Idário Sanches Peinado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde junho de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Idário
Informações pessoais
Nome completo Idário Sanches Peinado
Data de nasc. 09 de maio de 1927
Local de nasc. São Paulo, São Paulo SP, Brasil, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileiro - Espanha espanhol
Falecido em 18 de setembro de 2009 (82 anos)
Local da morte Santos, São Paulo SP, Brasil, Brasil
Apelido Idário
Informações profissionais
Posição Lateral
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1949-1959 São Paulo Brasil Corinthians
São Paulo Brasil Nacional
469 (6)

Idário Sanches Peinado (São Paulo, 9 de Maio de 1927Santos, 18 de Setembro de 2009) é um ex-jogador de futebol.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Paulistano, o ex-jogador de futebol, Idário Sanches Peinado, era o caçula de uma família de imigrantes espanhóis, e foi criado no tradicional bairro do Cambuci.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado nas categorias de base do Corinthians, Idário, subiu para o time principal em 1949. Era visto pelas torcidas adversárias como um "carniceiro", porém, pela Fiel era visto como um guerreiro. Ganhou o apelido de Sangue Azul, ou apenas "Sangre".

Como um gladiador alvinegro, Idário, quando estava contundido, escondia dores e feridas do departamento médico, para poder ser escalado. Nas renovações de contrato, Idário, demonstrava novamente seu amor ao Corinthians, não discutia os valores oferecidos e assinava os papéis sem ler uma linha sequer. Quando os próprios companheiros de clube o criticavam por essa atitude, ele apenas respondia que não jogava no Corinthians somente pelo dinheiro que recebia.

Lateral-direito, teve inúmeros embates contra grandes craques da ponta-esquerda, como Canhoteiro (ídolo do rival São Paulo FC) onde teoricamente levaria desvantagem, contudo, se superava com raça e força, ajudado pelos gritos da torcida como: "Pega ele, Idário".

Idário também foi titular em um dos títulos mais importantes da história corintiana, o Campeonato Paulista do IV Centenário, contra o rival, Palmeiras. Pelo Corinthians ganhou, além do Paulista de 1954, que valeu como campeão do IV Centenário, também ganhou os Paulistas de 1951 e 1952, além dos Torneios Rio-São Paulo de 1950,1953 e 1954. Jogou 475 jogos com a camisa corintiana e marcou 6 gols, no período de 1949 a 1959. Encerrou a carreira no Nacional Atlético Clube de São Paulo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]