Inhambu-chororó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaInhambu-choróró
Crypturellus parvirostris 2.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Tinamiformes
Família: Tinamidae
Género: Crypturellus
Espécie: C. parvirostris
Nome binomial
Crypturellus parvirostris
(Wagler, 1827)

Crypturellus parvirostris, popularmente Inhambu-chororó[1][2],(em inglês: "Small-billed tinamou") também conhecida popularmente no Brasil por lambú, nambú, lambú-pé-roxo, inambuzinho,perdiz e xororó, é a menor espécie do seu gênero, medindo cerca de 19 cm. É uma ave de vasta distribuição geográfica no Brasil, habitando campos sujos, capoeiras, plantações e divisas de pastos. Terrícola, alimenta-se de sementes. É ave cinegética. No Brasil ocorre nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste, e no Norte em parte do Estado do Amazonas. Também é encontrado no Peru, Bolívia, Paraguai e Argentina.

Sua vocalização consiste numa sequência de notas em escala descendente. Adapta-se bem ao cativeiro, tendo ótima capacidade de reprodução, o que favorece ao repovoamento em áreas naturais.

Há pouco dimorfismo entre os sexos, tendo a fêmea o bico vermelho-carmim intenso, e maior porte. O macho tem o bico escurecido na ponta e vermelho esmaecido na base (imagem ao lado). A vocalização entre os dois sexos também é diferenciada.

Sua postura consiste em 4 ou 5 ovos de coloração rósea.

Referências

  • MASSARIOLI, MARCOS, 2003 UNIABC-SP. Tinamiformes do Brasil. Artigo Científico.