Ilha de Arouça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ilha de Arousa
Isla de Arosa.svgBandeira da Illa de Arousa Pontevedra.svg
A Illa de Arousa.Galicia.30.jpg
Geografia
País
Comunidade autónoma
Comarca
Província
Parte de
Área
7 km2
Altitude
9 m
Coordenadas
Situacion A Illa de Arousa.PNG
Demografia
População
4 932 hab. ()
Densidade
704,6 hab./km2 ()
Funcionamento
Estatuto
Presidente
José Manuel Vázquez Vázquez (d)
Identificadores
Código postal
36626
INE
36901
Website

A Ilha de Arouça[1][2] (em galego, A Illa de Arousa[3], em espanhol, Isla de Arosa) é uma ilha e município da Espanha, comunidade autónoma da Galiza, situada no interior da Ria de Arousa. Alberga uma comunidade primordial de pescadores e actualmente a sua economia é diversificada. Na actualidade está unida por uma ponte de 2 km ao continente, desde 1985.

Algumas das suas praias são A Area da Secada, A Lavanqueira, O Vao, Camaxe, a praia de Carreirón, Espinheiro e O Cabodeiro.

A precipitação ocorre no inverno e no outono e, em menor quantidade, na primavera. No verão, as precipitações são inferiores a 0 mm. Em todo o ano, ocorrem mais de 1.000 mm de chuvas, e, raramente, neva, no inverno, sendo a última vez no ano de 1985. As temperaturas médias de inverno são de 10° e, no verão, de 21,5°, com máximas de 40°, em agosto.

Esta vila tornou-se independente de Vilanova de Arousa, no ano 1996.

Rueiros[editar | editar código-fonte]

Há na ilha pequenos rueiros (ruas) que compõem a vila:

  • As Aceñas
  • As Laxes
  • O Lagartiño
  • O Outeiro
  • O Cabodeiro
  • A Torre
  • O Cantiño
  • O Monte
  • O Campo
  • Pedraserrada
  • A Abilheira
  • Gradín
  • O Charco
  • O Regueiro
  • Quilma
  • Testos
  • Os Carballos
  • O Espiño.

Esta ilha tem quatro portos:

  • Xufre, que é onde se comercializa o marisco e o peixe;
  • Cabodeiro;
  • Naval;
  • Campo;

Há três passeios marítimos: o do Campo, o do Cantinho e o que vai do IGAFA (Instituto Galego de Formación en Acuicultura) á Area da Secada. É também de interesse turístico o Farol de Punta Cabalo, luz que guiava os barcos de peregrinos jacobinos[4].

Festas tradicionais[editar | editar código-fonte]

  • Festa do Patrón: a 7 de janeiro relativa a São Xuliám. Duram três dias, depois da festa de Reis.
  • Entroido: O entroido, entrudo ou carnaval é uma das celebrações mais importantes na Arousa, há muito tempo. Atualmente, acode muita gente dos arredores, especialmente o Luns de Entroido (2ª de Carnaval).
  • Festas do Carne: As festas do verão duram cinco ou seis dias, dedicados aos "quintos", a São Ramóm, São Roque, Santo António, e à Virxem do Carme. O dia do Carme é sempre um sábado, e celebra-se normalmente em finais de julho, variando a data para coincidir com marés vivas, pois é com maré alta que se celebra a processão marítima em que participam centos de embarcações levando a arousáns e visitantes.

Festas Gastronómicas[editar | editar código-fonte]

  • Festa da Navalha, a 27 de julho
  • Festa do Mexilhóm, no 1º domingo de agosto.
  • Festa do Polvo, em outubro.

Galeria de images[editar | editar código-fonte]

Illa de arousa01.JPG

Lugares da Ilha de Arousa[editar | editar código-fonte]

Para uma lista completa de todos os lugares do concelho da Ilha de Arousa, ver: Lugares da Illa de Arousa. Alguns especialmente significativos são:

Notas e referências

  1. «Léxico da Galiza no Vocabulário Comum da Língua Portuguesa». www.estraviz.org. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  2. «Significado de aroução no Dicionário Estraviz». www.estraviz.org. Consultado em 29 de julho de 2021 
  3. «Benvida - Real Academia Galega». academia.gal. Consultado em 20 de dezembro de 2019 
  4. El País. «34 faros espectaculares». 11 de Novembro de 2016. Consultado em 11 de Novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Ilha de Arouça


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.