Instituto Politécnico de Macau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Politécnico de Macau
澳門理工學院
Macau Polytechnic Institute
IPM
Lema Ab scientia ad veritatem
普專兼擅 中西融通
Knowledge, expertise and global vision
(Dilatar o conhecimento técnico-científico com base nas culturas da China e do Ocidente)
Fundação 16 de setembro de 1991 (26 anos)
Tipo de instituição Instituição de ensino superior
Localização Rua de Luís Gonzaga Gomes, Zona de Aterros do Porto Exterior, Macau,  China
Funcionários 299[1]
Docentes 232[1]
Presidente Professor Lei Heong Iok
Total de estudantes 3 000[2]
Graduação 306
Campus Urbano
Vice presidente Yin Lei
Página oficial www.ipm.edu.mo/pt/index.php

O Instituto Politécnico de Macau (IPM; em chinês: 澳門理工學院; em inglês: Macau Polytechnic Institute) é uma instituição pública de ensino superior situada na Freguesia da Sé, Macau, na República Popular da China.[3][4]

História[editar | editar código-fonte]

O Instituto Politécnico de Macau foi fundado a 16 de Setembro de 1991 em Macau, quando ainda estava sob administração portuguesa.[5]. Teve a sua primeira sede nas antigas instalações da Autoridade Monetária de Macau junto da Caixa Escolar, defronte à Escola Primária Pedro Nolasco. O Professor Doutor Pedro Orlando Rodrigues MD, PhD. foi requisitado inicialmente pelo Engº Carlos Melancia como Presidente da Comissão Instaladora para implementar uma Faculdade de Ciências Médicas na Universidade da Ásia Oriental.Com a indigitação posterior do General Rocha Viera para Governador do território, foi solicitada, pelo Governo do Território à Universidade Nova de Lisboa, Portugal, que o Prof. Pedro O. Rodrigues, MD, PhD. continuasse em comissão de serviço para fundar "uma Instituição de Ensino Superior para formar os quadros locais para o período de transição para a República Popular da China". Sendo o Prof. Pedro O. Rodrigues, MD, PhD. natural de Macau, médico e professor de Medicina com longos anos de experiência em várias instituições universitárias, centros de investigação e hospitalares em Portugal, Espanha e Canada, criou uma Comissão Instaladora constituída por uma equipa dinâmica e conhecedora das realidades sócio-económicas e políticas de Macau. Foram criadas de raiz todos os Estatutos, Procedimentos, Regras e o "Logo" a serem implementadas no IP de Macau, bem como as estruturas académicas (Presidência e Conselho Técnico-científico), administrativas e de gestão e organizou-se o seu corpo docente por concurso público. As aulas iniciaram-se em salas de ensino do Colégio D. Bosco e, Escola Primária Pedro Nolasco em horário pós-laboral; nas instalações da Companhia de Electricidade de Macau (CEM), KC Wong Building da Universidade da Ásia Oriental adquirida depois pelo Governo de Macau e denominada Universidade de Macau; e nas instalações da sua sede, após remodelações indispensáveis. A dinâmica empreendida pela presidência e directores das suas Escolas Superiores junto do público alvos (Empresas, Escolas Secundárias e dos seus Directores, e Serviços Públicos) permitiram alcançar uma quota de mercado muito significativo e inesperado. O Presidente do IP de Macau tendo assento no Conselho dos Institutos Politécnicos Portugueses, em 1992 organizou, pela primeira vez em Macau, uma Semana Académica com a presença de todos os presidentes dos Politécnicos Portugueses e do Presidente do Conselho dos Politécnicos, bem como dos mais altos representantes académicas e institucionais de Guandong/Cantão, RP da China, com as quais o IP de Macau mantém cooperação e programas de mútuo reconhecimento académico e profissional.

Faculdades[editar | editar código-fonte]

  • Escola Superior de Artes
  • Escola Superior de Ciências Empresariais
  • Escola Superior de Saúde
  • Escola Superior de Línguas e Tradução
  • Escola Superior de Educação Física e Desporto
  • Escola Superior de Administração Pública

Referências

  1. a b «教職人員 (Academic & Administrative Staff)» (PDF) (em chinês e inglês). Instituto Politécnico de Macau 
  2. «課程與學生 (Programmes & Students)» (PDF) (em chinês e inglês). Instituto Politécnico de Macau 
  3. «Instituto Politécnico de Macau». Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau 
  4. «Instituto Politécnico de Macau». Imprensa Oficial de Macau 
  5. «Decreto-Lei n.º 49/91/M». Imprensa Oficial de Macau. 16 de setembro de 1991 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Instituto Politécnico de Macau
Ícone de esboço Este artigo sobre Macau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.