Ilha de Rangitoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rangitoto
Geografia física
Localização Auckland
País Nova Zelândia
Ponto culminante 259 m
Área 23,11  km²
Rangitoto02.jpg
A ilha de Rangitoto vista desde Maungakiekie.

Rangitoto é uma ilha vulcânica situada no Golfo de Hauraki, na região neo-zelandesa de Auckland. A ilha é um símbolo da cidade, sendo o cone do seu vulcão em escudo, de 259 metros de altura[1], visível de vários pontos desta. É o maior e mais recente vulcão dos cerca de 50 existentes no campo vulcânico de Auckland, possuindo uma área de 2311 hectares[2]. Está separado da costa norte da região pelo Canal de Rangitoto e, desde meados do século XX, ligada à Ilha Motutapu através de uma língua de terra.[3]

O seu nome corresponde à palavra maori para «céu ensanguentado», que por sua vez procede da frase Ngā Rangi-i-totongia-a Tama-te-kapua («Os dias do sangramento de Tama-te-kapua»). Tama-te-kapua, capitão da waka Arawa, foi gravemente ferido nesta ilha após um confronto mal-sucedido com o iwi Tanui na Baía de Islington.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rangitoto Island». www.doc.govt.nz (em inglês). New Zealand Department of Conservation. Consultado em 16 de agosto de 2017 
  2. «Rangitoto Island Historic Conservation Trust». www.rangitoto.org. Consultado em 16 de agosto de 2017 
  3. «*NZine* Rangitoto - Auckland's Fragile Icon». www.nzine.co.nz (em inglês). Consultado em 16 de agosto de 2017 
  4. «Historic Rangitoto». www.doc.govt.nz (em inglês). New Zealand Department of Conservation. Consultado em 16 de agosto de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Media relacionados com Ilha de Rangitoto no Wikimedia Commons

Ícone de esboço Este artigo sobre a Nova Zelândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.