Ilhas-capitais do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Florianópolis, em Santa Catarina, Vitória, no Espírito Santo e São Luís no Maranhão são as três capitais de estados brasileiros localizadas em ilhas. Duas delas se situam na costa oriental planáltica, enquanto a outra situa-se na costa setentrional sedimentar.

As ilhas-capitais[editar | editar código-fonte]

  • Vitória situada na ilha de mesmo nome[1] Tem 327.801[2] habitantes e 104,960 km². Tem o 4º melhor IDH entre as capitais brasileiras. Foi fundada em 8 de Setembro de 1551 e é formada por várias ilhas, inclusive algumas a mais de 1100 km da costa. É a mais rica das três ilhas e a décima nona mais rica do Brasil, com o PIB de R$ 22,6 bilhões em 2010. Também é a capital brasileira com o maior PIB per capita, de R$ 71 407,32.[3] Apesar de ser a capital estadual do Espírito Santo e o município capixaba com maior PIB, é apenas a quarta cidade mais populosa do estado, depois de Vila Velha, Serra e Cariacica, municípios da sua região metropolitana e os únicos que fazem fronteira com a capital.
  • Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina e segundo município mais populoso do estado (depois de Joinville), fica quase inteiramente (97,23%) localizada na ilha de mesmo nome.[4] É a segunda maior ilha-capital das três em tamanho e população. Com 408.161 habitantes e 433,317 km². Foi fundada em 23 de março de 1726. É a capital brasileira com o melhor IDH, além de ser o quarto município com mais alto IDH (incluindo capitais e não capitais) do Brasil. Ao contrário do Vitória, que apesar de não ser a maior cidade de seu estado, apresenta seu maior PIB municipal, Florianópolis é apenas o terceiro município catarinense com maior PIB, sendo superado tanto por Joinville, como por Itajaí, principal cidade portuária do estado.
  • São Luís, localizada na ilha Upaon-Açu.[5] Das três ilhas capitais, São Luís é, de longe, a mais populosa, com 1.011.098 habitantes (sendo a 15ª cidade mais populosa do Brasil e a quarta do Nordeste, depois de Salvador, Fortaleza e Recife), possuindo uma área de 827,141 km². É a única cidade brasileira colonizada por franceses, foi fundada no dia 8 de Setembro de 1612 por Daniel de la Touche. Inicialmente chamada por "Saint Louis" pelos franceses, foi aportuguesada em 1615 para São Luís, quando os portugueses comandados por Jerônimo de Albuquerque tomaram controle da cidade. Possui o segundo porto mais fundo do Brasil e um dos mais fundos do mundo (o mais fundo do Brasil se levarmos em conta a profundidade natural sem influência humana), possibilitando grandes navios de aportarem no Porto do Itaqui. É a cidade natal da famosa cantora brasileira de samba Alcione, Zeca Baleiro, um famoso cantor de MPB, também de vários escritores e poetas como Aluísio Azevedo, Ferreira Gullar, Josué Montello e muitos outros, São Luís tem o título de "Atenas Brasileira" devido seus vários poetas e intelectuais.

Acessos[editar | editar código-fonte]

A "Hercílio Luz", vista da Ponte Colombo Salles, por muito tempo usada como a principal ligação entre a ilha e o continente.
A Terceira Ponte: Principal ligação entre Vitória e Vila Velha

Já houve outros meios para se chegar a essas cidades antigamente, como em barcos ou em balsas, mas atualmente as três ilhas-capitais são ligadas ao continente por pontes, aeroportos e também, mas em menor demanda, por barcos.

Florianópolis

Seus acessos se designam atualmente pelas pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, outrora também pelo cartão-postal da cidade, a Ponte Hercílio Luz, esta, fechada para obras de reparos e restauração.

Bem como pelo Aeroporto Internacional Hercílio Luz.

São Luís

O acesso à capital maranhense efectua-se pela ponte Ivar Saldanha e a saída pela ponte Marcelino Machado. Bem como pelo Aeroporto Internacional de São Luís.

Vitória

Os acessos do continente à capital capixaba se dão pelas pontes 2ª, 3ª, Cinco, Ayrton Senna, da Passagem e de Camburi. O Aeroporto de Vitória fica no continente, porém próximo a ilha. Denotando que, as pontes Ayrton Senna, da Passagem e de Camburi ligam um lado da cidade a outro. Já as pontes 2ª, 3ª e Cinco ligam a capital a outros municípios da região metropolitana do Espírito Santo, que são os municípios de Vila Velha e Cariacica. OBS: O município de Serra também faz fronteira com a capital, porém se faz pelo continente.

Referências

  1. «Revista Turismo»  acessado em 24 de dezembro de 2008
  2. [1]
  3. [2]
  4. «Portal Terra Turismo»  acessado em 24 de dezembro de 2008]
  5. [3] acessado em 01 de maio de 2011
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.