Il medico dei pazzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde dezembro de 2017.
Il medico dei pazzi
No Brasil Totó, o Médico dos Loucos
 Itália
1954 •  cor •  91 min 
Realização Mario Mattòli
Argumento Ruggero Maccari
Mario Mattoli
Elenco Totò
Tecla Scarano
Aldo Giuffrè
Género comédia cinematográfica
Idioma língua italiana
Página no IMDb (em inglês)

Il medico dei pazzi (bra: Totó, o Médico dos Loucos[1]) é um filme italiano de 1954, dirigido por Mario Mattoli[2], baseado na farsa O miedeco d'e pazze (1908) de Eduardo Scarpetta.

Estreou em Portugal a 31 de Março de 1956, nos cinemas. Estreou na televisão portuguesa, na RTP, na segunda-feira, dia 5 de Março de 1962, às 22 e 5, na rubrica de Fernando Garcia "7ª Arte".

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Ciccillo e um jovem que vive há anos em Nápoles à custa do seu tio Felice, que acredita andar a pagar-lhe os estudos de medicina. Quando Felice da Roccasecca (o lugar onde vive) chega a Nápoles com a mulher e a filha, Ciccillo mete em cena o seu amigo Michelle e prepara um novo golpe às finanças do tio: pretende ter-se tornado num psiquiatra e precisa de 500 liras para comprar uma máquina de choques elétricos que ajudará um seu paciente a curar-se. Claro que o dinheiro tem outro destino, a clínica não é mais que a pensão onde vivem e o doido é apenas outro dos hóspedes. E não faltam peripécias, nesta comédia de equívocos.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. STERNHEIM, Alfredo (ed.) (2002). Guia de vídeo e DVD 2002. São Paulo (Brasil): Nova Cultural. p. 667. ISBN 8513011185 
  2. My Movies
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.