Ildefonso Falcones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ildefonso Falcones
Ildefonso Falcones na igreja de Santa Maria do Mar, em Barcelona, em 26 de janeiro de 2008
Nome completo Ildefonso Falcones de Sierra
Nascimento 1959 (60 anos)
Barcelona, na Catalunha
Nacionalidade Espanhol
Prémios Euskadi de Plata 2006 (melhor romance em língua espanhola), Qué Leer (melhor livro em castelhano de 2006), Fundación José Manuel Lara (romance mais vendido em 2006), Giovanni Boccaccio 2007 (melhor autor estrangeiro), Fulbert de Chartres 2009, Roma 2010[1]
Género literário romance histórico
Magnum opus Os herdeiros da terra
Página oficial
http://www.ildefonsofalcones.com

Ildefonso Falcones (Barcelona, 1959) é um escritor e advogado espanhol.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ildefonso Falcones nasceu em Barcelona em 1959, filho de um advogado e de uma dona de casa. Aos 17 anos de idade, a morte de seu pai interrompeu a carreira desportiva de Ildefonso; no hipismo — havia chegado a ser campeão nacional de júniores em Espanha, na modalidade de saltos — e no hóquei.

Estudou no Colégio dos Jesuítas de Santo Inácio, antes de ingressar no curso de Economia, na Universidade de Barcelona. Abandonou estes estudos, passando a estudar Direito, acumulando o curso com um emprego numa casa de bingo.

Em 2006, após cinco anos escrevendo, lançou seu primeiro livro, "A catedral do mar", que se tornou a novela mais lida na Espanha no ano seguinte. Em 2008, participou de um ato político na basílica de Santa Maria do Mar em companhia de Mariano Rajoy, Dolors Nadal e Daniel Sirera, dirigentes do Partido Popular (Espanha), partido do qual Ildefonso é simpatizante. Em 10 de junho de 2009, publicou "A mão de Fátima".

Em 4 de abril de 2010, o município de Juviles, em reconhecimento pela popularidade que o romance "A mão de Fátima" trouxe ao município, nomeou uma de suas ruas com o nome "Rua Ildefonso Falcones". Em 2013, o escritor lançou o romance "A rainha descalça". Atualmente, o escritor possui seu próprio escritório de advocacia no Eixample, em Barcelona. É casado e é pai de quatro filhos.[2]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • A catedral do mar (La catedral del mar) (2006)
  • A mão de Fátima (La mano de Fátima) (2009)
  • A rainha descalça (La reina descalza) (2013)
  • Os herdeiros da terra (Los herederos de la tierra) (2016)
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Ildefonso Falcones

Referências

  1. FALCONES, I. A rainha descalça. Tradução de Carlos Nougué. Rio de Janeiro. Rocco. 2014.
  2. FALCONES, I. A rainha descalça. Tradução de Carlos Nougué. Rio de Janeiro. Rocco. 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ildefonso Falcones