Ibi-Sim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ibi-Sim
Rei de Ur
Rei da Suméria e Acádia
Rei dos Quatro Cantos do Mundo
Ibi-Sim entronado.
Reinado 2 028 a.C. - 2 004 a.C.
Consorte Gueme-Enlila
Antecessor(a) Su-Sim
Sucessor(a) Quindatu de Elão
Isbi-Erra de Isim
Descendência
Tuquinatitimigrisza
Pai Sulgi
Mãe Abisinti

Ibi-Sim (em sumério: 𒀭𒉈𒀭𒂗𒍪; romaniz.: Di-bi2-DSin) foi o quinto e último rei da Terceira Dinastia de Ur durante o chamado Renascimento Sumério, reinou no período que se estendeu entre 2 028 a.C. e 2 004 a.C.[1][2]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Nome de Ibi-Sim em acádio.

Ibi-Sim foi antecedido no trono por Su-Sim. Durante seu reinado, o império sumério foi atacado repetidamente pelos amoritas. Como a liderança de Ibi-Sim estava abalada, os elamitas declaram sua independência e começaram a atacar também.[3]

No quinto ano de seu reinado sua filha Tuquinatitimigrisza casou-se com o governador de Zabesali cujo nome se perdeu no tempo. Neste local sete anos antes seu pai havia derrotado Ziringu e conquistado seu território.[1][2]

Tábua administrativa durante o reinado de Ibi-Sim.

No sexto e sétimo anos de seu reinado Ibi-Sim ordenou que fossem construídas fortificações nas importantes cidades de Ur e Nipur, mas esses esforços não foram suficientes para interromper os ataques ou manter o império unificado.[1] Em todo o império as cidades começaram se afastar de um rei que não podia protegê-las, principalmente Isim, sob o governo Isbi-Erra, que começou a dominar as cidades ao seu redor. Ibi-Sim foi, no final de sua realeza, deixado apenas com a cidade de Ur. Em 2 022 a.C., os elamitas, juntamente com "homens da tribo da região de Simasqui, nas montanhas de Zagros"[4] invadiram Ur e levaram Ibi-Sim em cativeiro; ele foi levado para a cidade de Elão, onde foi preso e, em data desconhecida, morreu.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Year-Names of Ibbi-Sin». Cuneiform Digital Library Initiative (UCLA). Consultado em 20 de fevereiro de 2020 
  2. a b Carter, Elizabeth; Stolper, Matthew W. (1984). Elam:. Surveys of Political History and Archaeology (em inglês). [S.l.]: University of California Press, p. 19. ISBN 978-0-520-09950-0 
  3. Jacobsen, Thorkild (1953). «The Reign of Ibbī-Suen». Journal of Cuneiform Studies (em inglês). 7 (2): 36–47. ISSN 0022-0256. doi:10.2307/1359488 
  4. Stiebing, William H. (2003). Ancient Near Eastern History and Culture (em inglês). [S.l.]: Longman, p. 79. ISBN 978-0-321-06674-9 
  5. «Ibbi-Sin». Knoow. Consultado em 20 de fevereiro de 2020 

Precedido por
Su-Sim
Khashkhamer seal moon worship.jpg 5º Rei da Terceira dinastia de Ur
2 030 a.C. - 2 022 a.C.
Sucedido por
--