Intercontinental Futebol Clube do Recife

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Intercontinental
Intercontinental FCR.jpg
Nome Intercontinental Futebol Clube do Recife
Alcunhas Inter
Mascote Saci
Fundação 26 de dezembro de 1999 (17 anos)
Estádio Nossa Senhora do Ó
Capacidade 4.000
Localização Ipojuca, PE
Presidente Brasil
Treinador Brasil
Competição Licenciado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Intercontinental Futebol Clube do Recife é um clube brasileiro de futebol da cidade de Recife, em Pernambuco.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 26 de dezembro de 1999, por Walberto Barros Dias, o Intercontinental surgiu no futebol substituindo o antigo Grêmio Petribu. O nome foi adotado visando a interação entre os continentes, por isso que o escudo possuía 6 cores: amarelo representando o continente asiático; vermelho, o continente americano; azul, o continente europeu; preto, o continente africano e verde, a Oceania. O fundo branco do escudo simboliza a paz entre os povos. As cores do uniforme eram preto e branco.

O Intercontinental passou para a primeira divisão após as vitórias de 3x2 em cima do Unibol e 1x0 no Petrolina.

A última participação do Intercontinental na Primeira Divisão estadual foi em 2003, quando foi rebaixado à Segunda Divisão do ano seguinte, juntamente com o 1º de Maio. Desde 2006, quando disputou a divisão de acesso (sediou as partidas em Cupira) o Intercontinental encontra-se licenciado da federação.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Cinco campos com gramado em condições ideais, com sistema de irrigação computadorizado, uma sala de musculação ao ar livre e um hotel-concentração formam o CT do clube que se enquadra no conceito de um clube-empresa, de propriedade de Walberto Dias, sem sede, nem estádio próprio. O escritório da empresa funciona no bairro do Derby, o CT fica em Paulista e o estádio em que manda seus jogos é em Nossa Senhora do Ó, na cidade de Ipojuca.

Posteriormente o CT foi comprado pelo Sport.

Referências

  1. Rodrigo Teixeira Paiva for the Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation and RSSSF Brazil. «Pernambuco State League Second Level 2001». Consultado em 20 de abril de 2015 
  2. Rodrigo Teixeira Paiva, Ricardo Pontes and Daniel Dalence Garcia for the Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation and RSSSF Brazil. «Pernambuco State League 2002». Consultado em 20 de abril de 2015 
  3. Guillermo Rivera, Ricardo Pontes and Gerson Rodrigues Magalhães for the Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation and RSSSF Brazil. «Pernambuco State League 2003». Consultado em 20 de abril de 2015 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.