Inga sessilis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaIngá-de-linhares
Ocorrência: (?) - Atualidade
Inga sessilis Taub56.png
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Whittaker & Margulis,1978
Reino: Plantae
Haeckel, 1866[1]
Sub-reino: Viridiplantae
Cavalier-Smith, 1981
Filo: Tracheophyta
Sinnott, 1935 Ex Cavalier-Smith, 1998 - Flowering Plants
Subfilo: Euphyllophytina
Infrafilo: Radiatopses
Kenrick & Crane, 1997
Classe: Magnoliopsida
Brongniart, 1843 - Dicotyledons
Subclasse: Rosidae
Takhtajan, 1967
Superordem: Fabanae
Dahlgren Ex Reveal, 1993
Ordem: Fabales
Bromhead, 1838
Família: Fabaceae
Lindley, 1836 - Bean Family
Subfamília: Mimosoideae
Tribo: Ingeae
Género: Inga
Miller, 1754
Espécie: I. sessilis
Nome binomial
Inga sessilis[2] 1831
(Vellozo) 1829 Martius
Espécie-tipo
Inga sessilis (Vellozo) Martius
(Vellozo) Martius
Distribuição geográfica
Locais onde foram feitas coletas desde 1983
Locais onde foram feitas coletas desde 1983
Sinónimos
Mimosa sessilis Vellozo (1831);

Inga calycina Benth. (1845);

Feuilleea sessilis (Vell.) Kuntze (1891)


Inga sessilis é uma espécie vegetal da família Fabaceae. Árvore de porte pequeno que diferentemente das outras de seu gênero, ela é encontrada em solos de pouca umidade do Brasil.

Segundo a IUCN[3] é encontrada na Argentina e no Brasil.

Já para o CEP (Centro de Estudos e de Pesquisas[4]) a Inga sessilis é conhecida como Ingá de linhares com altura de 22 metros até o topo da copa, com fuste (tronco) de 5 metros de altura sendo cilíndrico e torto, e CAP de 60 cm, com diâmetro da copa de 11 metros, com casca áspera, com botão verde claro e flor branca de 4 cm de diâmetro, com exsudação de seiva incolor, e encontrada no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e na Bahia, sendo encontrado a 1900 metros de altitude no maciço do Itatiaia, no Estado do Rio de Janeiro.

Para Schott[5] é encontrada no Rio de Janeiro.

Para a Embrapa[6] os nomes populares são:

  • angá em São Paulo;
  • ingá em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, em São Paulo e no Paraná;
  • ingá-açu-amarelo na Bahia;
  • ingá-arqueado em São Paulo;
  • ingá-carneiro no Paraná;
  • ingá-de-macaco no Paraná, em Santa Cararina e no Rio Grande do Sul;
  • ingá-graúdo no Paraná;
  • ingá-peludo em Santa Catarina;
  • ingá-veludogrande em Santa Catarina;
  • ingazeiro em São Paulo.


Coleções[editar | editar código-fonte]

Identificadores[editar | editar código-fonte]

  • Biodiversity Heritage Library NamebankID: 2865171
  • Catalogue of Life Accepted Name Code: ILD-26343
  • CEP ID: A00223
  • Global Biodiversity Information Facility Taxonkey: 000045 GBIF45336939
  • Globally Unique Identifier: urn:lsid:ipni.org:names: 8188
  • GRIN Nomen Number: 416878
  • International Plant Names Index (IPNI) ID: 128540-2
  • IUCN ID: 38294
  • MoBot NameID:
  • Zipcode Zoo Species Identifier: 430058


Referências

  1. (em alemão) Haeckel, Ernst Heinrich Philipp August (1866). Generale Morphologie der Organismen. Berlin: Verlag von Georg Reimer. pp. vol.1: i–xxxii, 1–574, pls I–II; vol. 2: i–clx, 1–462, pls I–VIII 
  2. MARTIUS, C. F. P. von (1829). Flora brasiliensis, Stuttgartiae et Tubingae: Sumptibus, J. G. Cottae, .
  3. (em inglês) World Conservation Monitoring Centre 1998. Inga hispida. In: IUCN 2010. 2006 IUCN Red List of Threatened Species. Version 2010.1. Acessado em 18 de maio de 2010.
  4. (em português) Catálogo da Coleção Botânica do CEP (2001). São Paulo: editora HMP
  5. (em latim) MARTIUS; EICHLER; URBAN (ORG.) (1840 e 1906). Flora Brasiliensis, Vol 15 Part 2 pag. 493. Alemanha.
  6. (em português) CARVALHO, Paulo Ernani Ramalho; (2006). Circular Técnica, [http://www.cnpf.embrapa.br/publica/circtec/edicoes/circ-tec123.pdf Vol 123 pag. 2]. Brasil.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Inga sessilis
Ícone de esboço Este artigo sobre leguminosas (família Fabaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.