Ibanco da Bulgária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ibanco da Bulgária
Nascimento Século XII
Morte Século XIII
Cônjuge Teodora Angelina Comnena
Ocupação militar

Ibanco da Bulgária (em latim: Ibancus; em búlgaro: Иванко) foi o assassino de João Asen I, o czar do renascente Império Búlgaro em 1196. O crime aconteceu quando Asen, num acesso de fúria, convocou Ibanco para discipliná-lo por ter mantido relações amorosas com a irmã de sua esposa.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1197, Ibanco, que um valáquio de acordo com a terminologia proposta por Nicetas Coniates, se casou com Teodora Angelina, a filha de Ana Angelina e do sebastocrator Isaac Comneno, que havia morrido preso na Bulgária alguns meses antes.

Ibanco, que adotou o nome grego de "Aleixo", serviu primeiro ao pai de seu sogro, o imperador bizantino Aleixo III Ângelo, mas depois se voltou contra ele, capturando o general Manuel Camitzes em 1198. Manuel foi resgatado por seu genro e rival de Ibanco, Dobromir Chrysos.

Os genros do imperador, Aleixo Paleólogo e Teodoro Láscaris, marcharam contra Ibanco em 1200 e ele foi capturado quando Aleixo prometeu-lhe mantê-lo a salvo num concílio de paz e depois o prendeu.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • O city of Byzantium: annals of Niketas Choniates tr. Harry J. Magoulias (Detroit: Wayne State University Press, 1984) pp. 257–259, 281-285.
  • Robert Lee Wolff, "The `Second Bulgarian Empire'. Its Origin and History to 1204". Speculum, Vol. 24, No. 2 (Apr., 1949), pp. 167–206. Published by: Medieval Academy of America