Ilustração Popular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilustração Popular
Periodicidade semanal
Formato (32 cm)
Sede Lisboa  Portugal
Fundação 1884
Proprietário Humberto Pinto
Idioma Português europeu


Ilustração Popular: crónica semanal publicou-se semanalmente em Lisboa em 1884, num total de 26 números, distinguindo-se de outras revistas ilustradas pela ausência de publicidade e apregoando ser redigida por uma Sociedade de Homens Sem Letras. Assume um escrita de crítica social e apresenta-se como uma publicação especialmente destinada às classes laboriosas. Teve duração de 6 meses. Alguns dos colaboradores foram: Adelino Veiga, Fernando Caldeira, Maria Amália Vaz de Carvalho, João de Deus, José Simões Dias e a título póstumo, Augusto Lima, Marquesa de Alorna e Bocage; quanto à colaboração artística, assinam, entre outros, Columbano Bordalo Pinheiro e João Ribeiro Cristino [1].

Referências

  1. Helena Roldão (5 de abril de 2017). «Ficha histórica: A illustração popular : chronica semanal (1884)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 25 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Lista de publicações disponíveis na Hemeroteca Municipal de Lisboa em formato digital

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.