Imperatriz da Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Imperatriz da Sul
Fundação 25 de março de 2011 (8 anos)
Escola-madrinha Unidos de Vila Maria[1]
Cores
Azul
Amarelo
Vermelho
Branco
Símbolo Diamante e Coroa
Bairro Jardim Monte Azul[2]

Campo Limpo

Presidente Gill Santanna
Presidente de honra Antonio Carlos Rodrigues
Desfile de 2019
Enredo Imperiano é sambista, é da roça, é caipira sertanejo sim senhor!!!
Posição de desfile 2ª a desfilar
http://www.imperatrizdasul.com/

O Grêmio Recreativo Cultural Esportivo Social Escola de Samba Imperatriz da Sul é uma escola de samba da zona sul de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

Os preparativos para a criação da escola se deram no Centro Cultural, localizado na Praça do Campo Limpo, com algumas reuniões, que culminaram com a fundação em março de 2011.

Os símbolos da escola foram criados pelo designer gráfico Gill Santana, diretor social. Foi escolhida uma coroa imperial, cravejada por 75 pérolas; número esse que homenageia uma pessoa muito querida pelo design(um dos fundadores), além de um diamante vermelho. As cores, aprovadas posteriormente em assembleia, foram o azul, amarelo, vermelho e branco. O pavilhão conta com um círculo central branco, contornado por outro círculo vermelho, esse último está aplicado no nome a data da fundação da escola na cor dourada. Dentro do círculo central branco, apresenta-se aplicado o símbolo da escola representado pela coroa sobre o diamante vermelho. Ladeando os círculos apresentam-se 12 polígonos nas cores da agremiação, subdivididos cada um e repetindo-se três vezes seguindo esta ordem. A barra do pavilhão é composta por franja dourada contornando todo o seu perímetro.

O lançamento da escola foi prestigiado pelo político Antonio Carlos Rodrigues, presidente de honra da Mancha Verde[3], e que mais tarde também se tornaria presidente de honra da própria Imperatriz.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Gill Santanna Fundação-atualidade [4]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2013-2014 Celso Renato Teixeira Comissão Mestre Leal [4][5]
2015 Celso Renato Teixeira Comissão Leal [6]
2016 Comissão Alzemar, Ricardo, Amélia, Bene, Marcelo, Preto e Geraldo Marcio Bastos Mestrão [7]
2017 Comissão Comissão Marcio Bastos -Mestrão
2018 Danilson da Silva Comissão Marcio Bastos -Mestrão

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2015-2016 Raphael Rossi [7]
2017-2018 André Almeida

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2014 Wagner e Luana
2015 Wagner Araújo e Luana Sousa [6]
2016 Kaike - Swiane
2017 Wagner - Bruninha

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Ano Rainha Musa Ref.
2014 Elaine Nazaré Karen Cristina Fernandes
2015 Lucilia Julliana Oliveira
2016 Andressa Santana Yara
2017 Thawany Juliana - Juba
2018 Dayane Lavinía

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Imperatriz da Sul
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref
2013 4º Lugar 4-UESP Vida, fragrância, beleza... "flores", um presente da mãe-natureza!

Compositor:Du Oliveira

Celso Renato Teixeira Marquinhos Dikuã [4]
2014 Campeã 4-UESP O ministério da fofoca adverte: Fofoca boa é divulgação!

Compositor:Marquinhos Dikuã

Celso Renato Teixeira Marquinhos Dikuã [5]
2015 3º lugar 3-UESP Sete

Compositores: Aluísio Machado, Anderson Silva Poeta e Panta Presidente

Celso Renato Teixeira Sérgio Maciel [6]
2016 Vice-Campeã 3-UESP Efeito espelho: O poder da inversão e transformação. Nem tudo o que parece é! Celso Renato Teixeira Sérgio Maciel [7][8]
2017 12o Lugar 2- UESP Agora é que são elas! A História das mulheres que mudaram a história! Comissão de Carnaval Sérgio Maciel
2018 Campeã 2-UESP Africanidade! Seu Gingado, minha dança...seu batuque minha batucada! André Almeida/ Douglas Campos Sérgio Maciel [9]
2019 7º lugar 1-UESP Imperiano é sambista, é da roça, é caipira sertanejo sim senhor!!! Comissão de Carnaval [10]

Referências

  1. «Um sábado festivo no Campo Limpo». 17 de junho de 2011. Consultado em 19 de junho de 2012. Arquivado do original em 24 de maio de 2014 
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 24 de maio de 2014. Arquivado do original em 30 de abril de 2014 
  3. Antônio Carlos Rodrigues. «Escola de Samba Imperatriz da Sul». Consultado em 24 de maio de 2014. Arquivado do original em 24 de maio de 2014 
  4. a b c «Cópia arquivada». Consultado em 24 de maio de 2014. Arquivado do original em 21 de maio de 2014 
  5. a b «Cópia arquivada». Consultado em 24 de maio de 2014. Arquivado do original em 12 de março de 2014 
  6. a b c «Cópia arquivada». Consultado em 15 de maio de 2015. Arquivado do original em 18 de maio de 2015 
  7. a b c [1]
  8. «Cópia arquivada». Consultado em 15 de maio de 2015. Arquivado do original em 18 de maio de 2015 
  9. «Grupo 3». UESP. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  10. «Central do Carnaval 2019». SASP. Consultado em 25 de janeiro de 2019