Inhaumense Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Inhaumense
Inhaumense FC.jpg
Nome Inhaumense Football Club
Alcunhas Terrível Team Alvinegro de Inhaúma
Fundação 21 de abril de 1918
Competição extinto


Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
editar

Inhaumense Football Club é uma agremiação esportiva extinta, fundada a 21 de abril de 1918 como São Thiago Football Club. O clube ficava localizado no bairro suburbano de Inhaúma. Sua antiga fachada pertence hoje a um boteco.

História[editar | editar código-fonte]

Sua Sede e campo ficavam no Caminho dos Pilares, 207, no Bairro de Inhaúma. Seu primeiro presidente foi Arnaldo Torres.

A equipe alvinegra participou das competições promovida pela Liga Suburbana de Sports Athleticos (L.S.S.A.), e depois Liga Suburbana de Football (LSF), sempre ficando entre os primeiros colocados. Nessas competições enfrentou equipes que viriam a disputar a elite do futebol carioca, como o Modesto Football Club, Engenho de Dentro Atlético Clube, Vila Isabel Futebol Clube, Confiança Atlético Clube, Olaria Atlético Clube, Bonsucesso Futebol Clube e Progresso Football Club.

Dentre esses oponentes o maior rival foi o Modesto. Tanto é verdade que após uma partida em 1922, quando o Modesto sofreu para vencer o Inhaumense por 4 a 3, nos seus domínios, a imprensa passou a chamar a equipe de: “Terrível Team Alvinegro de Inhaúma“. Nesse ano o o Inhaumense terminou com o vice-campeonato.

O time base de 1920-21: Luiz; Menezes (Trincheira) e Eduardinho (Machado); França (Moscatel), Franklin e Durval ( J. Santos); Waldemar (Aguiar), Januário, Bahianinho (Nilton), Zeca e Hugnot)

Time base de 1922: Rangel; Peres e Neves; França, Ataliba e Zecca I; Biusca, Petisca, Zecca II, M. Pinho e Marcelino.

Em 1923, o Inhaumense Football Club fez fusão com o Sport Club Everest, que no ano seguinte disputou pela primeira e única vez o Campeonato Carioca da 1ª Divisão, e pôs um ponto final na sua vida futebolística.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • ALMEIDA, Auriel de. Camisas do futebol carioca. Rio de Janeiro: Maquinária, 2014.
  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.

Referências