iPadOS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

iPadOS
Versão do sistema operativo tipo Unix, baseado em Darwin (BSD), macOS e iOS
Logótipo
Linguagem C, C++, Objective-C, Swift
Lançamento 24 de Setembro de 2019
Versão estável iPadOS 13.1.2
Versão em teste iPadOS 13.2
Interface Cocoa Touch (multi-toque, GUI)
Página oficial www.apple.com/ipados/

iPadOS (baseado no iOS) é um sistema operacional móvel criado e desenvolvido pela Apple Inc. para iPads. Anunciado na Apple Worldwide Developers Conference da Apple (WWDC), o iPadOS é um rebranding do iOS para diferenciar ainda mais os recursos entre o iPhone e o iPad.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Quando o iPad foi anunciado, ele inicialmente executava uma versão do iOS, então conhecida como iPhone OS. À medida que a plataforma evoluiu, o iPad recebeu vários recursos de diferenciação que não estão disponíveis em iPhones, como o uso do espaço de trabalho disponível para executar vários aplicativos simultaneamente, drag-and-drop em todo o sistema e suporte para o Apple Pencil.[1] Durante a WWDC 2019, a Apple anunciou o iPadOS 13 juntamente com o iOS 13, um rebranding da plataforma para atender especificamente ao iPad.

Recursos[editar | editar código-fonte]

O iPadOS apresentou um novo layout de tela inicial e a capacidade de um iPad funcionar como um segundo monitor para macOS, chamado de Sidecar. Além disso, o navegador Safari carregará páginas completas da internet, perdendo as limitações de páginas para dispositivos móveis.[2]

Dispositivos suportados[editar | editar código-fonte]

O iPadOS suporta iPads com um chip Apple A8 / A8X ou posterior. O software termina com o suporte para dispositivos com 1 GB de RAM, incluindo o iPad Air, iPad Mini 2 e iPad Mini 3. Dispositivos suportados pelo iPadOS incluem:[3]

Referências

  1. a b «Apple unveils iPadOS, adding features specifically to iPad». AppleInsider (em inglês) 
  2. «iOS 13 no iPad: Apple anuncia sistema iPadOS para tablets». TechTudo. Consultado em 8 de junho de 2019 
  3. Marques, Eduardo (3 de junho de 2019). «Saiba que dispositivos serão compatíveis com o iOS 13, o iPadOS, o macOS Catalina, o watchOS 6 e o tvOS 13». MacMagazine.com.br. Consultado em 8 de junho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]