Imigração de africanos para os Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Imigrantes Africanos (E.U.) Estados Unidos

Kwame Anthony Appiah Barack Obama
Osi UmenyioraCharlize Theron

População total

 1.035.253  [1][2][3]

Regiões com população significativa
Washington, D.C., Nova Iorque, Mineápolis, California
Línguas
Inglês (Várias formas de inglês africano, Inglês americano), Árabe, língua iorubá, axânti, Igbo, Francês, uolofe, suaíli, hauçá, Português, Crioulo cabo-verdiano, Espanhol, outras
Religiões
Cristianismo, Islão, Traditional, outras
Grupos étnicos relacionados
Sub-Saharianos, Afro-americanos, Nigeriano americano, Africanos,

Imigrantes Africanos, no âmbito deste artigo, são imigrantes recentes para os Estados Unidos vindos do continente África e seus descendentes.

Este grupo distingue-se dos Afro-americanos que são descendentes de negros que sobreviveram a era da escravidão dentro das fronteiras do atual Estados Unidos, bem como americanos com raízes em outras partes da Diáspora africana. O termo engloba apenas pessoas de ascendência africana recente. "Africano", no âmbito deste artigo refere-se a origens nacionais, em vez de filiação racial, tal como definido pelo Censo dos Estados Unidos.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sub-Saharan African Immigrants - U.S. Census
  2. US Census Bureau - People Born in Africa
  3. The two references differ: the first (2006) says 2.5 million (but roughly 800 thousand foreign born in Africa) presumably including US born children while the second (2000) says 800 thousand.