Ideograma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Six glyphs.svg
Sistemas de escrita
História
Grafema
Lista de sistemas de escrita
Tipos
Alfabeto característico
Alfabeto
Abjad
Abugida
Silabário
Logossilabário
Logograma
Taquigrafia
Relacionados
Pictograma
Ideograma

Um ideograma (do grego ιδεω - ideia + γράμμα - carácter, letra) é um símbolo gráfico utilizado para representar uma palavra ou conceito abstrato.

Os sistemas de escrita ideográficos originaram-se na antiguidade, antes dos alfabetos e dos abjads.

Como exemplos de escritas ideográficas, podemos citar os hieróglifos do antigo Egito, a escrita linear B de Creta e a escrita maia, assim como os caracteres Hanzi utilizados em chinês e japonês.[1]

O determinativo também é um tipo de ideograma, usado para marcar categorias semânticas de palavras em textos logográficos, o que ajuda a desambiguar a interpretação. Eles não têm uma contrapartida direta na linguagem falada, embora possam derivar historicamente de glifos para palavras reais, e funcionalmente se assemelham a classificadores no leste asiático e nas línguas de sinais.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Recentemente, o linguista J. Marshall Unger desmascarou a tese que cada caractere chinês tem um significado (é um ideograma). Ver seu livro Ideogram: Chinese Characters and the Myth of Disembodied Meaning (Honolulu: University of Hawai'i Press, 2004).
  2. Rude, Noel, "Graphemic classifiers in Egyptian hieroglyphics and Mesopotamian cuneiform", in Noun Classes and Categorization, edited by Colette G. Craig, pp. 133-138. Amsterdam: John Benjamins, 1986.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.