Ilhas periféricas polinésias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mapa das ilhas periféricas polinésias.

As ilhas periféricas polinésias (em inglês: Polynesian outliers) são ilhas de cultura polinésia mas que geograficamente se situam na Melanésia ou na Micronésia, portanto fora da Polinésia.

Tais ilhas constituem pequenos povoados isolados que falam línguas polinésias. As análises linguísticas permitem pensar que essas povoações emigraram da Polinésia Ocidental (Samoa, Tonga, Tuvalu, Wallis e Futuna) antes do primeiro milénio da era cristã. As línguas das ilhas periféricas incluem as línguas samoicas.

O facto de pessoas nas ilhas periféricas polinésias falarem línguas reconhecidamente de origem polinésia implica um passado de migrações do centro da Polinésia.[1] Em alguns casos, embora se mantenha a língua polinésia, desenvolveram-se formas culturais próprias da envolvente de influência micronésia ou melanésia.

Entre as ilhas periféricas polinésias incluem-se as seguintes:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ilhas periféricas polinésias

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Feinberg, Richard and Richard Scaglion, eds. 2012. Polynesian Outliers: The State of the Art. Ethnology Monographs, No. 21. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press.