Integrina alfa M

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Domínio integrina alfa M 1

A integrina alfa M (ou ITGAM, do inglês integrin alpha M) é uma subunidade proteica que forma a molécula heterodimérica integrina alfa M beta 2 (αMβ2), conhecida como Mac-1 ou CR3.[1] A segunda cadeia e αMβ2 é a subunidade de integrina β2, conhecida como CD18.[2]

αMβ2 é expressa na superfície de muitos leucócitos envolvidos na resposta imunitária inata, incluindo monócitos, granulócitos, macrófagos e células NK.[1] Medeia processos de inflamação, ao regular a adesão e migração de leucócitos. Tem sido implicada em variados processos imunitários como a fagocitose, citotoxicidade mediada por células, quimiotaxia e activação celular.[1]

A subunidade ITGAM (alfa) da integrina αMβ2 está directamente envolvida na adesão e proliferação de células, mas não pode mediar migração celular sem que esteja presente a subunidade β2 (CD18).[1]

O gene ITGAM, localizado no cromossoma 16 é um dos que desempenham um papel nas vias moleculares que dão origem ao lupus eritematoso sistémico.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d Solovjov D, Pluskota E, Plow E (2005). Distinct roles for the alpha and beta subunits in the functions of integrin alphaMbeta2. J Biol Chem. pp. 1336–45. PMID 15485828 
  2. Larson R, Springer T. Structure and function of leukocyte integrins. Immunol Rev. pp. 181–217. PMID 2196220 
  3. Six more genes linked with autoimmune disease lupus. Yahoo! News (em inglês). 20 de Janeiro de 2008. Consultado em 20 de janeiro de 2008  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre proteínas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.