Internacional Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Inter de Mamanguape
InternacionalPB2019.png
Nome Internacional Esporte Clube
Alcunhas Inter da Paraíba
Inter-PB
Internacional Paraibano
Fundação 2 de junho de 1959 (60 anos)
Estádio Módulo Esportivo Euzário Pereira da Silva
Capacidade 2.000 pessoas
Localização Mamanguape, PB
Presidente Sérgio Filho
Treinador Josenildo (Nildo)
Patrocinador Serilon
Material (d)esportivo Lance
Competição Paraíba Campeonato Paraibano - 2ª Divisão
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Internacional Esporte Clube é um clube de futebol da cidade de Mamanguape, estado da Paraíba. Anteriormente, era sediado no município de Lucena.

Fundado em 1959, o Internacional não passava de um time de futebol amador disputando os campeonatos das categorias de bases promovidos pela Federação Paraibana de Futebol.

Em 2008, clube profissionalizou-se por intermédio do seu técnico, Tassiano Gadelha, que celebrou parceria entre a diretoria do clube e um grupo de empresários poloneses. Com isso, o Internacional teve condição de entrar na Segunda Divisão do futebol paraibano e contratar jogadores de renome do futebol da região.[1] Depois de não ir bem no 1.º turno do campeonato paraibano, perdendo três jogos, empatando um e ganhando outro, conseguiu terminar o 2.º turno em primeiro lugar com três vitórias e dois empates, classificando-se, portanto, para o triangular final ao Paraíba de Cajazeiras e Auto Esporte de João Pessoa. Embalado, o time amealhou três vitórias e um empate na fase final e sagrou-se campeão da Segunda Divisão.

Disputou pela primeira vez a primeira divisão estadual em 2009, sediando os jogos como mandante no estádio Almeidão. A campanha foi fraca (3 vitórias, 3 empates e 8 derrotas no geral) e o Internacional acabou rebaixado para a segunda divisão de 2010, a qual nem chegou a disputar pois o time decidiu encerrar as atividades.[2]

Transferência para Teixeira[editar | editar código-fonte]

Em 2014, após 5 anos inativo, sai de João Pessoa e fixa-se em uma nova sede, Teixeira, no sertão do estado, e fica conhecido como Internacional Esporte Clube de Teixeira ou Internacional de Teixeira, por brevidade.[3][4] A equipe mandou seus jogos no estádio municipal "O Dojão".[5] O desempenho geral na segundona foi bom, mas deixou a classificação para a primeira divisão escapar no triangular final. Começou no "Grupo Sertão" na primeira fase, ao lado do Nacional de Pombal e do Sabugy de Santa Luzia. Classificou-se para o mata-mata com uma vitória, dois empates e uma derrota. Passou pelo Serrano de Campina Grande ganhando o jogo em casa por 1 a 0 e segurando o empate em 1 a 1 na casa do adversário, avançando para a fase final do torneio. Nesta fase, não foi páreo para seus oponentes, Lucena e Miramar de Cabedelo; perdeu dois jogos, empatou um e ganhou apenas um, terminando o campeonato em terceiro lugar — levou o campeonato o Lucena.[6]

Ida para Santa Rita e título da Segunda Divisão, em 2016[editar | editar código-fonte]

Escudo antigo

Em 2015, transfere a sede para o município de Santa Rita, com mando de campo no Teixeirão, passando a se chamar de Internacional Paraibano.[7][8] Disputou a primeira fase do Campeonato Paraibano no Grupo Litoral, ficando atrás do Desportiva Guarabira e à frente de Femar e Spartax, ambos de João Pessoa. Caiu nas quartas-de-finais para o Picuiense, uma vez que perdeu o jogo de ida, em casa, por 1 a 0 e empatou a segunda partida em 1 a 1.

Imbatível em 2016, conquistou invicto a Segunda Divisão, seu segundo título estadual, e garantiu vaga na Primeira Divisão de 2017.[9][10][11][12][13] A campanha vitoriosa foi de 8 vitórias e 4 empates. Venceu o campeonato ao derrotar na final o Serrano de Campina Grande pelos placares de 2x1 em casa e 1x0 fora.

Na temporada 2017, o Internacional, que utilizou o estádio Tomazão para mandar seus jogos, chegou a figurar entre os 4 melhores times na primeira fase do Campeonato Paraibano. Em fevereiro, o time afundou-se numa crise que culminou com a saída dos investidores, do então treinador Índio Ferreira[14] e boa parte do elenco. Desde então, caiu de rendimento e amargou a queda para a segunda divisão estadual de 2018.

Nova mudança, agora para Lucena[editar | editar código-fonte]

Em setembro, a equipe mudou novamente de sede, transferindo-se para o município de Lucena[15], cujo representante local (o Lucena SC) transferiu-se para Cruz do Espírito Santo, passando a se chamar São Paulo Crystal Futebol Clube. O vínculo com a prefeitura municipal é valido até 2020.

Ação contra o CSP[editar | editar código-fonte]

1 mês depois de transferir de sede pela 4ª vez na história, o Colorado entrou com ação contra o CSP, acusando o Tigre de irregularidades junto à CBF e, por isso, não teria condições de participar do Campeonato Paraibano de 2018. O TJDF-PB adiou o julgamento do caso por falta de quórum - era necessária a presença de 5 auditores, mas apenas 4 estavam presentes[16].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Internacional Paraibano: profissionalizado por Tassiano Gadelha em 2008, a equipe está de volta a elite do Estadual após oito anos». www.esportedovale.com.br. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  2. «FPF divulga a tabela da 2ª divisão e confirma desistência do Sport Teixeira». globoesporte.com 
  3. «Prefeitura Municipal de Teixeira - PB - Peneirão irá selecionar atletas para disputarem a 2ª divisão do Campeonato Paraibano». www.teixeira.pb.gov.br. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  4. «Eduardo Rato é um dos 10 reforços do Internacional-PB para a segundona». globoesporte.com 
  5. «Prefeito de Teixeira vai decretar ponto facultativo em dias de jogo do Inter-PB». globoesporte.com 
  6. «Com o acesso de Miramar e Lucena, estreia do Paraibano 2015 fica definida». globoesporte.com. 17 de novembro de 2014. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  7. «Nômade, time da PB muda de nome e de cidade pela 3ª vez na história». globoesporte.globo.com  - GloboEsporte.com PB - 10 de agosto de 2015
  8. «Internacional-PB adota Santa Rita, mas quer tirar imagem de time itinerante». globoesporte.com 
  9. «De maneira invicta, Internacional de João Pessoa fatura a segundona estadual». campinafm.com.br. 24 de outubro de 2016. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  10. «Internacional-PB vence o Serrano-PB e abre vantagem na final da 2ª divisão». globoesporte.com 
  11. «Com dois gols de Bambam, Inter-PB vence o Serrano-PB e fica a um empate do título». globoesporte.com. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  12. «Inter derrota o Serrano no Amigão e é campeão da 2ª divisão do Paraibano». globoesporte.com 
  13. «Internacional derrota o Serrano no Amigão e é campeão da 2ª divisão do Paraibano». globoesporte.com. Consultado em 24 de novembro de 2016 
  14. «Com saída de investidores, Índio Ferreira anuncia que vai deixar o Inter». globoesporte.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2017 
  15. «Inter-PB muda de cidade pela 4ª vez em três anos, e vai jogar em Lucena em 2018». globoesporte.com. Consultado em 19 de setembro de 2017 
  16. «Julgamento que pedia exclusão do CSP do Paraibano 2018 é adiado pelo TJDF». globoesporte.com. Consultado em 27 de outubro de 2017