Idealismo platônico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Realismo platônico ou idealismo platônico geralmente se refere ao realismo idealista da doutrina de Platão ou à sua teoria das formas. O realismo platônico postula a existência de Ideias universais como separada dos indivíduos, diferente do realismo aristotélico e em oposição ao nominalismo. No médio platonismo, a Ideia (em grego, idéa) é vista como paradigma imutável e o eidos de Aristóteles como a forma imanente.[1] Na aritmética, um realista platônico defende a existência de entidades matemáticas, em que coisas como números são reais para além de meros conceitos abstratos na mente de alguém.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome :0
  2. Miller, Alexander (2019). Zalta, Edward N., ed. «Realism». Metaphysics Research Lab, Stanford University 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "Plato And The Theory Of Forms", Tim Ruggiero, Philosophical Society, July 2002, webpage: PhilosophicalSociety-Forms.
  • Plato's Theory of Ideas, by W.D. Ross.
  • Platonism and the Spiritual Life, by George Santayana.