Iniciativas Breakthrough

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Radiotelescópio usado pelo programa Breakthrough.

Iniciativas Breakthrough (Iniciativas Inovadoras) é um programa de 100 milhões de dólares, fundado em 2015 e financiado por Yuri Milner, para procurar evidências de inteligência extraterrestre ao longo de um período de pelo menos dez anos. O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, é o outro diretor de iniciativas inovadoras.[1] O programa é dividido em vários projetos.[2][3]

Breakthrough Listen[editar | editar código-fonte]

Breakthrough Listen é parte da iniciativa coordenada pelos membro do conselho, o físico, Stephen Hawking e Mark Zuckerberg para "escutar" vida extraterrestre inteligente no Universo.[2][4][5] Esse projeto foi descrito como a pesquisa mais abrangente para as comunicações alienígenas até o ano de 2015.[4] Breakthrough Listen permitirá que novos levantamentos de dados de ondas de rádio e ópticas possam ocorrer usando os mais avançados telescópios.[6][7] Os instrumentos utilizados estão entre os mais poderosos do mundo. Eles são 50 vezes mais sensíveis do que os telescópios existentes dedicados à busca de inteligência.[8]

Em novembro de 2019, os dados obtidos pelo TESS serão repassados a um especialista que trabalha com o Breakthrough Listen, que fará suas próprias verificações usando suas próprias instalações parceiras em todo o mundo - incluindo o famoso telescópio australiano de Parkes. A parceria também ajudará a refinar a estratégia de análise do Breakthrough Listen, usando novas informações sobre os alinhamentos planetários para determinar quando as transmissões provavelmente ocorrerão.[9] Um dos benefícios que o TESS traz é a capacidade de estudar planetas consideravelmente mais próximos da Terra do que os vistos pelo Kepler, possibilitando assim a busca por transmissões mais fracas. Outro é o fato de que os instrumentos TESS podem detectar apenas um tipo de planeta que apresenta vantagens quando se trata de busca de transmissões de rádio.[10]

A iniciativa anunciou, em um briefing da mídia em 14 de fevereiro de 2020 em Seattle, Washington, a divulgação pública de dados de uma busca por emissão de rádio cósmica, bem como pesquisas para investigar as technological signatures of extraterrestrial civilizations.[11]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2017, o projeto lançou seu primeiro conjunto de resultados, cobrindo as observações de 692 estrelas próximas em frequências de 1-2Ghz.[12] Essas observações incluíram 11 eventos que passaram o limiar de significância, mas concluiu que todos eles eram consistentes com interferência de radiofrequência.[13][14] O projeto planeja continuar publicando resultados atualizados aproximadamente a cada 6 meses.[12] Em agosto, de acordo com um estudo,[15] a equipe do projeto observou 15 Rajadas de Rádio Rápidas, ou FRBs (em inglês), provenientes de uma galáxia anão localizada a três bilhões de anos-luz de distância, esta foi a primeira vez que as FRBs repetidos foram vistas provenientes dessa fonte nessas frequências.[16] Em setembro de 2018, os algoritmos de aprendizado de máquina aplicados para escutar dados do Green Bank Telescope encontram 72 novas rajadas de rádio rápidas emanadas do "repetidor" FRB 121102.[17]

Breakthrough Message[editar | editar código-fonte]

Mensagem Breakthrough é um concurso internacional aberto a todos para criar mensagens que podem ser lidas por uma civilização avançada.[18] É uma ideia do físico Stephen Hawking e do russo, Yuri Milner.[2][4] A competição tem como objetivo incentivar o debate sobre o que e como se comunicar com possíveis seres inteligentes fora da Terra. Mensagem Breakthrough não tem um plano para enviar essas mensagens; em vez disso, o programa é uma maneira de aprender sobre as possibilidades e limitações associadas com a correspondência interestelar.[19] Ela procura incentivar a discussão global sobre as questões éticas e filosóficas do envio de mensagens para o espaço. B se comprometeram a não transmitir qualquer mensagem até que tenha havido um amplo debate em altos níveis da ciência e da política sobre os riscos e benefícios de entrar em contato com civilizações avançadas.[20][21]

A mensagem deve estar em formato digital, e deverá representar a humanidade e o planeta Terra. O grupo de prêmios para as melhores mensagens totaliza US $1.000.000,00.[22]

Breakthrough Starshot[editar | editar código-fonte]

Conferência, em agosto de 2016.

Os cientistas foram capazes de investigar vários métodos para fazer uma viagem interestelar. O primeiro estudo de projeto conceitual, conhecido como "Project Dragonfly" (Projeto Libélula), foi organizado pela Iniciativa para Estudos Interestelares (i4iiS) em 2013[23]. O conceito pedia o uso de lasers para acelerar uma vela e espaçonave a 5% da velocidade da luz, alcançando Alpha Centauri em cerca de um século. Em um artigo recente, uma das equipes que participaram do concurso de design avaliou a viabilidade de sua proposta de propulsão vela de luz e vela magnética[24]. Em 2014, uma competição para projetar uma espaçonave que seria capaz de alcançar a Alpha Centauri dentro de 100 anos usando tecnologias existentes ou de curto prazo. Os quatro finalistas apresentaram seus projetos em um workshop realizado na Sociedade Interplanetária Britânica em julho de 2015. O conceito apresentado pela equipe da Universidade Técnica de Munique venceu[25]. O projeto apresentado pela equipe da Universidade da Califórnia, em San Diego, evoluiu subseqüentemente para o design do Breakthrough Starshot da Breakthrough Initiatives[26][27]. Essa iniciativa visa desenvolver e demonstrar novas tecnologias que permitirão o voo espacial não tripulado a 20 por cento da velocidade da luz, na esperança de lançar as bases para uma missão para Alpha Centauri, o sistema estelar mais próximo.[28] O professor Avi Loeb diz que o objetivo pode ser obtido através do envio de raio laser da Terra que poderia teoricamente impulsionar velas espaciais esféricas e, eventualmente, enviar de volta fotografias dos exoplanetas de Alpha Centauri.[29].

Yuri Milner anunciou que o programa Breakthrough concebeu uma missão de baixo custo com financiamento privado para Encélado[30][31].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «The Ties That Bind Facebook's Libra». Wired (em inglês). ISSN 1059-1028 
  2. a b c Feltman, Rachel (20 de julho de 2015). «Stephen Hawking announces $100 million hunt for alien life». Washington Post. Consultado em 20 de julho de 2015 
  3. Lee Billings. «Stephen Hawking and Yuri Milner Announce $100M Initiative to Seek ET» (em inglês). scientificamerican.com. Consultado em 19 de setembro de 2017 
  4. a b c Merali, Zeeya (20 de julho de 2015). «Search for extraterrestrial intelligence gets a $100-million boost. Russian billionaire Yuri Milner announces most comprehensive hunt for alien life.». Nature News. Consultado em 20 de julho de 2015 
  5. RUNDLE, MICHAEL (22 de julho de 2015). «$100m Breakthrough Listen is 'largest ever' search for alien civilisations». Wired. Consultado em 20 de julho de 2015 
  6. Billings, Lee (20 de julho de 2015). «Stephen Hawking and Yuri Milner Announce $100M Initiative to Seek ET» (em inglês). Scientific American. Consultado em 22 de julho de 2015 
  7. «Milner Hawking Global Science Initiative» (em inglês). Livestream. 20 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015. Arquivado do original (webcast) em 22 de julho de 2015 
  8. Billings, Lee (2016). «LISTEN» (em inglês). Iniciativas Breakthrough. Consultado em 24 de abril de 2017 
  9. «'It's exciting': Scientists announce powerful development in hunt for alien life». 7NEWS.com.au (em inglês). 31 de outubro de 2019. Consultado em 4 de novembro de 2019 
  10. Williams, Matt (26 de outubro de 2019). «Breakthrough Listen and NASA Team Up to Look for Signs of Extra-Terrestrial Intelligence!». Universe Today (em inglês). Consultado em 4 de novembro de 2019 
  11. «Looking for aliens who might be looking for us». Tech Explorist (em inglês). 16 de fevereiro de 2020. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  12. a b «Breakthrough Listen Initiative Publishes Initial Results» 
  13. «The Breakthrough Listen Search for Advanced Life: 1.1-1.9Ghz Observations of 692 Nearby Stars» (PDF) 
  14. Dados brutos publicados on-line
  15. FRB 121102: Detection at 4 - 8 GHz band with Breakthrough Listen backend at Green Bank por Gajjar, Vishal et al, publicado pelo "Astronomer's Telegram" (2017)
  16. BREAKTHROUGH DETECTS REPEATING FAST RADIO BURSTS COMING FROM DISTANT GALAXY por Matt Williams (2017)
  17. «ARTIFICIAL INTELLIGENCE HELPS BREAKTHROUGH LISTEN FIND NEW FAST RADIO BURSTS». breakthroughinitiatives.org. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  18. RUNDLE, MICHAEL (20 de julho de 2015). «$100m Breakthrough Listen is 'largest ever' search for alien civilisations». Wired. Consultado em 20 de julho de 2015 
  19. The search for ET has been going on for years. So what do we know so far? por Jonti Horner - 22 de julho de 2015 na (CNN)
  20. Billings, Lee (20 de julho de 2015). «Stephen Hawking and Yuri Milner Announce $100M Initiative to Seek ET» (em inglês). Scientific American. Consultado em 22 de julho de 2015 
  21. «Milner Hawking Global Science Initiative» (em inglês). Livestream. 20 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2015. Arquivado do original (webcast) em 22 de julho de 2015 
  22. Read the Inspiring ‘Questions of Existence’ Letter from the World’s Greatest Thinkers por Matt Vella na revista Time em 20 de julho de 2015
  23. «Initiative for Interstellar Studies». Initiative for Interstellar Studies (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2019 
  24. «Project Dragonfly: Sail to the stars». Acta Astronautica (em inglês). 154: 311–319. 1 de janeiro de 2019. ISSN 0094-5765. doi:10.1016/j.actaastro.2018.05.018 
  25. «Project Dragonfly: A feasibility study of interstellar travel using laser-powered light sail propulsion». Acta Astronautica (em inglês). 129: 316–324. 1 de dezembro de 2016. ISSN 0094-5765. doi:10.1016/j.actaastro.2016.09.030 
  26. «Breakthrough Initiatives». breakthroughinitiatives.org. Consultado em 6 de janeiro de 2019 
  27. Williams, Matt (13 de dezembro de 2018). «Exactly How We Would Send our First Laser-Powered Probe to Alpha Centauri». Universe Today (em inglês). Consultado em 6 de janeiro de 2019 
  28. Suddenly, Alpha Centauri is a Popular Destination por Elizabeth Howell, publicado por "AIRSPACEMAG.COM" (2017)
  29. Hannah Devlin. «Breakthrough Starshot: getting to Proxima Centauri b – Science Weekly podcast». The Guardian 
  30. «A New Space Age | The Economist Events». events.economist.com (em inglês). Consultado em 5 de fevereiro de 2018 
  31. «Russian Billionaire Wants to Launch a Private Mission to Enceladus». Popular Mechanics (em inglês). 14 de novembro de 2017 



Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.