Inimigo do povo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A expressão inimigo do povo é uma designação fluida, aplicada, em diferentes contextos históricos, por determinado grupo ou classe social aos seus adversários políticos. A designação implica que os "inimigos" em questão estão agindo contra a sociedade como um todo, sendo similar à noção de "inimigo do Estado".

História[editar | editar código-fonte]

A origem expressão remonta à Roma Antiga e está presente no Direito Romano, na figura do hostis publicus (geralmente traduzida como "inimigo público"), que era o indivíduo que praticava a destruição violenta, sendo, por isso, equiparado ao soldado inimigo, que luta contra a república com armas em mãos.

O conceito de inimigo público foi usado na Revolução Francesa na expressão "inimigo do povo", para descrever os inimigos do regime, durante o Terror. Já no século XX, a expressão foi incorporada à terminologia soviética[1] e aparece já em 1917, em decreto assinado porLênin, Trotski e Stalin, entre outros, e publicado em 11 de dezembro daquele ano. O decreto colocava fora da lei o Partido Constitucional Democrata (Kadet), explicitando: [2]

"Os líderes do partido Kadet, partido dos inimigos do povo, devem ser presos e conduzidos ao tribunal revolucionário."

Lênin aplicou essa fórmula contra os kadets e os socialistas revolucionários; Stalin a estendeu aos próprios comunistas. Durante o stalinismo, a luta contra os "inimigos do povo" era considerada como parte da luta de classes, no processo de construção do comunismo, e tinha como alvos os indivíduos considerados contrarrevolucionários, diversionistas, espiões, sabotadores etc.

Literatura[editar | editar código-fonte]

O uso da expressão na literatura tem como exemplo mais notório a peça de Henrik Ibsen, "Um Inimigo do Povo", de 1882.

Referências

  1. Benedikt Sarnov,Our Soviet Newspeak: A Short Encyclopedia of Real Socialism., Moscow: 2002, ISBN 5-85646-059-6 (Наш советский новояз. Маленькая энциклопедия реального социализма.)
  2. (em francês) Rapport secret de Nikita Khrouchtchev (1956). Présenté au XXe Congrès du Parti Communiste de l'Union soviétique. "Ennemi du Peuple" Annotations -14

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]