IAI Kfir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kfir
Caça
IAI Kfir adversário, marinha americana
Descrição
Tipo / Missão Caça-bombardeiro
País de origem  Israel
Fabricante Israel Aerospace Industries
Quantidade produzida +220
Custo unitário US$4.5 milhões
Desenvolvido de IAI Nesher Dassault Mirage 5
Primeiro voo em 1973
Introduzido em 1976
Variantes IAI Nammer

O IAI Kfir (leãozinho em hebraico) é um caça israelense de ataque ao solo, usado pela Força Aérea Israelense nas décadas de 70 e 80.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Vista frontal do FAE Kfir CE, mostrado aqui com um Python 3 sob a asa esquerda, e um Python 4 sob a asa direita. Note-se também a sonda de reabastecimento e o característico nariz mais longo dessa variante.
Três ângulos do IAI Kfir.

Em 1967, logo após a guerra dos seis dias, Israel enfrentou um embargo de vendas de armas imposto pela França, sua tradicional fornecedora. Essa foi a origem de um programa para copiar e melhorar o Mirage.

O Kfir resultou da adaptação do motor J79 na célula do Mirage 5. Apesar de mais potente, a adaptação de uma turbina de peso e dimensões diferentes causaram a alteração do centro de gravidade da aeronave e das características de voo.

O voo inaugural ocorreu no dia 19 de outubro de 1970 e, pouco depois, foi produzido o Kfir C1, dotado de pequenas aletas dianteiras. O C2 que se seguiu tinha canards maiores e asas com dentes no bordo de ataque, para melhorar sua manobrabilidade. Versões de dois lugares foram produzidas com o nariz rebaixado, para melhorar a visibilidade. Os primeiros Kfir entraram em ação na guerra do Yom Kippur. A maioria dos C2 e TC2 israelenses foi adaptada para o padrão C7/TC7, com maior número de encaixes para armas e aviônicos mais modernos. Esses lutaram em 1982, sobre o vale de Bekaa.

Um grande número permanece em serviço, embora outros tenham sido relegados à reserva. Aviões Kfir foram vendidos à Colômbia, Equador, Sri Lanka, enquanto a US Navy e os fuzileiros americanos alugaram lotes de Kfir C1 (por eles rebatizados como F-21A) para atuarem como aviões inimigos nos programas de treinamento dos seus pilotos.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Usuários do IAI Kfir.
Possíveis compradores que acabaram não adquirindo o IAI Kfir.

Dimensões[editar | editar código-fonte]

Pesos[editar | editar código-fonte]

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Motores[editar | editar código-fonte]

Armamento[editar | editar código-fonte]

  • Canhão: 2x DEFA 30mm, com 140 tiros cada
  • Foguetes: 19x SNEB 68mm ar-terra não guiados
  • Mísseis: 2x AIM-9 Sidewinder ou Shafrirou Python-series AAMs, 2× Shrike ARMs ou 2× AGM-65 Maverick
  • Bombas: 5,775 kg em bombas variadas guiadas a laser ou GPS
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.