In the Ghetto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"In the Ghetto"
Single de Elvis Presley
do álbum From Elvis in Memphis
Lançamento 14 de abril de 1969 (Estados Unidos)
Formato(s) Disco de vinil (45 rpm)
Gravação Janeiro de 1969
Gênero(s) Rock & Roll
Duração 2:45
Gravadora(s) RCA
Composição Mac Davis
Produção Chips Moman e Felton Jarvis
Cronologia de singles de Elvis Presley
Último
Último
"Memories"
(1969)
"Suspicious Minds"
(1969)
Próximo
Próximo

In the Ghetto ("No Gueto" em português) é uma canção de 1969 gravada por Elvis Presley que tornou-se um de seus maiores sucessos de crítica e público. É uma composição de Mac Davis que também compôs outras canções gravadas por Elvis: "A Little Less Conversation", "Memories" e etc. Foi lançada em single com "Any Day Now" de Burt Bacharach no "lado B", logo em seguida, também foi adicionada ao histórico álbum From Elvis in Memphis. Foi gravada na madrugada do dia 20 para o dia 21 de janeiro de 1969. A letra, que traz uma mensagem sobre a pobreza no mundo, é avaliada como uma das melhores de toda a carreira do rei do rock.

Na sua volta aos palcos em Las Vegas no mesmo ano, ele acabou por adicionar a canção em seu repertório. Inclusive, ensaiou muito no mês de julho de 1969 para que "In the Ghetto" tivesse o melhor arranjo possível.

A primeira gravação oficial ao vivo saiu no LP "Elvis In Person At The International Hotel", lançado primeiramente com o nome From Memphis To Vegas/From Vegas To Memphis, que trazia faixas gravadas em agosto de 1969. Essa versão é um pouco mais rápida do que a de estúdio, entretanto, não perdeu em nada em qualidade e charme. O vocal das "Sweet Inspirations" só faz brilhar ainda mais a qualidade da canção.

Depois de 1969, Elvis ainda a incluiu na temporada de fevereiro de 1970. Só que agora ela fazia parte de um "medley" com "Walk A Mile In My Shoes". Mais a frente Elvis voltou a ensaiá-la nos meses de julho e agosto de 1970 para o documentário chamado That's The Way It Is. A única filmagem oficial da canção ao vivo se realizou no dia 13 de agosto de 1970, essa versão, no entanto, fazia "medley" com "Don´t Cry Daddy". Apesar disso, ela já não era mais incluída em todos os espetáculos, permanecendo apenas em setembro de 1970 em alguns concertos, e raríssimas vezes em fevereiro de 1971. Já no ano de 1972, Elvis a cantou apenas uma vez, não existindo registro algum ao vivo logo após essa data.

Grammy[editar | editar código-fonte]

  • 1970 - Indicada ao Grammy na categoria de melhor canção contemporânea.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • In The Ghetto, segundo algumas fontes, teria sido oferecida primeiramente a nomes como Bill Medley, integrante do grupo The Righteous Brothers, e até mesmo a Sammy Davis, entretanto, nenhum dos dois chegou a gravá-la.
  • O título completo e original desta canção é "In The Ghetto (The Vicious Circle)", porém, ela foi lançada com o título parcial, no caso, omitindo o subtítulo, tudo com autorização prévia da RCA.

Regravações[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]