Ideologia econômica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ideologia económica)
Ir para: navegação, pesquisa

Uma ideologia econômica (português brasileiro) ou ideologia económica (português europeu) distingue-se da teoria econômica ao ser normativa ao invés de apenas explicativa em sua abordagem. Ela expressa uma perspectiva sobre a forma como uma economia deveria funcionar e com qual fim, considerando que o objetivo das teorias econômicas é criar modelos explicativos acurados. No entanto os dois são intimamente inter-relacionados.

Uma boa forma de distinguir se uma ideologia pode ser classificada como uma ideologia econômica é se questionar se ela adota inerentemente um ponto de vista econômico específico e detalhado. Por exemplo, não se pode dizer que o anarquismo é uma ideologia econômica, pois há, dentre outros, o anarcocapitalismo de um lado e o anarcocomunismo de outro, como subcategorias, que podem se encaixar como ideologia econômica.

Além disso, a ideologia econômica é distinta de um sistema econômico que o apoia, tais como uma ideologia capitalista, na medida em que explicar um sistema econômico (economia positiva) é diferente de defendê-lo (economia normativa).[1] A teoria da ideologia econômica explica sua ocorrência, evolução e relação à uma economia[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kurt Klappholz, 1987. "ideology," The New Palgrave: A Dictionary of Economics, v. 2, p. 716.
  2. • Roland Bénabou, 2008. "Ideology," Journal of the European Economic Association, 6(2-3), pp. 321-352 (press +).
       • Joseph P. Kalt and Mark A. Zupan, 1984. "Capture and Ideology in the Economic Theory of Politics," American Economic Review, 74(3), p p. 279-300. Reprinted in C. Grafton and A. Permaloff, ed., 2005, The Behavioral Study of Political Ideology and Public Policy Formation, ch. 4, pp. 65-104.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

"capitalism" by Robert L. Heilbroner. Abstract.
"contemporary capitalism" by William Lazonick. Abstract.
"Maoist economics" by Wei Li. Abstract.
"social democracy" by Ben Jackson. Abstract.
"welfare state" by Assar Lindbeck. Abstract.
"American exceptionalism" by Louise C. Keely.Abstract.
"laissez-faire, economists and" by Roger E. Backhouse and Steven G. Medema. Abstract.
  • Julie A. Nelson and Steven M. Sheffrin, 1991. "Economic Literacy or Economic Ideology?" Journal of Economic Perspectives, 5(3), pp. 157-165 (press +).
  • Joseph A. Schumpeter, 1942. Capitalism, Socialism and Democracy.
  • _____, 1949. "Science and Ideology," American Economic Review, 39(2), pp. 346–359. Reprinted in Daniel M. Hausman, 1994, 2nd rev. ed., The Philosophy of Economics: An Anthology, Cambridge University Press, pp. 224-238.
  • Robert M. Solow, 1971. ""Science and Economic Ideology," The Public Interest, 23(1) pp. 94–107. Reprinted in Daniel M. Hausman, 1994, 2nd rev. ed., The Philosophy of Economics: An Anthology, Cambridge University Press, pp. 239-251.
  • Karl Marx, 1857-58. "Ideology and Method in Political Economy," in Grundrisse: Foundation of the Critique of Political Economy, tr. 1973. Reprinted in Daniel M. Hausman, 1994, 2nd rev. ed., The Philosophy of Economics: An Anthology, Cambridge University Press, pp. 119-142.
  • Earl A. Thompson and Charles Robert Hickson, 2000. Ideology and the Evolution of Vital Economic Institutions. Springer.Descrip;tion and chapter preview links, pp. vii-x.