Independence Day

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "O Dia da Independência" redireciona para este artigo. Para o episódio de Chaves, veja O Dia da Independência (El Chavo del Ocho).
Independence Day
O Dia da Independência[1] (PT)
Independence Day[2] (BR)
 Estados Unidos
1996 •  cor •  145 min 
Direção Roland Emmerich
Produção Dean Devlin
Produção executiva Roland Emmerich
Ute Emmerich
William Fay
Roteiro Dean Devlin
Roland Emmerich
Elenco Will Smith
Jeff Goldblum
Bill Pullman
Margaret Colin
Vivica A. Fox
Mary McDonnell
Judd Hirsch
Robert Loggia
Randy Quaid
Alex sandro
James Rebhorn
Harry Connick, Jr.
Gênero filme de ação
filme de ficção científica
Música David Arnold
Figurino Joseph Porro
Cinematografia Karl Walter Lindenlaub
Edição David Brenner
Companhia(s) produtora(s) Centropolis Entertainment
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 2 de julho de 1996
Brasil 9 de agosto de 1996
Portugal 11 de outubro de 1996
Idioma inglês
Orçamento US$75 milhões[3][4]
Receita US$817,400,891[5]
Cronologia
Independence Day: Resurgence (2016)
Página no IMDb (em inglês)

Independence Day (Portugal: O Dia da Independência) é um filme estadunidense de 1996, do gênero ficção científica militar e de catástrofe, dirigido por Roland Emmerich, coautor do roteiro.

Conta a história de uma hipotética invasão alienígena à Terra, focando um grupo heterogêneo de pessoas no deserto de Nevada que, junto com o resto da população mundial, participa da última chance de contra-ataque da humanidade em 4 de julho - mesma data do feriado do Dia da Independência dos Estados Unidos.

O lançamento estava marcado para 3 de julho de 1996, mas devido à grande expectativa para o filme, muitos cinemas começaram a exibi-lo já na noite anterior, mesma data em que o enredo começa. A renda mundial bruta passou dos 816,9 milhões de dólares, a 2.ª maior da história do cinema até então.[carece de fontes?]. Hoje[quando?], ocupa a 55.ª posição na lista das maiores arrecadações de todos os tempos, superando outros filmes de catástrofes de grande escala e de ficção científica lançados na segunda metade da década de 1990. Independence Day também ganhou o Oscar de melhores efeitos visuais e também foi nomeado para melhor mixagem de som. 20 anos após Independence Day chegar aos cinemas, em 2016, foi lançada a continuação Independence Day: Resurgence.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.

O filme aborda uma maciça invasão alienígena na Terra, onde um imenso objeto com um quarto do tamanho da Lua é identificado na órbita do nosso planeta. Logo em seguida, todas as emissoras de TV começam a transmitir com grandes falhas, como interferências, chuviscos e distorções. O operador de TV a cabo, David Levinson (Jeff Goldblum) detecta um estranho sinal no sistema de satélites terrestre. Enquanto isso, em Washington, o presidente Thomas J. Withmore (Bill Pullman) reúne-se com o General Grey (Robert Loggia), o Secretário de Defesa dos Estados Unidos e a assessora de imprensa, Constance Spano (Margaret Colin), e inicialmente concordam que o objeto seja um cometa ou um meteoro. O Serviço Secreto dos Estados Unidos informa que o objeto tinha se colocado na órbita da Terra, e uma parte dele havia se "quebrado" em 36 pedaços, que embora fossem pequenos em relação ao corpo inicial, tinham mais de vinte quilômetros de diâmetro. Estes objetos desconhecidos rapidamente começam a adentrar na atmosfera e aparecem em algumas regiões da Terra, como no Deserto Setentrional Iraquiano, na Costa da Califórnia, na cidade de Novosibirsk, Rússia e outras localidades. Logo as 36 naves começam a se posicionar sobre importantes edifícios das grandes metrópoles do mundo, como Nova Iorque (Empire State Building), Washington, DC (Casa Branca), Los Angeles (US Bank Tower), Nova Deli (Taj Mahal), Paris (Torre Eiffel), Londres (Big Ben), Moscou (Catedral de São Basílio), Berlim (Torre Alex), Tóquio (Dieta Nacional), Roma (Basílica de São Pedro), Jerusalém (Cúpula da Rocha).

O Capitão Hiller (Will Smith) é chamado para trabalhar no meio do feriado, devido ao aparecimento das espaçonaves. David liga para Constance, que era sua antiga namorada, pedindo ajuda, mas ela o ignora. Então, procura a ajuda do pai, Julius Levinson (Judd Hirsch), para ir até Washington conversar com o presidente. Já em Washington, David telefona para o número particular de Constance e consegue acesso a Casa Branca. Enquanto isso, a Força Aérea dos Estados Unidos é chamada para uma missão de reconhecimento e boas-vindas a nave que paira sobre Washington. Apesar das desavenças antigas que tinha com o presidente-Por achar que tinha um caso com Constance-, David consegue avisá-lo de que os ETs estavam se preparando para o ataque, e este ordena a evacuação das cidades atingidas. Neste mesmo momento, os alienígenas respondem às mensagens de boas-vindas, destruindo os helicópteros da Força Aérea. Os alienígenas lançam em sequência um ataque sobre os principais edifícios das cidades, destruindo-as totalmente. O presidente, David, Constance e praticamente todos conseguem sair de Washington a tempo, antes que a cidade fosse destruída. Em Los Angeles, Jasmine Dubrow (Vivica A. Fox), esposa de Hiller, seu filho Dylan e seu cão Boomer, conseguem se livrar da explosão entrando num abrigo para pedreiros dentro de um túnel. Entretanto, a Primeira-dama Marilyn Whitmore não consegue sair a tempo e é atingida pela explosão.

A 3 de Julho, uma contraofensiva aérea é lançada contra as naves destruidoras sem sucesso, devido ao fato de estas possuírem escudos de proteção. Mas Hiller consegue se salvar e leva um dos alienígenas para o Presidente. Com a notícia de que o Comando de Defesa Aérea foi destruído, matando o vice-presidente e todos os senadores, o Secretário de Defesa sugere um contra-ataque nuclear. Ocorre uma grande confusão, que culmina com a descoberta que a nave que caiu em Roswell em 1947 era, na verdade, um Caça alienígena do mesmo exército dos invasores. Então, todos são levados à Área 51, a base militar mais secreta do planeta. O alienígena capturado por Hiller é levado para estudos na mesma base e, durante esta, ataca os cientistas e lança um ataque psicótico contra o Dr. Okun (Brent Spiner). Quando questionado pelo presidente sobre os motivos de estar invadindo a Terra, lança um novo ataque contra o presidente. Os militares matam o alienígena a tiros. O presidente, então, decide lançar um contra-ataque nuclear, aviões b-2 disparam um míssil nuclear contra a nave em Houston, porém, este também falha, devido aos escudos das naves. Enquanto isso, Jasmine e alguns outros sobreviventes, incluindo a primeira-dama, vão para a base militar de El Toro e a veem destruída. Hiller, entretanto, chega à base e consegue levar os sobreviventes para a Área 51. O presidente fica feliz em rever sua mulher, porém descobre que ela tem uma hemorragia interna incurável e acaba morrendo.

A 4 de Julho, o Dia da Independência dos Estados Unidos, David consegue elaborar um vírus de computador capaz de desativar os escudos das naves. Ele e Hiller usam a nave capturada nos anos 40 para irem até a nave-mãe alienígena, que se encontra na órbita terrestre. De lá, eles lançam no sistema alienígena o vírus, que desativa os escudos das naves e permite que os exércitos do mundo todo ataquem com sucesso as naves alienígenas. O exército que é enviado para destruir a nave que pairava sobre a Área 51 falha, porém, Russel Case (Randy Quaid), após se despedir de seus filhos, lança seu avião contra a arma principal da nave e consegue destruí-la. Logo depois, David e Hiller disparam um míssil nuclear no cockpit da nave-mãe e a destroem. Toda a civilização da Terra se alegra pelos exércitos terem destruído os alienígenas, e, na cena final, os principais personagens do filme se reúnem para ver os destroços da nave-mãe adentrando à atmosfera.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Enquanto promovia Stargate na Europa, Emmerich teve a ideia do filme após lhe perguntarem se acreditava na existência de vida alienígena. Ele e Devlin decidiram depois incorporar um ataque em grande escala no roteiro ao perceberem que os extraterrestres, na maioria dos filmes de invasão ao nosso planeta, viajam longas distâncias no espaço e apenas ficam escondidos quando chegam à Terra. A fotografia principal do filme começou em julho de 1995 em Nova Iorque, e foi oficialmente concluído em 20 de junho de 1996.[carece de fontes?]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Após seu lançamento, Independence Day recebeu elogios por seu visual e senso de diversão, mas críticas negativas para o seu roteiro. O Rotten Tomatoes relata uma pontuação de 61%, com base em 59 comentários, com o consenso, "A trama é fina junto com o desenvolvimento do caráter, mas como uma emocionante filme de verão cheio de espetáculo, Independence Day [consegue] proporcionar."[6] No Metacritic, o filme tem uma pontuação de 59 em 100, com base em 19 críticos, indicando "críticas mistas ou médias".[7] Os críticos reconheceram o filme como uma "gafe", caracteres "estereotipados"[7] e de diálogo fraco.[7] No entanto, a cena da destruição da Casa Branca foi declarada um marco em efeitos visuais e uma das cenas mais memoráveis da década de 1990.[8][9]

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Indicado
Academy Awards
Categoria Melhor Som (Chris Carpenter, Bill W. Benton, Bob Beemer e Jeff Wexler)[carece de fontes?]
Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films
Categoria Melhor Ator (Jeff Goldblum e Will Smith)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Figurino (Joseph A. Porro)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Música (David Arnold)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Atuação de Ator Jovem (James Duval)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Ator Coadjuvante (Brent Spiner)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Atriz Coadjuvante (Vivica A. Fox)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Roteirista (Dean Devlin e Roland Emmerich)[carece de fontes?]
Awards of the Japanese Academy
Categoria Melhor Filme em Lingua Estrangeira[carece de fontes?]
BAFTA
Categoria Melhor Som (Chris Carpenter, Bill W. Benton, Bob Beemer, Jeff Wexler, Sandy Gendler e Val Kuklowsky)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Realização em Efeitos Visuais Especiais (Tricia Henry Ashford, Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil)[carece de fontes?]
Cinema Audio Society
Categoria Melhor Realização em mixagem de som para um filme (Chris Carpenter, Bob Beemer, Bill W. Benton e Jeff Wexler)[carece de fontes?]
Hugo
Categoria Melhor Apresentação Dramática[carece de fontes?]
Kids' Choice Awards
Categoria Melhor Ator Will Smith[carece de fontes?]
MTV Movie Awards
Categoria Melhor Ator (Will Smith)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Sequência de Ação[carece de fontes?]
Categoria Melhor Performance Revelação (Vivica A. Fox)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Filme[carece de fontes?]
Framboesa de Ouro
Categoria Pior filme escrito faturando mais de US$ 100 milhões (Dean Devlin e Roland Emmerich)[carece de fontes?]
Young Artist Awards
Categoria Melhor Performance de Ator Adolescente ou Criança (Ross Bagley)[carece de fontes?]
  • Venceu
Academy Awards
Categoria Melhor Efeitos Visuais Especiais (Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil)[carece de fontes?]
Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films
Categoria Melhor Diretor (Roland Emmerich)[carece de fontes?]
Categoria Melhor Filme de Ficção Científica[carece de fontes?]
Categoria Melhor Efeitos Visuais Especiais (Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil) [carece de fontes?]
Amanda Awards
Categoria Melhor Filme Estrangeiro (Roland Emmerich)[carece de fontes?]
BMI Film & TV Awards
Categoria Prêmio BMI Film Music David Arnold[carece de fontes?]
Blockbuster Entertainment Awards
Categoria Melhor Ator de Ficção Científica (Will Smith)[carece de fontes?]
Czech Lions
Categoria Prêmio Box Office[carece de fontes?]
Golden Screen
Categoria Prêmio Golden Screen[carece de fontes?]
Categoria Prêmio Golden Screen com 1 estrela[carece de fontes?]
Categoria Prêmio Golden Screen com 2 estrelas[carece de fontes?]
Grammy Awards
Categoria Melhor Composição Instrumental escrita para filme (David Arnold)[carece de fontes?]
International Monitor Awards
Categoria Efeitos Visuais Eletrônicos Andrea D'Amico, Greg Kimble, Lawrence Littleton, Kenneth Littleton, Jennifer German e Michael Peterson[carece de fontes?]
Kids' Choice Awards
Categoria Melhor Filme[carece de fontes?]
MTV Movie Awards
Categoria Melhor Beijo Will Smith e Vivica A. Fox[carece de fontes?]
Mainichi Film Concours
Categoria Melhor Filme em Lingua Estrangeira Roland Emmerich[carece de fontes?]
People's Choice Awards
Categoria Melhor Filme Dramático[carece de fontes?]
Satellite Awards
Categoria Melhor Edição David Brenner[carece de fontes?]
Categoria Melhor Efeitos Visuais Volker Engel e Douglas Smith [carece de fontes?]
Sci-Fi Universe Magazine
Categoria Melhor Ator de Ficção Científica Will Smith[carece de fontes?]
Categoria Melhor Cinematografia Karl Walter Lindenlaub[carece de fontes?]
Categoria Melhor Diretor Roland Emmerich[carece de fontes?]
Categoria Melhor Filme de Ficção Científica[carece de fontes?]
Categoria Melhor Trilha Sonora para um Filme David Arnold[carece de fontes?]
Categoria Melhor Atriz Coadjuvante Vivica A. Fox[carece de fontes?]
Categoria Melhor Efeitos Especiais Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil[carece de fontes?]
Categoria Melhor Roteirista Dean Devlin e Roland Emmerich[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «O Dia da Independência». Portugal: SapoMag. Consultado em 22 de novembro de 2018 
  2. «Independence Day». Brasil: CinePlayers. Consultado em 22 de novembro de 2018 
  3. "Independence Day." Box office mojo.com. Retrieved on September 25, 2007.
  4. Independence Day (1996) Synopsis Rotten Tomatoes.
    "Com um orçamento de US$71 milhões dolares e alucinantes efeitos especiais..."
  5. «Independence Day (1996)». Box Office Mojo. Consultado em 17 de novembro de 2013 
  6. «Independence Day (1996)» (em inglês). www.rottentomatoes.com. Consultado em 1 de julho de 2016 
  7. a b c «Independence Day» (em inglês). www.metacritic.com. Consultado em 1 de julho de 2016 
  8. «Visual and Special Effects Film Milestones» (em inglês). www.filmsite.org. Consultado em 1 de julho de 2016 
  9. «Film History of the 1990s» (em inglês). www.filmsite.org. Consultado em 1 de julho de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.