Ilha das Andorinhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela ilha alagoana, veja ilha das Andorinhas (Lagoa Mundaú).
Ilha das Andorinhas
Foz do Rio Paraíba.png
Estuário do rio Paraíba
7° 1′ S 34° 52′ W
Geografia física
País  Brasil
 Paraíba
Localização Oceano Atlântico
Altitude média 0,5 m
Área 0,15[1]  km²
Geografia humana
População Não há
Presume-se que o denominação da ilha venha da andorinha-do-rio

Ilha das Andorinhas[nota 1] é uma ilha fluviomarinha situada na desembocadura do rio Paraíba do Norte, no município de Santa Rita, estado da Paraíba. Localiza-se na ponta norte da Ilha Stuart, no canal que separa esta da Ilha da Restinga, e é a menor das cinco mais importantes ilhas estuarinas paraibanas.[3] Com 15 hectares de superfície (0,15 km²), Andorinhas é parte de uma complexa rede de canais e ilhas que formam a foz do rio Paraíba.[4][1]

História[editar | editar código-fonte]

Junto com a ilha Stuart, a ilha das Andorinhas — à época denominada «ilha dos Porcos» — era de propriedade do inglês Francisco Jordão Stuart,[nota 2] que as vendeu a uma senhora de nome Francisca Maria da Conceição em 1856.[5] Em documento, tal senhora fez a seguinte declaração quando da compra da ilha (em português da época):

Eu, abaixo assinada, declaro que sou possuidora de uma ilha denominada Stuart, com meia légua de cumprido e um quarto de légua de largura, pouco mais ou menos, dentro da qual se compreendem os logarejos ilha dos Porcos e ilha da Cotia, sita na freguezia de N. S. do Livramento, contestando pelo nascente com o rio Paraíba, pelo poente com o braço de rio que vai para Livramento, pelo norte com a barra do Cabedêlo, e pelo sul com a ilha do Tirirí.[6][nota 3]
Cidade da Paraíba, 15 de junho de 1856

Desde então a ilha passou por sucessivas posses.

Características[editar | editar código-fonte]

A fauna e a flora de Andorinhas são as mesmas comuns às demais ilhas estuarinas do Paraíba, o que inclui aves, crustáceos e diversos tipos de peixes. Em 2006, um levantamento da avifauna do estuário revelou a ocorrência de 89 espécies de aves endêmicas ou migratórias, tornando a ilha um santuário para repouso e nidificação de muitas espécies.[8] A vegetação está praticamente intacta e é formada unicamente por um extenso e luxuriante manguezal bem preservado.

De propriedade particular, não há água potável, construções, luz nem população residente. Também não há nenhuma forma de acesso à ilha, como atracadouro ou pier. Tal isolamento contribui para que Andorinhas continue em estado natural e longe da intervenção humana.

Notas

  1. Em mapas e textos mais antigos recebe a denominação «ilha dos Porcos».[2]
  2. Originalmente, Francis Jordan Stuart, cidadão britânico.
  3. Em alguns livros consta 1848 a data da negociação.[7]

Referências

  1. a b Google.com (Setembro de 2012). «Google Maps Area Calculator Tool». Daft Logic. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  2. Serviço Geológico do Brasil (2005). «Mapa do munícipio de Santa Rita» (PDF). Mapa de Pontos D'Água. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  3. DANTAS, Maria Grasiela de Almeida; ARAÚJO, Elisângela (18 de julho de 2006). «O olhar sobre a Realidade Rural». Coordenação do Plano Diretor. Consultado em 20 de novembro de 2012 
  4. FARIAS, Mª Conceição Quintino (1978). «Crustáceos decápodos da Ilha da Restinga» (PDF). Scientific Electronic Library Online. Consultado em 29 de janeiro de 2014 
  5. Revista, Volumes 10-13. [S.l.]: Instituto Histórico e Geográfico Paraibano. 1946. pp. Não disponível 
  6. Sócios do IHGP (1946). Revista do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano - IFGP, volumes 10-13. [S.l.]: Não indicada. pp. Não indicado 
  7. SANTOS, João Domingues dos (1946). Revista do Instituto Histórico e Geográphico Parahybano – volumes 10-11Apanhados sobre a ilha Stuart. [S.l.]: Imprensa nacional 
  8. ARAÚJO, Helder et alii (2006). «Composição da avifauna em complexos estuarinos no estado da Paraíba». Múseu Emílio Goeldi. Consultado em 27 de janeiro de 2014 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.