é o cinema que deixa você se sentindo bem em relação às coisas. Nem segue um caminho familiar. Mas I'm Thinking of Ending Things é um dos filmes mais ousadamente inesperados do ano, um terror psicológico vigoroso e perturbador, saturado com uma lógica de sonho contorcendo que tomba para o domínio dos pesadelos."[22]

Em uma crítica mais mista, Adam Graham do The Detroit News deu ao filme um C, chamando as performances de Plemons e Buckley de excelentes, mas lamentando o enredo, escrevendo: "I'm Thinking of Ending Things é um enigma insolúvel onde a única resposta é a desesperança da humanidade, e já percorremos esse caminho antes."[23] Para a TIME, Stephanie Zacharek escreveu: "Para cada momento de percepção crua e afetiva, há zilhões de milissegundos de Kaufman provando que espertinho torturado ele é. I'm Thinking of Ending Things deve ter sido árduo de fazer, e é terrivelmente tedioso de assistir."[24]

Referências

  1. AdoroCinema, Estou Pensando em Acabar com Tudo, consultado em 31 de janeiro de 2021 
  2. «Tudo Acaba Agora é um dos filmes do ano, diz o crítico». www.sabado.pt. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  3. «Tudo Acaba Agora (2020)». Flixboss. Consultado em 31 de janeiro de 2021 
  4. I'm Thinking Of Ending Things Review: A unique and surreal Kaufman-esque experience, consultado em 8 de junho de 2021 
  5. Scott, A. O. (1 de setembro de 2020). «'I'm Thinking of Ending Things' Review: Where to Begin?». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 8 de junho de 2021 
  6. a b «I'm Thinking of Ending Things (2020)». Rotten Tomatoes. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  7. a b c d O'Neill, Mae Harrington (11 de agosto de 2020). «I'm Thinking of Ending Things release date, cast, synopsis, trailer and more». Netflix Life. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  8. «I'm Thinking of Ending Things review – another superb nightmare courtesy of Charlie Kaufman». The Guardian. 27 de agosto de 2020. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  9. Rooney, David. «I'm Thinking of Ending Things: Film review». The Hollywood Reporter. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  10. «Charlie Kaufman adapting novel by Canadian author Iain Reid for Netflix». nationalpost (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  11. Jr, Mike Fleming (4 de dezembro de 2018). «Brie Larson To Star In Charlie Kaufman's Netflix Movie 'I'm Thinking Of Ending Things'». Deadline (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  12. Kroll, Justin (5 de dezembro de 2018). «Jesse Plemons in Talks to Star in Charlie Kaufman's 'I'm Thinking of Ending Things' (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  13. Kroll, Justin (26 de março de 2019). «Toni Collette, Jessie Buckley and David Thewlis Join Charlie Kaufman's Netflix Movie (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  14. Howland, Jack. «Charlie Kaufman movie for Netflix filming in Fishkill, Hudson Valley». Poughkeepsie Journal (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  15. «Netflix Movie 'I'm Thinking of Ending Things': Release Date, Cast, Plot & More». What's on Netflix (em inglês). 7 de novembro de 2019. Consultado em 8 de junho de 2021 
  16. Lattanzio, Ryan (7 de novembro de 2019). «Charlie Kaufman's Brain-Bending New Movie Made for a 'Delirious' Shoot, Says Jesse Plemons». IndieWire (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  17. Ehrlich, David (27 de agosto de 2020). «'I'm Thinking of Ending Things' Review: Kaufman's Brilliant Existential Netflix Drama Defies Every Convention». IndieWire (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  18. «An exclusive first look at Charlie Kaufman's wild Netflix film 'I'm Thinking of Ending Things'». EW.com (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  19. «I'm Thinking of Ending Things Reviews». Metacritic. Consultado em 4 de setembro de 2020 
  20. Han, Karen (4 de setembro de 2020). «Charlie Kaufman's I'm Thinking of Ending Things uses surrealism to feel painfully real». Polygon (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  21. Tallerico, Brian. «I'm Thinking of Ending Things movie review (2020) | Roger Ebert». https://www.rogerebert.com/ (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  22. «I'm Thinking of Ending Things review – one of the most daringly unexpected films of the year». the Guardian (em inglês). 5 de setembro de 2020. Consultado em 8 de junho de 2021 
  23. Graham, Adam. «Review: 'I'm Thinking of Ending Things' a hopeless glimpse into the void». The Detroit News (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 
  24. «'I'm Thinking of Ending Things' May Be Based on a Novel, But It's All About Charlie Kaufman». Time (em inglês). Consultado em 8 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]