Ilha Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Ilha Sul
Nova Zelândia - Ilha do Sul.png
Mapa da Ilha Sul.
43° 59′ S 170° 27′ E
Geografia física
País  Nova Zelândia
Localização Oceania
Ponto culminante Monte Cook - 3 754 m
Área 151 215  km²
Geografia humana
População 1 038 300 (2010)
Densidade 6,9 hab./km²
South Island 2007-12-07.jpg
Imagem de satélite da Ilha Sul.

A Ilha Sul, ou Ilha do Sul (em maori, Te Waipounamu; em inglês South Island), é a maior das ilhas neo-zelandesas.[1] Está rodeada a norte pelo Estreito de Cook, a oeste pelo Mar de Tasman e a sul e a leste pelo Oceano Pacífico. Estende-se ao longo de 150,437 km², o que a converte na 12.ª maior do mundo. Possui um clima temperado.

A sua área terrestre supera em 32% a da Ilha Norte, razão pela qual é apelidada ocasionalmente de "Nova Zelândia continental", especialmente por habitantes da Ilha Sul, apesar de acolher apenas 23% da população neo-zelandesa. Nas fases iniciais da colonização europeia do país, a Ilha Sul serviu de lar à maioria da população e riqueza europeias graças à febre do ouro da década de 60 do século XIX. Pelo início do século XX, 56% da população residia na Ilha Norte, e o êxodo económico e populacional continuou no decorrer do século.

História[editar | editar código-fonte]

Pré-história[editar | editar código-fonte]

Gravuras realizadas a carvão podem ser encontradas em mais de quinhentas cavernas calcárias no centro da Ilha Sul, estendendo-se desde Kaikoura até ao Norte de Otago[2]. Estima-se que tenham entre quinhentos a oitocentos anos, e entre as suas temáticas incluem-se fauna, povos e criaturas míticas que se pensa serem répteis estilizados[3]. Algumas das aves nelas representadas incluem a moa e a águia-de-haast, há muito declaradas extintas. Estas gravuras foram realizadas pelos antigos Maori mas aquando da chegada dos europeus as tribos locais desconheciam a sua origem[4].

Era maori[editar | editar código-fonte]

Os Waitaha foram os habitantes ancestrais da Ilha Sul, e sofreram, na sua maioria, um processo de assimilação através de casamentos e conquista pelos Kāti Mamoe no século XVI[carece de fontes?].

Os Kāti Mamoe foram, por sua vez, assimilados pelos Ngāi Tahu, que migraram para sul no século XVII[5]. Apesar de, atualmente, os Ngati Mamoe não terem uma organização distinta, muitos Ngai Tahu possuem ligações aos Ngati Mamoe nos seus whakapapa, o que se verifica especialmente no extremo sul da ilha.

Descoberta pelos europeus[editar | editar código-fonte]

Os primeiros europeus conhecidos por chegar à Ilha Sul foram a tripulação do explorador holandês Abel Tasman, nos navios Heemskerck e Zeehaen.

Sismos de 2010-2011[editar | editar código-fonte]

Sismo de setembro de 2010[editar | editar código-fonte]

Um terramoto de magnitude 7.1 teve lugar na Ilha Sul da Nova Zelândia sábado, dia 4 de setembro de 2010 às 04:35 horas locais (16:35 UTC, 3 setembro 2010)[6]. O terramoto deu-se a uma profundidade de 10 quilómetros e não fez vítimas mortais.

O epicentro localizou-se 40 km a oeste de Christchurch; 10 km a sudeste de Darfield[7]; 190 km a sul-sudeste de Westport; 295 km a sudeste de Wellington e 320 km a norte-nordeste de Dunedin.

Designação[editar | editar código-fonte]

No século XIX, alguns mapas referiam-se à ilha como Ilha do Meio ou Novo Munster e o nome corrente, juntamente com Novo Leinster foi usado para aquilo que é hoje a Ilha de Stewart/Rakiura. Em 1907, o Ministro do Território instruiu o Departamento de Território e Cartografia para que o nome Ilha do Meio não fosse usado daí em diante[8].

Apesar do seu nome atual estar em uso há vários anos, em 2009 o Conselho Nacional de Geografia da Nova Zelândia fez notar que, juntamente com a Ilha Norte, a Ilha Sul carecia de nome oficial[9]. Após um período de consultas públicas, o Conselho designou oficialmente a ilha como Ilha Sul (South Island) ou Te Waipounamu em outubro de 2013.

Julga-se que o seu nome maori signifique "as águas da pedra verde", e que este tenha evoluído a partir de Te Wāhi Pounamu, "o lugar da pedra verde". A ilha também é conhecida como Te Waka a Māui, em referência à "canoa de Māui". Segundo o folclore Maori, a Ilha Sul foi a primeira a existir, como a embarcação de Māui, enquanto que a Ilha Norte era o peixe por ele apanhado[carece de fontes?].

Em inglês, as duas principais ilhas neo-zelandesas denominam-se the North Island e the South Island, com o artigo definido. É comum o uso da preposição in em vez de on. Vários mapas, cabeçalhos, tabelas e expressões linguísticas usam South Island sem "the"[10].

Províncias históricas da ilha Sul[editar | editar código-fonte]

Cidades e vilas da ilha Sul[editar | editar código-fonte]

Destaques geográficos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.newzealand.com/int/places/ (em inglês)
  2. «Very Old Maori Rock Drawings» (em inglês). Natural Heritage Collection 
  3. «The SRARNZ logo» (em inglês). Society for Research on Amphibians and Reptiles in New Zealand 
  4. Hamish, Keith. The Big Picture: A history of New Zealand art from. 1642. [S.l.]: Godwit, 2007. ISBN 978-1-86962-132-2
  5. King, Michael. The Penguin History of New Zealand. [S.l.]: Penguin Books, 2003. ISBN 978-0-14-301867-4
  6. Strong quake hits near Christchurch, Radio New Zealand, 4 September 2010, http://www.radionz.co.nz/news/national/55956/strong-quake-hits-near-christchurch 
  7. «New Zealand earthquake report – Sep 4 2010 at 4:35 am (NZST)». GeoNet. Earthquake Commission and GNS Science. 4 September 2010. Consultado em 6 September 2010  Verifique data em: |access-date=, |date= (ajuda)
  8. Zealand, National Library of New. «Papers Past | The Taranaki Herald. TUESDAY, JULY 30, 1907. THE WAITARA HARBOUR BILL. (Taranaki Herald, 1907-07-30)». paperspast.natlib.govt.nz (em inglês). Consultado em 13 de fevereiro de 2017 
  9. «The New Zealand Geographic Board Considers North and South Island Names». Land Information New Zealand. Consultado em 10 October 2013  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  10. (17 de novembro de 2015) "Guardian and Observer style guide: N ("New Zealand")" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.