Interahamwe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Interahamwe
Flag of the Rwandan Democratic Movement.svg
País Ruanda (principal base operacional)

Também atuava em:

Criação 1994
História
Guerras/batalhas Guerra Civil de Ruanda
Primeira Guerra do Congo
Segunda Guerra do Congo
Logística
Efetivo 100 000 (1994)
20 000 (1998)
6 500 (2012)
Comando
Comandantes
notáveis
Robert Kajuga
Georges Rutaganda
Tharcisse Renzaho
Idelphonse Hategekimana
Idelphonse Nizeyimana
Protais Mpiranya
Callixte Nzabonimana
Aloys Ndimbati

A Interahamwe (Kinyarwanda: aqueles que estão junto ou aqueles que lutam junto) era a mais importante das milícias armadas pela maioria étnica Hutu de Ruanda e, junto com o Impuzamugambi, foi responsável pelas 800.000 mortes no Genocídio de Ruanda de 1994.[1] [2]

Depois da importante libertação de Kigali (capital do país) pela Força Patriótica de Ruanda (FPR), muitos membros do Interahamwe fugiram para os países vizinhos, principalmente para o antigo Zaire, hoje República Democrática do Congo.

Dissolvido não oficialmente, os membros ainda tomam parte em invasões da beira, como aquelas aquele conduziram às primeiras e segundas guerras do Congo.

Uma vez a Interahamwe tendo se movido para Zaire, ela e os soldados do ex-governo Hutu começaram a ser conhecidos como Rassemblement Démocratique derramar le Rwanda (aproximadamente, Reunião Democrática de Ruanda). Depois do recrutamento de números significativos de Hutus do Congo a organização passou a ser conhecida como Exército de Libertação de Ruanda (ALiR).

Referências

  1. «Rwanda: How the genocide happened» BBC News [S.l.] Dezembro de 2015. 
  2. "Africa - Interahamwe: A serious military threat". Página acessada em 13 de dezembro de 2015.