Institutos históricos e geográficos do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Institutos históricos e geográficos do Brasil
Capa da Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), a primeira do gênero criada no país
Período
1838 ao presente
Objetivos
Pesquisa, proteção da memória, difusão do conhecimento sobre história e geografia nacional, regional ou local, constituição e proteção de acervos históricos

Os institutos históricos e geográficos do Brasil foram as principais instituições brasileiras de pesquisa, memória, difusão do conhecimento sobre história e geografia do país, constituição e proteção de acervos históricos anteriores à criação das universidades, arquivos históricos, institutos de pesquisa e periódicos científicos no século XX. Sucederam as academias literárias e científicas que existiram no Brasil no século XVIII (como a Academia Brasílica dos Esquecidos, a Academia Brasílica dos Renascidos e a Academia Científica do Rio de Janeiro) e primeira metade do século XIX (algumas das quais tiveram a finalidade de construir histórias da América Portuguesa) e somaram-se às sociedades científicas fundadas no Brasil no século XX.[1][2][3]

A partir do século XX, passaram a coexistir, no Brasil, academias e sociedades científicas, institutos históricos e geográficos, universidades e institutos de pesquisa, além de muitas outras instituições dedicadas à ciência, arte e cultura. Os institutos históricos e geográficos do Brasil possuem grande importância na preservação e estudo das memórias e das culturas locais e vários deles são responsáveis pela manutenção de publicações, bibliotecas, arquivos e museus abertos ao público (físicos e/ou virtuais), somando-se às universidades e outras instituições nessa tarefa.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Após a fundação do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (Rio de Janeiro, 1838), que lançou o primeiro periódico publicado por esse tipo de instituição foi a Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (originalmente denominada Revista Trimestral do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro), os primeiros institutos históricos e geográficos estaduais do Brasil foram o Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico Pernambucano (Recife, 1862), o Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (Maceió, 1869) e o Instituto do Ceará (Fortaleza, 1887).[4] Os institutos históricos e geográficos municipais do Brasil são bem posteriores aos estaduais, tendo sido os primeiros o Instituto Histórico e Geográfico Paranaguá (Paranaguá, 1931), o Instituto Histórico de Petrópolis (Petrópolis, 1838) e o Instituto Histórico e Geográfico de Santos (Santos, 1938).

A partir de então surgiram, no Brasil, dezenas de institutos históricos e geográficos, representando províncias/estados ou municípios, além de instituições congêneres relacionadas à história, geografia, genealogia e cultura Ao longo do século XX, com o surgimento das universidades e instituições governamentais de pesquisa, esses institutos perderam a exclusividade do conhecimento e da pesquisa nessas áreas, porém tornaram-se importantes instituições de pesquisa, memória e difusão do conhecimento sobre história e geografia de municípios e estados brasileiros, vários deles responsáveis pela manutenção de publicações, bibliotecas, arquivos e museus (físicos e/ou virtuais) abertos ao público, somando-se às universidades nessa tarefa.

A partir do século XX, passaram a coexistir, no Brasil, academias e sociedades científicas, institutos históricos e geográficos, universidades e institutos de pesquisa, além de muitas outras instituições dedicadas à ciência, arte e cultura.[1]

Os institutos históricos e geográficos continuaram se multiplicando no Brasil no século XXI (o mais recente é o Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns, fundado em 2012), porém já a partir do final do século XX, essas instituições passaram a ter maiores dificuldades em sua manutenção, por depender principalmente do seu patrimônio, da contribuição dos seus associados e do apoio de outras instituições, muitas vezes governamentais. Por isso, alguns sistemas de governo da atualidade estão criando formas de proteção aos institutos históricos e geográficos estaduais ou municipais, como é o caso do Estado de São Paulo, que aprovou a Lei Estadual nº 13.853, de 3 de dezembro de 2009,[5] que autoriza o Poder Executivo a conceder auxílio financeiro aos institutos históricos e geográficos do Estado.[6]

Sistema Nacional de Institutos Históricos[editar | editar código-fonte]

Existe uma mobilização de parte significativa dos institutos históricos e geográficos do Brasil, no sentido de criar uma rede de integração e colaboração, visando seu fortalecimento, desenvolvimento, compartilhamento de soluções e adaptação aos modos de vida no século XXI.[1] Destaca-se, nessa mobilização, a criação do Cadastro Nacional dos Institutos Históricos e do Cadastro Nacional de Pesquisadores Brasileiros Vinculados aos Institutos Históricos, aprovados no II Colóquio de Institutos Históricos Brasileiros (Rio de Janeiro, 2002), visando a criação do futuro Sistema Nacional de Institutos Históricos, conforme proposta do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.[7]

No Estatuto Social do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro consta, como um dos seus objetivos (Título I, Art. 2º, inciso d): “interagir com seus congêneres estaduais, para o desenvolvimento do Sistema Nacional de Institutos Históricos, criado pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro — IHGB, por ocasião do I Colóquio Nacional de Institutos Históricos (1998)”.[8]

O Colóquio de Institutos Históricos do Estado do Rio de Janeiro, tem como objetivo "reunir as instituições municipais fluminenses dedicadas ao estudo e a pesquisa da história no estado, fortalecendo assim, o Sistema Nacional de Institutos Históricos, coordenado pelo IHGB".[9] A iniciativa vem sendo seguida em outros estados: em Porto Alegre já foi realizado, em 2010, o I Encontro dos Institutos Históricos e Geográficos do Rio Grande do Sul, que reuniu as oito instituições dessa categoria no estado para discutir sua situação.[10]

Por outro lado, uma parte dos institutos históricos e geográficos do Brasil mantém-se isolada dos demais, atuando apenas localmente e evitando integrar-se aos modos de vida no século XXI, entre eles a comunicação e a internet, o que faz com que seja difícil encontrar informações sobre sua história e atuação, inviabilizando, em vários casos, até a localização de seu ano de fundação.[1]

Lista dos institutos históricos e geográficos do Brasil[editar | editar código-fonte]

A relação dos institutos históricos e geográficos do Brasil deste artigo foi inicialmente baseada na relação de institutos congêneres disponibilizada pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro,[11] complementada com aquelas indicadas pela Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia,[12] pelo Cadastro Nacional de Entidades Custodiadoras de Acervos Arquivísticos[13] e outros,[14][15][16] acrescida das instituições recentemente fundadas, com atualização de suas respectivas páginas oficiais e ligações para seus artigos na Wikipédia em português ou na Web, quando existentes.

Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Instituição Sigla Cidade-sede Estado Ano de

fundação

Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro[17] IHGB Rio de Janeiro RJ 1838

Institutos históricos e geográficos estaduais[editar | editar código-fonte]

Instituto Histórico e Geográfico de Goiás
Instituição Sigla Ano de

fundação

Cidade-sede Estado
Instituto Arqueológico Histórico e Geográfico Pernambucano[18] IAHGP 1862 Recife PE
Instituto do Ceará[19] IC 1887 Fortaleza CE
Instituto Geográfico e Histórico da Bahia[20] IGHB 1894 Salvador BA
Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas[21] IGHA 1917 Manaus AM
Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas[22] IHGAL 1869 Maceió AL
Instituto Histórico e Geográfico de Goiás[23] IHGG 1932 Goiânia GO
Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso IHGMT 1919 Cuiabá MT
Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais[24] IHGMG 1907 Belo Horizonte MG
Instituto Histórico e Geográfico de Rondônia IHGRO 1979 Porto Velho RO
Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina[25] IHGSC 1896 Florianópolis SC
Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo[26] IHGSP 1894 São Paulo SP
Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe[27] IHGSE 1912 Aracaju SE
Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal[28] IHGDF 1964 Brasília DF
Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo IHGES 1916 Vitória ES
Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão[29] IHGM 1925 São Luís MA
Instituto Histórico e Geográfico do Mato Grosso do Sul IHGMS 1978 Campo Grande MS
Instituto Histórico e Geográfico do Paraná[30] IHGPR 1900 Curitiba PR
Instituto Histórico e Geográfico do Pará IHGP 1900 Belém PA
Instituto Histórico e Geográfico do Rio de Janeiro[31] IHGRJ 1957 Rio de Janeiro RJ
Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte IHGRN 1902 Natal RN
Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul[32] IHGRS 1920 Porto Alegre RS
Instituto Histórico e Geográfico Paraibano[33] IHGP 1905 João Pessoa PB
Instituto Histórico e Geográfico do Piaui[34] IHGPI 1918 Teresina PI

Institutos históricos e geográficos municipais[editar | editar código-fonte]

Instituto Histórico e Geográfico de Iguape
Instituição Sigla Ano de

fundação

Cidade-sede Estado
Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana IHGFS 2004 Feira de Santana BA
Instituto Histórico e Geográfico de Alegre[35][36] IHGA-ES 1999 Alegre ES
Instituto Histórico e Geográfico de Caxias[37] IHGC 2003 Caxias MA
Instituto Histórico e Cultural de Arceburgo[38] IHCA 1985 Arceburgo MG
Instituto Histórico e Geográfico de Campanha[39][40] IHGC 1969 Campanha MG
Instituto Histórico e Geográfico de Juiz de Fora[41] IHGJF 1956 Juiz de Fora MG
Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros[42] IHGMC 2006 Montes Claros MG
Instituto Histórico e Geográfico do Ciclo do Ouro[43] IHGECO 1995 Sabará MG
Instituto Histórico e Geográfico de Salinas[44][45] IHGS 1983 Salinas MG
Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei[46] IHG-SJDR 1970 São João del-Rei MG
Instituto Histórico e Geográfico de Tiradentes[47] IHGT 1977 Tiradentes MG
Instituto Histórico de Patos de Minas IHPM Patos de Minas MG
Instituto Histórico e Geográfico de Barra do Garças[48] IHGBG 2003 Barra do Garças MT
Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres[49] IHGC 2002 Cáceres MT
Instituto Histórico e Geográfico de Chapada dos Guimarães IHGCG Chapada dos Guimarães MT
Instituto Histórico e Geográfico de Dom Aquino[50] IHGDA 2005 Dom Aquino MT
Instituto Histórico e Geográfico de Luciara[51] IHGL 2003 Luciara MT
Instituto Histórico e Geográfico de Poconé[52] IHGP 2005 Poconé MT
Instituto Histórico e Geográfico de Primavera do Leste IHGPL Primavera do Leste MT
Instituto Histórico e Geográfico de Rondonópolis IHGR Rondonópolis MT
Instituto Histórico e Geográfico de Santo Antônio do Leverger[53] IHGSAL 2004 Santo Antônio do Leverger MT
Instituto Histórico e Geográfico de São Félix do Araguaia[54] IHGSFA 2003 São Félix do Araguaia MT
Instituto Histórico e Geográfico de Tangará da Serra[55] IHGTS 2004 Tangará da Serra MT
Instituto Histórico e Geográfico de Várzea Grande[56][57] IHGVG 2003 Várzea Grande MT
Instituto Histórico e Geográfico de Campina Grande IHGCC 1948 João Pessoa PB
Instituto Histórico de Patos IHGP Patos PB
Instituto Histórico e Geográfico de Solânea[58] IHGS 2003 Solânea PB
Instituto Histórico de Igarassu[59] IHI 1953 Igarassu PE
Instituto Histórico de Jaboatão[60] IHGJ 1973 Jaboatão dos Guararapes PE
Instituto Histórico de Olinda[61] IHO 1951 Olinda PE
Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns[62] IHGG 2012 Garanhuns PE
Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão[63][64] IHGVSA 1950 Vitória de Santo Antão PE
Instituto Histórico de Oeiras[65] IHO 1972 Oeiras PI
Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Parnaíba[66] IHGGP 2000 Parnaíba PI
Instituto Histórico e Geográfico de Guarapuava IHGG 2008 Guarapuava PR
Instituto Histórico e Geográfico de Palmeira[67] IHGP 1955 Palmeira PR
Instituto Histórico e Geográfico Paranaguá[68][69] IHGP 1931 Paranaguá PR
Instituto Histórico e Geográfico de Campos dos Goytacazes[70] IHGCG 1991 Campos dos Goytacazes RJ
Instituto Histórico da Câmara Municipal de Duque de Caxias[71][72] IHCMDC 1973 Duque de Caxias RJ
Instituto Histórico e Geográfico de Macaé[73] IHGM 1993 Macaé RJ
Instituto Histórico e Geográfico de Niterói[74] IHGN 1973 Niterói RJ
Instituto Histórico e Geográfico de Paraiba do Sul IHGPS 1992 Paraíba do Sul RJ
Instituto Histórico e Artístico de Paraty IHAP 1976 Parati RJ
Instituto Histórico de Petrópolis[75] IHP 1938 Petrópolis RJ
Instituto Histórico e Geográfico de São Gonçalo IHG-SG 1995 São Gonçalo RJ
Instituto Histórico e Geográfico de Vassouras IHGV 2003 Vassouras RJ
Instituto Histórico e Geográfico de Getúlio Vargas[76] IHGGV 1995 Getúlio Vargas RS
Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas[77] IHGPEL 1982 Pelotas RS
Instituto Histórico e Geográfico de Santo Ângelo IHGSA Santo Ângelo RS
Instituto Histórico e Geográfico de Santo Antônio da Patrulha IHGSAP 2001 Santo Antônio da Patrulha RS
Instituto Histórico e Geográfico de São Leopoldo IHGSL São Leopoldo RS
Instituto Histórico e Geográfico de São Luiz Gonzaga IHGSLG 1984 São Luiz Gonzaga RS
Instituto Histórico e Geográfico do Vale do Taquari[78] IHGVT 1986 Vale do Taquari RS
Instituto Histórico e Geográfico de Lages[79] IHGL 2006 Lages SC
Instituto Histórico e Geográfico de Guarujá-Bertioga[80] IHGGB 1958 Guarujá SP
Instituto Histórico e Geográfico de Iguape IHGI Iguape SP
Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba[81] IHGP 1967 Piracicaba SP
Instituto Histórico e Geográfico de Santos[82] IHGS 1938 Santos SP
Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente IHGSV 1959 São Vicente SP
Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba[83] IHGGS 1954 Sorocaba SP

Instituições congêneres do Brasil[editar | editar código-fonte]

Instituição Sigla Ano de

fundação

Cidade-sede Estado
Academia de História de Itajubá AHI Itajubá MG
Círculo de Estudos Bandeirantes[84] CEB 1929 Curitiba PR
Academia Barramansense de História[85][86][87] ABH 1998 Barra Mansa RJ
Academia Itatiaiense de História[88][89] ACIDHIS 1992 Itatiaia RJ
Espaço Cultural José Carlos de Barcelos[90] ECJCB Quissamã RJ
Academia Resendense de História[91] ARDHIS 1992 Resende RJ
Academia de História Militar Terrestre do Brasil[92] AHIMTB 1996 Resende RJ
Instituto de Geografia e História Militar do Brasil[93][94] IGHMB 1936 Rio de Janeiro RJ
Instituto Histórico e Genealógico Norte Fluminense IHGNF São João da Barra RJ
Academia Nacional de Medicina[95] ANM 1829 Rio de Janeiro RJ
Colégio Brasileiro de Genealogia[96] CBG 1950 Rio de Janeiro RJ
Instituto de Pesquisas e Análises Históricas e de Ciências Sociais da Baixada Fluminense[97] IPAHB 1999 São João de Meriti RJ
Fundação Casa Dr. Blumenau[98][99] FCDB 1972 Blumenau SC
Academia Paulista de História APH 1972 São Paulo SP
Academia Paulistana da História[100] APH 1977 São Paulo SP
Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia[101] ABPHG 1993 São Paulo SP
Instituto de Estudos Valeparaibanos[102] IEV 1973 Lorena SP
Instituto Martius-Staden[103] IMS 1916 São Paulo SP

Instituições congêneres internacionais[editar | editar código-fonte]

Instituição Sigla Ano de

fundação

País
Academia Boliviana de la Historia[104] ABH 1929 Bolívia
Academia Chilena de la Historia[105] ACH 1933 Chile
Academia Colombiana de la Historia[106] ACH 1902 Colombia
Academia de Geografía e Historia de Costa Rica[107] AGHCR 1940 Costa Rica
Academia de Geografía e Historia de Guatemala[108] AGHG 1923 Guatemala
Academia Dominicana de la Historia[109] ADH 1931 República Dominicana
Academia Mexicana de la Historia[110] AMH 1835 México
Academia Nacional de Historia del Ecuador ANHE 1909 Equador
Academia Nacional de la Historia (Instituto Historico del Peru)[111] ANH 1905 Peru
Academia Nacional de la Historia de Venezuela[112] ANHV 1888 Venezuela
Academia Nacional de la Historia de la República Argentina[113] ANH 1893 Argentina
Academia Panameña de la Historia[114] APH 1931 Panamá
Academia Paraguaya de la Historia[115] APH 1895 Paraguai
Academia Portuguesa da História[116] APH 1936 Portugal
Academia Puertorriqueña de la Historia[117] APH 1934 Porto Rico
Academia Salvadoreña de la Historia ASH 1922 El Salvador
Comissão Histórica Nacional das Filipinas[118] CHNF 1973 Flag of the Philippines.svg Filipinas
Instituto Histórico y Geográfico del Uruguay IHGU 1843 Flag of Uruguay.svg Uruguai
Real Academia de la Historia[119] RAH 1738 Espanha

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Guardiões da memória: Institutos históricos e geográficos completam 120 anos». Consultado em 31 de março de 2019 
  2. Fortuna, Cláudia Prado (4 de agosto de 2007). «Os institutos históricos e geográficos e alguns discursos sobre os negros na história da nação». Patrimônio e Memória. 7 (1): 101–117. ISSN 1808-1967 
  3. Callari, Cláudia Regina (2001). «Os Institutos Históricos: do Patronato de D. Pedro II à construção do Tiradentes». Revista Brasileira de História. 21 (40): 59–82. ISSN 0102-0188. doi:10.1590/S0102-01882001000100004 
  4. Litoral, Folha do. «Institutos Históricos e Geográficos no Brasil». folhadolitoral.com.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  5. SÃO PAULO (Estado) (3 de dezembro de 2009). «Lei Estadual nº 13.853». www.al.sp.gov.br. Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Consultado em 3 de abril de 2019 
  6. «Aprovado projeto de auxílio a institutos históricos e geográficos». www.al.sp.gov.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  7. «Cadastro de Pesquisadores - IHGB - Instituto Histórico Geográfico Brasileiro». ihgb.org.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  8. «Estatuto do IHGRJ». IHGRJ. Consultado em 4 de abril de 2019 
  9. «Institutos históricos do Rio debatem patrimônio cultural – SEMANA FLUMINENSE DO PATRIMÔNIO». www.patrimoniofluminense.rj.gov.br. Consultado em 4 de abril de 2019 
  10. MEDEIROS, Sônia Teresinha Vieira de (15 de dezembro de 2010). «I Encontro dos Institutos Históricos e Geográficos do Rio Grande do Sul». A Notícia, São Luiz Gonzaga, ano 77, n. 7.237, p. 12. Consultado em 2 de abril de 2019 
  11. «Instituições Congêneres - IHGB - Instituto Histórico Geográfico Brasileiro». www.ihgb.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  12. «Asbrap». www.asbrap.org.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  13. «Consulta a Entidades». www.conarq.gov.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  14. «Links | IHGSC». institutohistorico. Consultado em 1 de abril de 2019 
  15. «Institutos Históricos e Geográficos». www.iahgp.com.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  16. «Institutos | IHGPI». Consultado em 1 de abril de 2019 
  17. «Home - IHGB - Instituto Histórico Geográfico Brasileiro». www.ihgb.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  18. «IAHGP». www.iahgp.com.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  19. «Instituto do Ceará - Histórico, Geográfico e Antropológico». www.institutodoceara.org.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  20. «Instituto Geográfico e Histórico a Bahia». Instituto Geográfico e Histórico a Bahia. Consultado em 31 de março de 2019 
  21. «Manaus - Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas -». ipatrimônio. 25 de junho de 2018. Consultado em 1 de abril de 2019 
  22. «IHGAL». www.ihgal.al.org.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  23. Goiás, Instituto Histórico E. Geográfico De (11 de julho de 2010). «HISTÓRICO DO IHGG». Instituto Histórico e Geográfico de Goiás. Consultado em 1 de abril de 2019 
  24. «Instituto Histórico e Geográfico de MG - IHGMG». www.ihgmg.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  25. «IHGSC». institutohistorico. Consultado em 30 de março de 2019 
  26. «IHGSP – Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo». ihgsp.org.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  27. «Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe». www.conarq.gov.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  28. «IHG-DF – Instituto Histórico e Geográfico do DF». www.ihgdf.com.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  29. «Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão». ihgm1.blogspot.com. Consultado em 1 de abril de 2019 
  30. «IHGPR - Instituto Histórico e Geográfico do Paraná». www.ihgpr.org.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  31. «IHGRJ». IHGRJ. Consultado em 30 de março de 2019 
  32. «Instituto Histórico e Geográfico do RS». www.ihgrgs.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  33. «Instituto Histórico e Geográfico Paraibano-IHGP». www.ihgp.net. Consultado em 31 de março de 2019 
  34. «IHGPI | Instituto Histórico e Geográfico do Piauí». Consultado em 1 de abril de 2019 
  35. luana, Publicado. «Instituto Histório e Geográfico de Alegre – Região do Caparaó Capixaba». Consultado em 1 de abril de 2019 
  36. «Instituto Histórico e Geográfico». alegre.es.gov.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  37. «Obras raras: acervo do IHGC é rico em informações históricas». Instituto Histórico e Geográfico de Caxias. 2 de junho de 2011. Consultado em 1 de abril de 2019 
  38. «Instituto Histórico e Cultural de Arceburgo, Rua Coronel Cândido de Souza Dias, N°990, Arceburgo (2019)». www.gluseum.com (em bretão). Consultado em 1 de abril de 2019 
  39. «ISTO É CAMPANHA Aqui nasceu o Sul de Minas: INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DA CAMPANHA."CASA ALFREDO VALLADÃO"». ISTO É CAMPANHA Aqui nasceu o Sul de Minas. 22 de junho de 2011. Consultado em 1 de abril de 2019 
  40. «Voz Diocesana (MG) - 1965 a 1978 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 2 de abril de 2019 
  41. «Home». esferatec. Consultado em 1 de abril de 2019 
  42. «Instituto Historico e Geografico de Montes Claros». www.ihgmc.art.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  43. «Instituto Histórico e Geográfico de Sabará». Estágios, Belo Horizonte ano 22, n. 138, mai.-jun. 2017. 2017. Consultado em 2 de abril de 2019 
  44. Unknown (30 de dezembro de 2009). «Instituto Histórico e Geográfico de Salinas». HISTÓRIA DE SALINAS. Consultado em 1 de abril de 2019 
  45. «INSTITUTO HISTORICO E GEOGRAFICO DE SALINAS - 21353420000121». Casa dos Dados. Consultado em 1 de abril de 2019 
  46. «IHG SJDR – Instituto Histórico e Geográfico de São João del-Rei». ihgsaojoaodelrei.org.br. Consultado em 30 de março de 2019 
  47. «Instituto Histórico e Geográfico de Tiradentes». ihgt.blogspot.com. Consultado em 30 de março de 2019 
  48. «IHGBG | Portal Mato Grosso». IHGBG | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  49. «IHGC | Portal Mato Grosso». IHGC | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  50. «IHGDA | Portal Mato Grosso». IHGDA | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  51. «IHGL | Portal Mato Grosso». IHGL | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  52. «IHGP | Portal Mato Grosso». IHGP | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  53. «IHGSAL | Portal Mato Grosso». IHGSAL | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  54. «IHGSFA | Portal Mato Grosso». IHGSFA | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  55. ANDRADE, Alex Sandre Marques (2009). O Discurso do pioneirismo e suas representações: Tangará da Serra, MT (1976 - 1997) (PDF). [S.l.]: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul 
  56. «IHGVG | Portal Mato Grosso». IHGVG | Portal Mato Grosso. Consultado em 1 de abril de 2019 
  57. «Diário de Cuiabá». www.diariodecuiaba.com.br. Consultado em 3 de abril de 2019 
  58. 2008 (1 de agosto de 2009). «Solânea - Paraíba - Brasil: Instituto Histórico e Geográfico de Solânea.». Solânea - Paraíba - Brasil. Consultado em 1 de abril de 2019 
  59. «Instituto Histórico e Geográfico de Igarassu». instituto-historico-igarassu.blogspot.com. Consultado em 1 de abril de 2019 
  60. «Instituto Histórico de Jaboatão». IHT. Consultado em 30 de março de 2019 
  61. «Diario de Pernambuco (PE) - 1950 a 1959 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 2 de abril de 2019 
  62. «Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns». garanhunsinstituto.blogspot.com. Consultado em 31 de março de 2019 
  63. «Blogger». accounts.google.com. Consultado em 1 de abril de 2019 
  64. «Diario de Pernambuco (PE) - 1970 a 1979 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 2 de abril de 2019 
  65. Redação, por Da (21 de janeiro de 2019). «Nova diretoria do Instituto Histórico de Oeiras toma posse». Mais Oeiras. Consultado em 3 de abril de 2019 
  66. «IHGGP :: IHGGP». ihggp.webnode.com. Consultado em 1 de abril de 2019 
  67. «Instituto Histórico e Geográfico de Palmeira». Consultado em 1 de abril de 2019 
  68. «O Dia (PR) - 1923 a 1961 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de abril de 2019 
  69. «Diário do Paraná: Orgao dos Diários Associados (PR) - 1955 a 1983 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de abril de 2019 
  70. «ESTATUTO DO IHGCG». INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES. Consultado em 1 de abril de 2019 
  71. Abidon, Antonio Albuquerque, Amaro Correa Jr e André. «CMDC | Câmara Municipal de Duque de Caxias». Consultado em 1 de abril de 2019 
  72. ALMEIDA, Tania Maria da Silva Amaro de (2002). «O Instituto Histórico da Câmara Municipal de Duque de Caxias» (PDF). Pilares da História, Duque de Caxias, ano 1, n. 1, p. 7-10, out.-dez. 2002. Consultado em 2 de abril de 2019 
  73. «INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE MACAÉ/RJ.». IHGM. Consultado em 30 de março de 2019 
  74. «Instituto Histórico e Geográfico de Niterói comemora 44 anos | FME». Consultado em 1 de abril de 2019 
  75. «IHP». Consultado em 31 de março de 2019 
  76. «Instituto Histórico e Geográfico de Getúlio Vargas». ihggv.blogspot.com. Consultado em 1 de abril de 2019 
  77. «Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas | (SITE EM CONSTRUÇÃO)». Consultado em 1 de abril de 2019 
  78. «IHGVT - Instituto Histórico e Geográfico do Vale do Taquari». www.facebook.com. Consultado em 2 de abril de 2019 
  79. «IHGL - Instituto Histórico e Geográfico de Lages». www.facebook.com. Consultado em 2 de abril de 2019 
  80. RODRIGUES, Marly. Imagens do passado: a instituição do patrimônio em São Paulo - 1969-1987 (PDF). São Paulo: UNESP. Consultado em 2 de abril de 2019 
  81. «IHGP | Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba». IHGP. Consultado em 31 de março de 2019 
  82. «Site do Instituto Histórico e Geográfico de Santos». www.ihgs.com.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  83. «Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba | Amar Sorocaba é Conhecer sua História». Consultado em 31 de março de 2019 
  84. www.pucpr.br, PUCPR-. «Círculo de Estudos Bandeirantes». PUCPR. Consultado em 3 de abril de 2019 
  85. «Guia Cultural do Vale do Café». guiaculturalvaledocafe.com.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  86. Mansa, Museu Da História De Barra (11 de fevereiro de 2011). «Projeto: Fragmentos do Carnaval Barramansense de Ontem e de Hoje. Com os acadêmicos no Samba.». Museu da História de Barra Mansa Espaço Virtual. Consultado em 5 de abril de 2019 
  87. «Grebal». www.grebal.com.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  88. Ferreira, Thiago (18 de setembro de 2018). «3° Baile de Máscaras da ACIDHIS». Academia Itatiaiense de História. Consultado em 5 de abril de 2019 
  89. «Academia Itatiaiense de História - ACIDHIS». www.facebook.com. Consultado em 5 de abril de 2019 
  90. «Espaco Cultural José Carlos de Barcellos - Quissamã - Serviço público e governamental | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 5 de abril de 2019 
  91. «Aldeia Global: ACADEMIA RESENDENSE DE HISTÓRIA EMPOSSA O PROF. JULIO FIDELIS». Aldeia Global. 13 de fevereiro de 2009. Consultado em 5 de abril de 2019 
  92. «Academia de História Militar Terrestre do Brasil». www.ahimtb.org.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  93. Daróz, Carlos (15 de maio de 2009). «História Militar - Carlos Daroz: INSTITUTO DE GEOGRAFIA E HISTÓRIA MILITAR DO BRASIL (IGHMB)». História Militar - Carlos Daroz. Consultado em 5 de abril de 2019 
  94. «Instituto de Geografia e História Militar do Brasil». www.facebook.com. Consultado em 5 de abril de 2019 
  95. «ANM - Academia Nacional de Medicina - História». www.anm.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  96. «CBG – Colégio Brasileiro de Genealogia». www.cbg.org.br. Consultado em 31 de março de 2019 
  97. «Caminhos da Memória Histórica e Patrimonial da Cidade de São João de Meriti | Mapa de Cultura RJ». mapadecultura.rj.gov.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  98. «Leis Municipais». leismunicipais.com.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  99. «Memória Digital: Fundação Cultural 42 anos de história - Prefeitura de Blumenau». www.blumenau.sc.gov.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  100. «Jornal da USP». www.usp.br. Consultado em 5 de abril de 2019 
  101. «Asbrap». www.asbrap.org.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  102. «Instituto de Estudos Valeparaibanos». Instituto de Estudos Valeparaibanos. Consultado em 1 de abril de 2019 
  103. «Instituto Martius Staden». www.martiusstaden.org.br. Consultado em 1 de abril de 2019 
  104. PIEB, Periódico Digital. «Periódico Digital PIEB: La Academia Boliviana de Historia recibió a Gustavo Rodríguez Ostria». Periódico Digital PIEB (em espanhol). Consultado em 9 de abril de 2019 
  105. «Historia – Instituto de chile» (em espanhol). Consultado em 30 de março de 2019 
  106. «Academia Colombiana de Historia». www.facebook.com. Consultado em 9 de abril de 2019 
  107. «Academia de Geografía e Historia de Costa Rica». Academia de Geografía e Historia de Costa Rica (em espanhol). Consultado em 9 de abril de 2019 
  108. «Academia de Geografía e Historia de Guatemala – Academia de Geografía e Historia de Guatemala – logotipo» (em espanhol). Consultado em 9 de abril de 2019 
  109. «Academia Dominicana de la Historia – Academia Dominicana de la Historia» (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  110. «Academia Méxicana de la Historia». AMH. Consultado em 30 de março de 2019 
  111. «PORTADA». www.academiahistoria.org.pe. Consultado em 9 de abril de 2019 
  112. «Academia Nacional de la Historia». www.anhvenezuela.org.ve. Consultado em 9 de abril de 2019 
  113. xpconversions. «ANH - Academia Nacional de la Historia de la República Argentina». anh.org.ar (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  114. Octubre, Corprensa Apartado 0819-05620 El Dorado Ave 12 de; Panamá, Hato Pintado; Panamá, República de. «La Academia Panameña de la Historia». La Prensa (em espanhol). Consultado em 9 de abril de 2019 
  115. «Academia Paraguaya de la Historia | Sitio Web Oficial». Consultado em 30 de março de 2019 
  116. «Academia Portuguesa da Historia | Site Oficial». academiaportuguesadahistoria.gov.pt. Consultado em 31 de março de 2019 
  117. Archivonacional (31 de dezembro de 2016). «Boletín Academia Puertorriqueña de la Historia». Archivo Digital Nacional de Puerto Rico (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  118. «National Historical Commission of the Philippines - "A Filipino society with citizens informed of their history, who love their country and are proud of their cultural heritage."». National Historical Commission of the Philippines (em inglês). Consultado em 9 de abril de 2019 
  119. «INICIO». Real Academia de la Historia (em espanhol). Consultado em 30 de março de 2019