INFP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Psicologia.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde setembro de 2010.

INFP é um tipo de personalidade, baseada na classificação tipológica de Myers Briggs, proposta por Jung, que combina os seguintes traços (por ordem de distanciamento da sombra): introversão (Introversion), intuição (INtuition), emoção (Feeling) e percepção (Perception).

Características de INFPs[editar | editar código-fonte]

As personalidades INFP são verdadeiros idealistas, sempre procurando o bem, mesmo nas piores pessoas e eventos, encontrando caminhos para tornar tudo melhor. Enquanto eles podem ser vistos como calmos, reservados, ou até mesmo tímidos, os INFPs tem uma paixão e um fogo que podem realmente brilhar. Somando cerca de 4% da população, o risco de se sentir incompreendido é infelizmente, muito alto para esse tipo de personalidade – mas quando eles encontram pessoas parecidas, a harmonia que sentem será uma fonte de alegrias e inspiração.


Sendo uma parte do grupo de personalidade Diplomata (NF), os INFPs são guiados por seu princípio, ao invés da lógica (Analistas), animação (Exploradores), ou praticidade (Sentinelas). Quando decidindo como seguir em frente, eles irão olhar para a honra, beleza, moralidade e virtude – os INFPs são guiados pela pureza de suas intenções, não por gratificações e punições. As pessoas que compartilham esse tipo de personalidade sentem orgulho dessa qualidade, justamente, mas nem todo mundo entende o motivo por trás desses sentimentos, e isso pode levar ao isolamento.


“Nem tudo que é ouro brilha; nem todos que vagam estão perdidos; o antigo que é forte não desaparece; raízes profundas não são alcançadas pela geada.”

- J. R. R. Tolkien

NÓS SABEMOS QUEM SOMOS, MAS NÃO SABEMOS O QUE PODEMOS SER


No mínimo, essas qualidades permitem que os INFPs comuniquem-se profundamente com os outros, falando com facilidade em metáforas e parábolas, e entendendo e criando símbolos para compartilhar suas ideias. A força dessa comunicação intuitiva é útil para trabalhos criativos, e não é surpresa que muitos dos INFPs famosos são poetas, atores e escritores. Entender a si mesmo e seu lugar no mundo é importante para um INFP, e ele explora essas ideias projetando ele mesmo no seu trabalho.


Os INFPs tem um talento para a auto expressão, revelando sua beleza e seus segredos através de metáforas e personagens fictícios.

A habilidade do INFP com a linguagem não para com seu idioma nativo – como muitas pessoas que possuem o tipo de personalidade Diplomata, eles são considerados como talentosos quando se trata de aprender um segundo idioma (ou terceiro!). O dom da comunicação também é útil para o desejo que ele sente de ter harmonia, um assunto recorrente com Diplomatas, e os ajuda eles a seguir em frente e descobrir a sua vocação.


OUÇA MUITAS PESSOAS, MAS FALE COM POUCAS


Ao contrário de seus primos Extrovertidos, os INFPs focarão sua atenção em apenas algumas pessoas, uma única causa que vale a pena – se dividir-se muito, ficarão sem energia, e se tornar abatido e sobrecarregado com tudo de errado no mundo que eles não podem consertar. Isso é uma triste visão para os seus amigos, que dependerão de suas perspectivas promissoras.


Se não forem cuidados, os INFPs podem se perder na busca do bem e negligenciar a rotina que a vida demanda. Os INFPs muitas vezes se perdem em pensamentos, gostando de contemplar o hipotético e o filosófico mais do que qualquer outro tipo de personalidade. Deixados descontrolados, podem começar a perder o contato, retirando-se como eremitas, e custando muita energia de seus amigos e parceiros para trazê-los de volta para o mundo real.


Felizmente, como flores na primavera, a afeição, criatividade, altruísmo e idealismo do INFP sempre retornará, gratificando eles e aqueles que amam, talvez não com lógica e utilidade, mas com uma visão do mundo que inspira compaixão, bondade e beleza onde forem.


INFPs Famosos:


William Shakespeare J.R.R. Tolkien Björk Johnny Depp Julia Roberts Lisa Kudrow Tom Hiddleston Homero Virgilio

INFPs Ficcínais:


“Frodo Baggins” de Senhor dos Anéis “Anne de Green Gables” “Fox Mulder” de Arquivo X “Deanna Troi” de Star Trek “Wesley Crusher” de Star Trek

Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.