Indústria aeroespacial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O satélite AIM da NASA, sendo montado numa sala limpa.

Indústria aeroespacial é a atividade industrial envolvida na pesquisa, projeto, fabricação e operação de aviões, foguetes e outros veículos de transporte aéreo e espacial.

A indústria aeroespacial, abrange um campo muito amplo de atividades com aplicações nas áreas comercial, industrial e militar. Muitas fusões ocorreram nas indústrias aeroespacial e de defesa nas últimas décadas. Entre 1988 e 2010, mais de 5.452 fusões e aquisições ocorreram movimentando um total de US$ 579 bilhões.[1] As maiores transações incuíram: a fusão da Boeing com a McDonnell por US$ 13,4 bilhões em 1996,[2] Marconi Electronic Systems, uma subsidiária da General Electric, foi adquirida pela British Aerospace por US$ 12,9 bilhões em 1999[3] tornando-se a BAE Systems, e a Raytheon adquiriu a Hughes Aircraft por US$ 9,5 bilhões em 1997.

Lusofonia[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Statistics on Mergers & Acquisitions (M&A) - M&A Courses | Company Valuation Courses | Mergers & Acquisitions Courses
  2. «McDonnell Douglas Press Releases 96-317». Consultado em 17 de agosto de 2013.. Arquivado do original em 15 de junho de 2013 
  3. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 25 de março de 2011.. Arquivado do original (PDF) em 25 de agosto de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.