Idade das trevas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Idade das trevas (desambiguação).
Francesco Petrarca, que concebeu a ideia de uma "Idade das trevas" Europeia. Da pintura "Ciclo dos Homens e Mulheres Famosos", Andrea di Bartolo di Bargilla, c. 1450

A "idade das trevas" é uma periodização histórica que enfatiza as deteriorações cultural e econômica que ocorreram na Europa consequentes do declínio do Império Romano.[1][2] O rótulo emprega o tradicional embate visual luz-versus-escuridão para contrastar a "escuridão" deste período com os períodos anteriores e posteriores de "luz".[3] É caracterizado por uma relativa escassez de registros históricos e outros escritos, pelo menos para algumas áreas da Europa, tornando-o, assim, obscuro para os historiadores. O termo "Era das Trevas" deriva do Latim saeculum obscurum, originalmente aplicado por Caesar Baronius em 1602 a uma época tumultuada entre os séculos V e IX.[4]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Oxford English Dictionary 2 ed. (Oxford, England: Oxford University Press). 1989. «a term sometimes applied to the period of the Middle Ages to mark the intellectual darkness characteristic of the time; often restricted to the early period of the Middle Ages, between the time of the fall of Rome and the appearance of vernacular written documents.» 
  2. "Dark age" in Merriam-Webster
  3. Mommsen, Theodore (1942). «Petrarch's Conception of the 'Dark Ages'». Speculum (Cambridge MA: Medieval Academy of America) 17 (2): 226–242. doi:10.2307/2856364. JSTOR 2856364. 
  4. Dwyer, John C., Church history: twenty centuries of Catholic Christianity, (1998) p. 155.
    Baronius, Caesar. Annales Ecclesiastici, Vol. X. Roma, 1602, p. 647
Ícone de esboço Este artigo sobre a história da Europa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.