Iberê Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros resultados, veja Iberê.
Iberê Ferreira
Foto:Domingos Tadeu/PR
55.º Governador do  Rio Grande do Norte
Período 31 de março de 2010
31 de dezembro de 2010
Antecessor(a) Wilma de Faria
Sucessor(a) Rosalba Ciarlini
13.º Vice-governador do  Rio Grande do Norte
Período 1º de janeiro de 2007
até 30 de março de 2010
Antecessor(a) Antonio Jácome de Lima Junior
Sucessor(a) Robinson Faria
Secretário Estadual de Agricultura do  Rio Grande do Norte
Período 1º de Janeiro de 2003
até 31 de Março de 2006
Deputado federal do  Rio Grande do Norte
Período 1º de fevereiro de 1987
até 31 de dezembro de 2006
(5 mandatos consecutivos)
Deputado estadual do  Rio Grande do Norte
Período 1971 a 1979
(2 mandatos consecutivos)
Vida
Nascimento 27 de fevereiro de 1944
Natal, RN
Morte 13 de setembro de 2014 (70 anos)
São Paulo, SP
Dados pessoais
Cônjuge Celina Maia Ferreira de Souza
Partido PSB
Profissão Empresário

Iberê Paiva Ferreira de Souza (Natal, 27 de fevereiro de 1944São Paulo, 13 de setembro de 2014)[1][2] foi um empresário e político brasileiro, tendo sido governador do Rio Grande do Norte de abril a dezembro de 2010.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Filho de Odorico Ferreira de Souza e Hermengarda O'Grady de Paiva Ferreira de Souza. Advogado com Bacharelado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte com especialização em advocacia empresarial pela Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro. Foi adjunto da promotoria pública em Santa Cruz (1963-1967) filiando-se ao MDB em 1969 elegendo-se deputado estadual em 1970 e 1974 chegando a líder da bancada e integrou o diretório regional. Deixou o partido para integrar a equipe do governador Lavoisier Maia (1979-1983) a quem serviu como chefe da Casa Civil e Secretário de Governo. Nesse ínterim ingressou no PDS e em 1982 foi eleito suplente de deputado federal sendo efetivado posteriormente.[3] No governo José Agripino Maia (1983-1986) foi superintendente regional da Legião Brasileira de Assistência e retornou à Secretaria de Governo. Filiou-se ao PFL e foi reeleito deputado federal pelo partido em 1986, 1990 e 1994.

Mudou sua legenda partidária ao migrar para o PPB ao aceitar o convite do governador Garibaldi Alves Filho para ocupar a Secretaria do Trabalho e Ação Social em 1997, cargo ao qual renunciou para disputar e conseguir um novo mandato de deputado federal em 1998, conquistando um novo mandato pelo PTB em 2002. No primeiro governo Wilma de Faria foi Secretário de Agricultura. Em 2006 foi eleito vice-governador do estado pelo PSB. Em 2010 assumiu o comando do governo do estado em 31 de março de 2010 mediante a renúncia de Wilma de Faria para disputar o pleito de 2010.[4] Iberê Ferreira disputou a reeleição para o cargo, mas perdeu a eleição.[5]

Iberê morreu em 13 de setembro de 2014, em decorrência de complicações de um câncer contra o qual vinha lutando desde 2010, ano em que assumiu o Governo do Estado.[1][2]

Referências

  1. a b Diógenes Dantas (13 de setembro de 2014). «Iberê Ferreira de Souza morre aos 70 anos». No Minuto. Consultado em 13 de setembro de 2014 
  2. a b Daísa Alves (13 de setembro de 2014). «Ex-governador Iberê Ferreira morre aos 70 anos em São Paulo». Tribuna do Norte. Consultado em 13 de setembro de 2014 
  3. A página oficial da Câmara dos Deputados informa que ele foi efetivado em 7 de abril de 1986, mas não informa quem foi seu antecessor.
  4. «Wilma comunica renúncia e Iberê assumirá governo». Tribunadonorte.com.br 
  5. «Rosalba Ciarlini é eleita governadora do RN». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Wilma de Faria
Governador do Rio Grande do Norte
20102011
Sucedido por
Rosalba Ciarlini


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.