In My Place

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"In My Place"
Single de Coldplay
do álbum A Rush of Blood to the Head
Lado B "One I Love"
"I Bloom Blaum"
Lançamento 5 de agosto de 2002
Formato(s) 12", CD, cassete
Gênero(s) Rock alternativo
Duração 3:48
Gravadora(s) Parlophone (RU)
Composição Guy Berryman, Jonny Buckland, Will Champion, Chris Martin
Produção Ken Nelson, Coldplay
Certificação(ões)
Cronologia de Coldplay
"Don't Panic"
(2001)
"The Scientist"
(2002)

"In My Place" é uma canção da banda inglesa de rock alternativo Coldplay. A canção foi escrita por todos os membros da banda para o seu segundo álbum de estúdio, A Rush of Blood to the Head. A faixa é construída em torno de várias batidas de bateria, um carrilhão de guitarra e um coro. Foi lançado em 5 de agosto de 2002 como o primeiro single de A Rush of Blood to the Head e chegou a posição de número dois na UK Singles Chart e de número dezessete na Alternative Songs, dos Estados Unidos.

"In My Place" foi bem recebido pelos críticos. A canção foi elogiada por sua música e letras profundas. A canção ganhou na categoria de Melhor Performance de Rock por um Duo ou Grupo com Vocais no 45º Grammy Awards. O vídeo foi indicado para dois MuchMusic Video Awards em 2003 nas categorias Melhor Vídeo Grupal Internacional e Grupo Internacional Favorito.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista à revista Q, o vocalista do Coldplay, Chris Martin afirmou que "In My Place" era uma canção que foi deixada de lado do corte final de seu álbum de estreia, Parachutes (2000).[1][2] Quando a banda terminou de gravar seu segundo álbum, A Rush of Blood to the Head, Martin disse que o álbum já estava totalmente completo.[1] No entanto, o guitarrista Jonny Buckland tocou a canção em seu solo de guitarra, Martin disse que era o que eles precisavam para gravar e incluir definitivamente a faixa no álbum.[1] Martin também revelou que "Isso é sobre onde você se colocou no mundo, e como você está dando a sua posição, da maneira que você olha, e de que maneira você tem que ir em frente."[3]

Em uma entrevista, Buckland revelou que a canção foi difícil de gravar, depois que a banda tocou-a ao vivo.[4] Ele também comentou que quando eles começaram a gravar a canção, eles não sabiam como a música deveria soar, por mudanças de idéias constantes da banda.[4]

Composição[editar | editar código-fonte]

A canção começa com uma única colisão címbalo com dois compassos 4/4 de bateria, em seguida, três notas de rings de guitarra através de um ritmo descuidado, e logo em seguida, os vocais de Martin.[5][6] Sua instrumentação é variada, com o som da forte da bateria, um carrilhão de guitarra, um coro longo, e um arranjo de cordas.[5][6][7] A canção também possui um solo de guitarra lick swirl.[8][9]

As três linhas do terceiro verso alusão ao amor de um homem para uma mulher, que não retribui seu amor.[10] Ele diz que vai sempre esperar por ela, mas não acha que ela vai ficar onde está por muito tempo.[10] A letra mostra: "But I wait for you/if you go, if you go/leaving me here on my own/well I wait for you."[11] A letra da canção também incluem referências a um desejo de otimismo exaustivo.[12]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Coldplay lançou "In My Place" nos EUA e no RU em 5 de agosto de 2002 como o primeiro single do álbum.[13] O single vem acompanhado de dois B-side's: "One I Love" e "I Bloom Blaum".[14][15] A capa do single mostra características do guitarrista Jonny Buckland, arte feita por Sølve Sundsbø.[16]

"In My Place" conseguiu atingir a posição de número dois na UK Singles Chart em 17 de agosto de 2002,[17] mantido fora do topo por "Colourblind" de Darius Danesh.[18] Permaneceu na segunda posição até o dia 23 de novembro de 2002.[19] A banda quase conseguiu emplacar seu primeiro single no topo da parada.[20] Em 2005, "Speed of Sound", o primeiro single do terceiro álbum da banda, X&Y também chegou a posição de número dois, mas não conseguiu alcançar a primeira posição.[20] "Speed of Sound" foi um marco na carreira do Coldplay, single de maior sucesso até ser lançado "Viva la Vida", alcançando a primeira posição em 2008.[21] A canção alcançou a posição de número dezessete na Alternative Songs dos Estados Unidos, em 2002.[22]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Chris Martin cantando "In My Place" durante a Viva la Vida Tour em 2008.

As críticas foram positivas para a canção. Em uma revisão do álbum para a Entertainment Weekly, o crítico David Browne escreveu: "Canções como 'In My Place' e 'Warning Sign' deveriam se casar por causa da letra impregnada e impúlsiva, com lamentações e erros ('...You were an island / And I passed you by in the touching latter song') com melodias líricas e ganchos de guitarra que cintilam e brilham."[23] Adrien Begrand do PopMatters escreveu: "Quanto ao shimmering, o único consideravelmente lead-off é 'In My Place' que representa o momento mais fraco do álbum, você sabe que tem algo de extraordinário. Atualmente tomando o lugar de 'Yellow', 'In My Place' é outra canção e surpreendentemente simples realizado pela guitarra de Jon Buckland e um vocal sincero de Chris Martin. Realmente não deve ser muito, mas Coldplay conseguiu fazê-la muito bem. Quando Martin canta 'Please, please, please, come back and sing to me,' você se rende totalmente. E por que não? A canção é encantadora."[24] Amy M. Bruce da The Towerlight escreveu: "Com uma série de introspectivas canções de rock como 'In My Place' e 'God Put a Smile upon Your Face,' este álbum é digno de uma campanha publicitária que cerca o primeiro álbum da banda."[25] Jules Willis da BBC escreveu: "A segunda faixa, o mesmo que escreveu as letras de Parachutes, soa como um refúgio do álbum para o produtor de 'In My Place'. É uma canção pop fantástica que justifica o status de Coldplay como uma das bandas mais excitantes do Reino Unido."[26]

"In My Place" ganhou um Prêmio Grammy para Melhor Performance de Rock por um Duo ou Grupo com Vocais no Grammy Awards de 2003.[27][28] A canção foi nomeada para dois MuchMusic Video Awards para Melhor Vídeo Grupal Internacional e no voto popular: Grupo Internacional Favorito.[29]

Em 2003, "In My Place" foi incluída no álbum ao vivo do Coldplay, Live 2003.[30] A canção apareceu no episódio do ano de 2006 "Saving Jimmy", da série de televisão americana Cold Case.[31] A canção foi usada como uma canção de encerramento de um caso do ano de 2003.[31] A faixa apareceu novamente em um episódio da série de televisão Fastlane.[32] A canção também é destaque no jogo Guitar Hero 5 (2009).[33]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O vídeoclipe de "In My Place" foi dirigido por Sophie Muller e estreou em 17 de junho de 2002 na AOL.[5][34] Nele, apresenta uma performance da banda, em que a banda está tocando em uma enorme sala quase vazia. As duas mulheres presentes no fundo, eram membros da tripulação de vídeo: uma maquiadora/assistente de figurino e um comissário de vídeo.[5] O vídeo começa com a banda tocando, enquanto tocam, Chris Martin, que está sentado em um canto, se levanta e se junta a eles na música. Durante o vídeo, Martin canta diretamente para a câmera. Durante o solo de guitarra, Martin sobe uma escada até um casal no fundo, e conversa com eles um pouco, em seguida, retorna de volta para cantar o resto da canção. O vídeo termina com a banda terminando de cantar a canção.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "In My Place" (versão do vídeo) 3:48
2. "One I Love"   4:35
3. "I Bloom Blaum"   2:11

Todas as versões do single oficial incluiu o B-side, "One I Love".[4] A faixa foi gravada para o álbum A Rush of Blood to the Head, porém não entrou na lista final. Também é destaque no DVD Live 2003.[35]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

País/Parada (2002) Melhor
posição
 Austrália (ARIA) 23
 Canadá (Canadian Hot 100) 2
 Dinamarca (Hitlisten) 16
 Estados Unidos (Billboard Alternative Songs)[36] 17
 França (SNEP) 60
 Itália (FIMI)[37] 4
 Irlanda (IRMA) 2
 Noruega (VG-lista) 17
 Nova Zelândia (RIANZ) 24
 Polônia (ZPAV)[38] 1
 Reino Unido (The Official Charts Company)[39] 2

Notas e referências

  1. a b c «The State of Coldplay». Q. Agosto de 2002 
  2. Klein, Joshua (5 de agosto de 2002). «Coldplay set for stardom with blend of talent, fun». Chicago Tribune: 3 
  3. «Coldplay Ezine: Issue 6» (PDF). Coldplay.com. Consultado em 31 de agosto de 2008. 
  4. a b c «Coldplay Ezine: Issue 4» (PDF). Coldplay.com. Consultado em 31 de agosto de 2009. 
  5. a b c d Wiederhorn, Jon (12 de agosto de 2002). «Single Saves Coldplay». MTV News. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  6. a b Parker, Nigel (23 de agosto de 2002). «Coldplay's Rush is near-flawless». BBC News. BBC. Consultado em 29 de abril de 2009. 
  7. Cheal, David (12 de outubro de 2006). «Perfect Playlist: Coldplay». The Daily Telegraph: 030 
  8. McNamee, Paul (30 de julho de 2002). «Coldplay — In My Place». NME. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  9. Denning, Adrian. «Coldplay album reviews». Adrian Denning.com. Consultado em 1 de setembro de 2008. 
  10. a b «In My Place by Coldplay». Song Facts. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  11. «In My Place Lyrics». MTV. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  12. McCormick, Neil (1 de agosto de 2002). «Why I'm suddenly warming to Coldplay». The Daily Telegraph. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  13. «Coldplay Ezine: Issue 3» (PDF). Coldplay.com. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  14. Wiederhorn, Jon (3 de setembro de 2003). «Coldplay To Release Live DVD, CD». MTV News. Consultado em 3 de setembro de 2008. 
  15. «In My Place (B-Sides) by Coldplay». Yahoo! Music. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  16. «Coldplay Ezine: Issue 5» (PDF). Coldplay.com. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  17. Sexton, Paul (23 de junho de 2008). «Coldplay Dominates U.K. Album, Singles Charts». Billboard. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  18. «Darius Danesh Remains Atop UK Singles Chart». Pop Dirt. 12 de agosto de 2002. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  19. Jones, Alan (17 de agosto de 2002). «The official UK singles chart top 75.». Music Week. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  20. a b «Week Ending June 28, 2008». Yahoo! Music Blogs. 28 de junho de 2008. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  21. «Coldplay top US Billboard chart». BBC News. BBC. 19 de junho de 2008. Consultado em 10 de fevereiro de 2009. 
  22. «Artist Chart History — Coldplay». Billboard. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  23. Browne, David (2 de setembro de 2002). «A Rush of Blood to the Head — Music Review». Entertainment Weekly. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  24. Begrand, Adrien (6 de setembro de 2002). «Coldplay: A Rush of Blood to the Head». PopMatters. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  25. Bruce, Amy M. (2 de setembro de 2002). «Coldplay is not "Yellow" anymore». The Towerlight 
  26. Willis, Jules (20 de novembro de 2002). «Coldplay — A Rush of Blood to the Head». BBC Music. BBC. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  27. «The 2003 Grammys: Main winners». BBC News. BBC. 23 de fevereiro de 2003. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  28. «Complete list of Grammy winners». Associated Press. CNN: Showbiz/Music. 24 de fevereiro de 2003. Consultado em 2 de setembro de 2008. 
  29. Jeckell, Barry A. (21 de maio de 2003). «Our Lady Peace Leads Muchmusic Video Nominees». Billboard. All Business. Consultado em 10 de fevereiro de 2009. 
  30. Snodgrass, Michael (12 de novembro de 2003). «Coldplay Becomes Our Friend And Buys Us Ice Cream». The Buffalo News: N4 
  31. a b Tyler Bensinger and Paris Barclay (22 de outubro de 2002). «Saving Jimmy». Cold Case. Temporada 4. Episódio 74. No minuto 45. CBS 
  32. Kim Newton and Paris Barclay (25 de setembro de 2002). «Girls Own Juice». Fastlane. Temporada 1. Episódio 2. No minuto 60. Fox 
  33. «Activision Unveils Epic 85 Song Guitar Hero(R) 5 Set List Featuring Widest Variety of Today's...». Forbes. PR Newswire. 30 de julho de 2009. Consultado em 16 de outubro de 2009. 
  34. «Coldplay Give "Blood"». Rolling Stone. 14 de junho de 2002. Consultado em 4 de setembro de 2008. 
  35. Live 2003 (DVD). Capitol Records and Parlophone. 2003 
  36. «EUA Billboard Alternative Songs, histórico de posições por Coldplay». Billboard. Consultado em 18 de agosto de 2010. 
  37. «Coldplay - In My Place». Italian Singles Chart. Consultado em 23 de agosto de 2010. 
  38. http://lp3.polskieradio.pl/notowania/?numer=1073
  39. «Desempenho de 'In My Place' no Reino Unido». Chart Stats. Consultado em 18 de agosto de 2010. 

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Roach, Martin (2003). Coldplay: Nobody Said It Was Easy. Omnibus Press. ISBN 0-7119-9810-8.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]