Ilyushin Il-4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilyushin Il-4
Bombardeiro
Il-4 em um museu em Moscovo
Descrição
Tipo / Missão bombardeiro de longo alcance
País de origem  União Soviética
Período de produção 1942-1944
Quantidade produzida 5,256
Desenvolvido de Ilyushin DB-3
Primeiro voo em 1936 (83 anos)

O Ilyushin Il-4 (Cirílico Ильюшин Ил-4[1], NATO: "Bob"[nota 1]))) foi um bombardeiro da União Soviética durante a  II Guerra Mundial, amplamente utilizado pela Força Aérea Soviética (VVS, Voenno-Vozdushnye Sily).

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1938, a companhia Ilyushin redesenhadou o Ilyushin DB-3 para facilitar a produção e melhorar o seu desempenho, a versão melhorada recebeu a designação DB-3F (Forsirovannyi ou "melhorado"). A  estrutura interna da aeronave, particularmente as asas, foram amplamente alterada, eliminando a necessidade de acabamentos manuais na estrutura, e com a introdução da liga Duralumínio, substituindo o uso, em grande escala, do aço na versão anterior.[2][3] O sistema de combustível foi redesenhado, aumentando a sua capacidade interna, reduzindo o número de tanques de combustível.[2] O nariz da fuselagem foi alongado para dar mais espaço para o piloto/artilheiro, reduzindo o arrasto. O protótipo DB-3F, alimentado pelo mesmos motores Tumansky M-87.B. 949 hp do DB-3M, foi testado por Vladimir Kokkinaki no seu voo inaugural em 21 de Maio de 1939.[4] Ele passou com êxito através de testes de aceitação e entrou em produção em Janeiro de 1940, com os 1100 hp dos novos motores Tumansky M-88, que rapidamente substituíram os anteriores M-87.[5][6] O DB-3F foi redesignado como Il-4, em Março de 1942.[6] Algumas séries produzidas tinham madeira nas pontas das asas e na frente da fuselagem para poupar metais na sua construção, e durante o processo de produção, motores e tanques de combustível foram melhorados para aumentar o desempenho de voo, mantendo o mesmo alcance. No entanto, a mudança mais notável foi a adição de maiores armas defensivas nas torretas, passando a usar metralhadoras UBT de 12,7 mm (0,5 pol) no lugar da anterior 7.62 mm (0.3 ). Além disso, verificou-se que os artilheiros eram atacados primeiro, para contrariar isto foram colocadas na torreta, em volta do artilheiro, blocos de armadura.

Il-4 em Moscou

Este peso extra não foi compensado pelos novos motores o que tornou aeronave mais lenta do que as versões anteriores, chegando apenas aos 404 km/h. Uma tentativa de melhorar o desempenho, resultou no Il-6, ao adicionar grandes motores a diesel e armamento mais pesado. Os motores provaram ser pouco fiáveis e a produção nunca foi iniciada.[7] O Il-4 permaneceu em produção até 1944, quando pouco mais de 5.200 unidades tinham sido construídas.

Histórico operacional[editar | editar código-fonte]

  • União Soviética

Embora o Il-4 fosse apenas um bombardeiro médio, ele teve alcance suficiente para ser usado em missões estratégicas. O uso dos bombardeiros Il-4 neste papel não foi uma prioridade para a VVS, mas, no entanto, o Il-4 foi usado em vários ataques de bombardeamento de longo alcance contra Berlim , em 1941. Mais seria usado em missões com alcances mais reduzidos, muitas vezes, a adição de mais 1.000 kg (2,204 lb) de bombas sob as asas, além interna de 2.500 kg (5,512 lb), cortava bastante o alcance original.

  • Finlândia

Finlândia comprou quatro DB-3Fs capturados pelos alemão. Estes foram dados à Força Aérea finlandesa com os números de serie de DF-22 a DF-25 e voou de Bryansk, da Rússia para a Finlândia (uma aeronave, DF-22, foi destruída em rota e caiu perto do aeródromo Syeschtschinskaya). As aeronaves foram posteriormente para o esquadrão Nº 48 durante 1943 (DF-23, DF-24 e DF-25), assim como para o esquadrão Nº 46 durante 1944 (DF-23 e DF-24) e o para esquadrão N.º 45 por um curto período de tempo, em 1945 (DF-23), até que o último avião funcional, a aeronave entrou para depósito em 23 de Fevereiro de 1945. Após a guerra, DF-25 foi perdido em uma tempestade de neve, aterrou sobre o gelo e embateu na floresta Öja perto da cidade de Kokkola. A maioria das peças da aeronave foram resgatados e levados para um depósito.[8]

Operadores[editar | editar código-fonte]

Taiwan
  • Força Aérea da china nacionalista força de 24 aviões
 Finlândia
 Germany
 União Soviética
Regimentos em 1945-46:[9]
10 Guardas Bombardeiro Regimento de Aviação
290th Bombardeiro Regimento de Aviação
303rd Bombardeiro Regimento de Aviação (Zavitinsk, Oblast de Amur)
442nd Bombardeiro Regimento de Aviação (Belogorsk, Oblast de Amur)com a Il-4
outros regimentos
  • Soviética Da Aviação Naval


A Il-4 (1942)


Ver também[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento relacionado

Aviões similares

Notas

  1. Nome dado à aeronave durante a Guerra Fria.

Referências

  1. "Gunston">Gunston 1995, p.108
  2. a b Air International May 1986, p. 133.
  3. Gunston 1995, pp. 100–101.
  4. Gordon, Komissarov and Komissarov 2004, pp. 91–92.
  5. Gordon, Komissarov and Komissarov 2004, p. 92.
  6. a b Gunston 1995, p. 102.
  7. http://www.airvectors.net/avil4.html
  8. Keskinen et al. 1982, p. 79,94.
  9. http://www.ww2.dk/new/air%20force/division/bad/33bad.htm


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "From DB-3 To Il-4...The Soviet Long-Range Bomber: Part Two". Air International, Vol. 30, No. 3, March 1986. Bromley, UK: Fine Scroll. ISSN 0306-5634. pp. 133–138, 154–155.
  • Gordon, Yefim and Khazanov, Dmitri. Soviet Combat Aircraft of the Second World War, Volume 2: Twin-Engined Fighters, Attack Aircraft and Bombers. Earl Shilton, UK: Midland Publishing Ltd., 2006. ISBN 1-85780-084-2
  • Gordon, Yefim, Dmitriy Komissarov and Sergey Komissarov. OKB Ilyushin: A History of the Design Bureau and its Aircraft. London: Ian Allen, 2004. ISBN 1-85780-187-3.
  • Gunston, Bill. The Osprey Encyclopedia of Russian Aircraft 1875–1995. London: Osprey, 1995. ISBN 1-85532-405-9.
  • Keskinen, Kalevi; Stenman, Kari and Niska, Klaus. Suomen Ilmavoimien Historia 9, Venäläiset Pommittajat (Soviet Bombers). Espoo, Finland: Tietoteos, 1982. ISBN 952-99432-7-X.
  • Nowarra, Heinz J. and Duval, G.R. Russian Civil and Military Aircraft, 1884-1969. London: Fountain Press Ltd., 1971. ISBN 0-85242-460-4.
  • Stapfer, Hans-Heiri. Ilyushin Il-4 in Action (aircraft number 192). Carrollton, Texas: Squadron/Signal Publications, Inc., 2004. ISBN 0-89747-471-6.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

www.airvectors.net


Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.