Independência ou Morte (frase)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

"Independência ou Morte" é um grito dito por vários líderes de países que indica que seu país está a postos para lutar contra quem o coloniza. Seus casos mais famosos são Brasil e Romênia.[carece de fontes?]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Independência ou Morte!, de Pedro Américo (óleo sobre tela, 1888).

No final de agosto de 1822, D. Pedro viajava para a província de São Paulo para acalmar a situação depois de uma rebelião contra José Bonifácio. Cabe salientar que não existe comprovação do ponto de vista historiográfico do Grito do Ipiranga , sendo mais provável que este tenha sido uma construção posterior à independência.

Ao voltar de Santos, parando às margens do riacho Ipiranga, D. Pedro de Alcântara recebeu uma carta com ordens de seu pai, para que ele voltasse para Portugal, se submetendo ao rei e às Cortes. Vieram juntas duas cartas, uma de José Bonifácio, que aconselhava D. Pedro a romper com Portugal, e a outra da esposa, Maria Leopoldina, apoiando a decisão do ministro. D. Pedro I, impelido pelas circunstâncias, pronunciou a expressão, rompendo os laços de união política com Portugal, em 7 de Setembro de 1822. Ao chegar na capital, Rio de Janeiro, foi aclamado Imperador, com o título de D. Pedro I. Este grito tem o nome de "Ipiranga" porque foi gritado junto ao rio Ipiranga.

Culminava o longo processo de emancipação, iniciado em 1808 com a vinda da família real. A 12 de outubro de 1822, D. Pedro foi aclamado imperador e coroado em 1 ° de dezembro.

Romênia[editar | editar código-fonte]

Descendentes do príncipe Mihai (Miguel) Viteazul, que reuniu os reinos da Moldávia, Valáquia e Transilvânia, gritaram isso para sair do posto de colonia da Hungria, em 1876. Isto ficou registrado no hino oficial da Romênia até hoje, Desperte, Romeno!.

Priviţi, măreţe umbre, Mihai, Ştefan, Corvine,
Româna naţiune, ai voştri strănepoţi,
Cu braţele armate, cu focul vostru-n vine,
"Viaţă-n libertate ori moarte!" strigă toţi.
[carece de fontes?]

Traduzindo,…

Olhai, vultos grandiosos, Miguel (Mihai Viteazul), Estevão (Estevão, o Grande), Corvino (João Corvino),
A romena nação dos vossos descendentes,
No braço armado a fogo dos vossos paladinos,
"Independência ou Morte!" bradamos veementes.

No caso da Grécia[editar | editar código-fonte]

Foi semelhante o grito: Eles teriam gritado "Liberdade ou morte" (Ελευθερία ή θάνατος) contra os otomanos. Cada sílaba corresponde a uma listra da bandeira grega (Ελ-ευ-θε-ρί-α ή θά-να-τος).