Instanciação existencial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Na lógica de predicados, instanciação existencial (também chamada como eliminação existencial)[1][2][3] é uma regra de inferência válida, onde dada um fórmula da forma ,  pode-se inferir como um novo símbolo de constante ou variável denotada por c. A regra tem a restrição de que a constante ou variável c que forem introduzidas pela regra, devem ser um novo termo que não ocorreu no início da prova.

A regra denotada em notação formal:

onde 'a' é um termo arbitrário que não tem sido parte da prova até agora.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Hurley, Patrick.
  2. Copi and Cohen
  3. Moore and Parker