Instituto Norueguês de Cinema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Instituto Norueguês de Cinema
Filmens hus, a sede do instituo em Oslo
Fundação 3 de maio de 1955
Estado legal Agência governamental
Sede Oslo, Noruega
Línguas oficiais Norueguês
Filiação Ministério da Cultura e Assuntos Eclesiásticos
CEO Sindre Guldvog
Empregados 100
Sítio oficial www.nfi.no

O Instituto Norueguês de Cinema (em português) ou Norsk filminstitutt (em norueguês)[1] é uma agência governamental norueguesa de incetivo a indústria cinematográfica da Noruega filiada ao Ministério da Cultura e Assuntos Eclesiásticos.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O instituto foi fundado em 3 de maio de 1955 pelo Parlamento da Noruega após uma sequência de medidas para estabilizar o cinema no país pós Segunda Guerra Mundial.[3] Em 1993, a Direção Nacional de Cinema foi incorporada ao instituto, que ajudou a melhor sua capacidade de preservar e restaurar produções audiovisuais, distribuir e exibir filmes.[2] A sede da companhia foi transferida para uma casa de cinema no centro de Oslo além de incorporar a cinemateca local em 1994.[3] Em 2001, com o baixo número de admissões no cinemas noruegueses, coube ao instituto o papel de divulgação internacional dos filmes nacionais.[3] Três anos depois, a agência lançou um serviço de video-on-demand para a distribuição por banda larga digital de filmes norueguês, sendo a primeira no mundo a realizar tal ação.[2] Um "'novo' Instituto Norueguês de Cinema" surgiu em 2008 com a fusão das instituições Fundo do Cinema Norueguês, Desenvolvimento do Cinema Norueguês e Comissão do Cinema Norueguês.[3][4]

Funções[editar | editar código-fonte]

A agência é responsável pela preservação, restauração, bem como exibição, financiamento e distribuição de filmes tanto em escolas, bibliotecas, outras instituições e no mercado privado.[2][5] Para a preservação, a empresa arquiva seus filmes na divisão da Biblioteca Nacional da Noruega na cidade de Mo i Rana em um compartimento de segurança máxima,[6] além de ser afiliada a Federação Internacional de Arquivos de Filmes.[3] A companhia também organiza anualmente o Festival de Cinema para Jovens Realizadores de Amandus em Haugesund desde 1987.[1][5] O instituo investe desde 2001 3 milhões de coroa norueguesas para realizar exibições cinematográfica em escolas em toda a Noruega.[5] Para incentivar os jovens a produção de filmes e música, bem como a escrever resenhas, a companhia também criou um website (www.mzoon.no).[5]

Referências

  1. a b Instituto Norueguês do Cinema. «Festivais de cinema». Noruega.org.br. Consultado em 5 de janeiro de 2015.. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2004 
  2. a b c d Instituto Norueguês do Cinema. «Cinema norueguês: objectivos e organização». Noruega.org.br. Consultado em 5 de janeiro de 2015.. Cópia arquivada em 27 de março de 2008 
  3. a b c d e «A Brief History of the Norwegian Film Institute» (em inglês). Instituto Norueguês de Cinema. 8 de abril de 2011. Consultado em 5 de janeiro de 2015. 
  4. Instituto Norueguês do Cinema. «Instituições públicas que apoiam a produção cinematográfica norueguesa». Noruega.org.br. Consultado em 5 de janeiro de 2015.. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2004 
  5. a b c d Instituto Norueguês do Cinema. «As crianças e o cinema». Noruega.org.br. Consultado em 5 de janeiro de 2015.. Cópia arquivada em 21 de março de 2008 
  6. Agence France-Presse (11 de dezembro de 2014). «Lost 1927 Disney Christmas film found in Norway». The Guardian (em inglês). Consultado em 5 de janeiro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]