Imigração senegalesa no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Senegal Senegalês-brasileiros Brasil
População total

Número incerto, mais de 1.600 pedidos de refúgio[1]

Regiões com população significativa
Paraná
Rio Grande do Sul
Línguas
Francês, português brasileiro e línguas regionais senegalesas
Religiões
Islamismo

A imigração senegalesa no Brasil é recente. Apesar do Senegal não ter conflitos internos como vários países do continente africano, ainda é um dos países mais pobres do mundo (sendo um dos 25 países com o pior IDH), o que motiva os senegaleses a saírem de seu país em busca de vida melhor. O Brasil se tornou atraente para este povo a partir dos anos 2000, quando o país sul-americano começou a ter mais projeção no exterior. Nos anos 2010 o número de senegaleses apenas aumentou e, logo após os haitianos, são a segunda nacionalidade que mais entra no Brasil pelo Acre com ajuda de coiotes.

Muitos vão para as regiões sul[2] e sudeste junto com os haitianos a procura de emprego.

Referências