Igreja Católica em San Marino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IgrejaCatólicaEmblem of the Papacy SE.svg
Flag of San Marino.svg
San Marino
Basílica de San Marino na cidade de San Marino, capital do país
Santo padroeiro São Marino[1]
Ano 2009
População total 31.000
Cristãos 30.000
Católicos 30.000
Paróquias 12
Núncio apostólico Emil Paul Tscherrig
Códice RSM

A Igreja Católica em San Marino faz parte da Igreja Católica universal, sob a liderança espiritual do Papa e da Santa Sé.

História[editar | editar código-fonte]

O território de San Marino foi até 1977 dividido entre as dioceses de San Marino-Montefeltro e de Rimini. O Papa Paulo VI reuniu todo o território da República sob a renomeada Diocese de San Marino-Montefeltro, sufragânea da Arquidiocese de Ravenna-Cervia.

Em 29 de agosto de 1982 San Marino foi visitado pelo então Papa João Paulo II, recebido pelos capitães-regentes Giuseppe Maiani e Marino Venturini. Durante a visita pastoral ao país e a Rimini, celebrou uma missa no Estádio Olímpico Serravalle.[2]

Em 19 de junho de 2011 San Marino foi visitado pelo Papa Bento XVI, que recebido pelos capitães-regentes Maria Luisa Berti e Filippo Tamagnini, e o bispo Louis Negri, e celebrou uma missa no mesmo estádio que seu antecessor.[3]

Situação[editar | editar código-fonte]

A religião católica é predominante na República.

A Diocese de San Marino-Montefeltro, que abrange todo o território samarinês, é uma parte integrante da Igreja Católica na Itália.

No território de San Marino são 12 paróquias em um vicariato com sede em Serravalle.[4] Não há catedrais no país. A Basílica de San Marino é, de fato, uma cocatedral da diocese junto com a Catedral de San Leo.

Nunciatura apostólica[editar | editar código-fonte]

A Santa Sé e a República de San Marino têm mantido relações diplomáticas desde abril de 1926.[5] Não há um núncio apostólico residente: executa essa função, o núncio responsável também pela Itália.

O atual núncio apostólico é Emil Paul Tscherrig, nomeado pelo Papa Francisco em 12 de setembro de 2017.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]