Imre Nagy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Imre Nagy
Nascimento 7 de junho de 1896
Kaposvár
Morte 16 de junho de 1958 (62 anos)
Budapeste
Sepultamento Novo Cemitério Público, Plot 301, New Public Cemetery
Cidadania Hungria
Filho(s) Erzsébet Nagy
Ocupação político, diplomata, economista
Causa da morte forca

Imre Nagy (Kaposvár, 7 de junho de 1896Budapeste, 16 de junho de 1958) foi um líder comunista húngaro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Combateu pelo exército da Áustria-Hungria na Primeira Guerra Mundial. Trabalhou depois na secção húngara do Comintern.

Depois da ocupação da Hungria pelos soviéticos em 1945 na sequência da Segunda Guerra Mundial, Nagy tornou-se ministro da agricultura e ministro da justiça durante o período de purgas (1948-1953), mas pertenceu à liderança da ala reformista do Partido Comunista Húngaro após a morte de Stalin.[1]

Em outubro de 1956, tornou-se primeiro-ministro durante a revolução e concordou com medidas radicais anti-soviéticas.[1] Depois de as tropas soviéticas ocuparem a Hungria e esmagado pela força a Revolução Húngara de 1956, Nagy foi executado e enterrado secretamente em 1958.[1]

Referências

  1. a b c d Halázs, Gábor (16 de junho de 2017). «1958: Execução do então primeiro-ministro húngaro Imre Nagy». Deutche Welle. Consultado em 11 de junho de 2021 

Precedido por
Mátyás Rákosi
Primeiro-ministro da Hungria
4 de julho de 1953 - 18 de abril de 1955
Sucedido por
András Hegedüs
Precedido por
András Hegedüs
Primeiro-ministro da Hungria
24 de outubro de 1956 - 4 de novembro de 1956
Sucedido por
János Kádár