International Churches of Christ

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para Igreja de Cristo Pentecostal, veja Igreja de Cristo Pentecostal no Brasil. Para Igreja de Jesus Cristo, veja Igreja de Jesus Cristo (Bickertonita). Para Igreja de Cristo, veja Igrejas de Cristo.
International Churches of Christ (Igreja de Cristo Internacional)
Fxemoji u1F546.svg
Culto da ICoC
Orientação Igrejas de Cristo
Fundador Kip McKean (em inglês)[1]
Origem Lexington (Massachusetts), 1979
Sede Boston
Localização Contatos
Número de membros 110.000 (2017)
Número de igrejas 657
Países em que atua 155
Escritura(s) Mateus 28:19[2]
Página oficial Site oficial
Logo
ICoC Logo.png

Em Cristianismo (do inglês International Churches of Christ), com sigla ICoC, a Igreja de Cristo[3] Internacional(pt-BR) é uma igreja mais no sentido da pessoa[4] apesar de ter seus cultos em locais[5] através de Jesus Cristo[nota 1] presente em vários países do mundo.[6] O projeto social principal da ICoC é chamado de HOPE.[7]

Em seu começo humilde em 1979 em Lexington, Massachusetts, com aproximadamente 30 (trinta) membros; a congregação Igreja de Cristo de Boston[8] que faz parte da Igreja de Cristo Internacional,[9] e tem hoje 690 congregações com 110.000 (cento e dez mil) membros.[10] Quem iniciou a ICoC foi o jovem evangelista chamado Kip McKean.[11] Porém, junto com o seu sucesso da ICoC, chegou também um notável grau de oposição, segundo a revista TIME, de diversos grupos.[12] [13] [14] [15]

Tabela resumo do número aproximado de membros da ICoC no mundo:[16]

Número de membros em 1979 Número de membros em 1991 Número de membros em 2008 Número de membros atual
30 (Trinta) 37.000 (Trinta e sete mil) 88.000 (Oitenta e oito mil) 110.000 (Cento e dez mil)


História[editar | editar código-fonte]

Origens no movimento Stone-Campbell[editar | editar código-fonte]

A ICoC tem suas raízes em um movimento que remonta ao período do Segundo Grande Despertar (1790–1870) da América do início do século XIX. Barton W. Stone e Alexander Campbell são creditados com o que é hoje conhecido como o Movimento Stone-Campbell ou Restauração. Há vários ramos do movimento de Restauração e a ICOC foi formada dentro das Igrejas de Cristo.[17]

De Gainesville a Boston: anos 70 a 80[editar | editar código-fonte]

Entre os primeiros conversos em Gainesville estava um estudante chamado Kip McKean, que havia sido orientado pessoalmente por Chuck Lucas. Thomas 'Kip' McKean, nascido em Indianapolis, Indiana,[18] completou um curso enquanto treinava em Crossroads e depois serviu como ministro do campus em várias localidades da Igreja de Cristo. Em 1979, seu ministério cresceu de poucos indivíduos para mais de trezentos, tornando-o o ministério de campus da Igreja de Cristo que mais cresce na América.[17] McKean então se mudou para Massachusetts, onde assumiu a liderança da Igreja de Cristo de Lexington (que logo seria chamada de Igreja de Cristo de Boston). Baseando-se nas estratégias iniciais de Lucas, McKean apenas concordou em liderar a igreja em Lexington, desde que cada membro concordasse em ser "totalmente comprometido". A igreja cresceu de 30 membros para 3.000 em pouco mais de 10 anos, no que ficou conhecido como o 'Movimento de Boston'.[17]

A ICoC: anos 90[editar | editar código-fonte]

O movimento foi reconhecido pela primeira vez como um grupo religioso independente em 1992, quando John Vaughn, um especialista em crescimento da igreja no Fuller Theological Seminary, listou-os como uma entidade separada.[17]

A ICoC: 2000s[editar | editar código-fonte]

O crescimento numérico começou a desacelerar. Começando no final da década de 1990, surgiram problemas quando a autoridade moral de McKean como líder do movimento entrou em questão. Em novembro de 2002, ele pediu demissão do cargo e, pessoalmente, pediu desculpas por citar arrogância, raiva e excesso de foco em metas numéricas como fonte de sua decisão.[17]

A ICoC: 2020 planos[editar | editar código-fonte]

Em 2010, a equipe de serviço evangelistas formulado um "plano de Visão 2020", que todas as trinta regionais famílias das igrejas têm um plano para evangelizar a sua área geográfica do mundo. O plano abrange a necessidade de fortalecer as igrejas pequenas existentes e plantar novas igrejas.[19]

Igreja de Cristo Internacional no Brasil[editar | editar código-fonte]

A Igreja de Cristo Internacional de São Paulo (ICoCSP) é parte da ICoC, foi a primeira no Brasil (localmente /bɾaˈziw/ Loudspeaker.svg? escutar), e surgiu a partir do sonho de 15 discípulos que, apaixonados pela missão de evangelizar o mundo, deixaram a Igreja de Cristo Internacional de Nova York para espalhar a mensagem de Jesus aos brasileiros. Em maio de 1987, sob a liderança de Mike e Anne-Brigitte Taliaferro, estes discípulos (dentre os quais 2 brasileiros) desembarcaram em São Paulo.

A igreja de São Paulo foi responsável pelas implantações das igrejas em diversas regiões do Brasil e até em outro país.

Crenças[editar | editar código-fonte]

Deus: Pai, Filho e Espírito Santo (Atos 2:22-36, Romanos 8:12-28). A Bíblia é a Palavra de Deus (1 Timóteo 4:13, 2 Timóteo 3:16-17, 4:1-5, Hebreus 4:12-13). Evangelho: "Nossa motivação de amar a Deus, amar uns aos outros e amar o perdido é motivada pelo amor de Deus por nós, demonstrado, em sua maior forma, pela morte sacrificial de Jesus Cristo em uma cruz por nossa causa (2 Coríntios 5:14-21, 1 João 3:16, Lucas 10:27)." A Resposta Individual: "Nossa santidade na vida diária é um mandamento de Deus (Efésios 1:1, 2:1-4, 1 Tessalonicenses 4:3-8, 1 João 2:15-17)." A Igreja: "Buscamos e mantemos laços com outras congregações, solicitando, dando e recebendo ajuda e influência espiritual (1 Pedro 5:5)."[20]

Práticas[editar | editar código-fonte]

Exemplo de uma vela usada nas orações de algumas denominações cristãs.

Cultos de domingo e de meio de semana, dentre outros eventos.[21] Divisão em diversos ministérios a exemplo dos Solteiros, onde cada ministério realiza atividades mais voltadas para as pessoas com o perfil mais apropriado, a exemplo de festas, vigílias, orações (geralmente não se usa velas a exemplo de outras igrejas) e outras atividades.[22]

Existem os chamados "Bate Papos"; que são pequenos grupos de pessoas da ICOC que saem geralmente para evangelizar nas praças, casas, escolas e afins direcionada aos não cristãos para um primeiro contato com a Bíblia e a ICOC.[23]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Jesus de Nazaré [1]
    Vista para o Cristo Redentor
    A Ascensão de Jesus (em inglês)
    Jesus Spoken Version (em inglês)
    .

Referências

  1. Richard N. Ostling, Keepers of The Flock, Time, 18 de maio de 1992 (em inglês)
  2. Mateus 28:19, Biblia On Line, 18 de setembro de 2019
  3. Nome do autor do artigo não informado no site, Novo Testamento Rm 16:16 (Igrejas de Cristo),WikiBílbia, 26 de outubro de 2019
  4. Nome do autor do artigo não informado no site, Novo Testamento I Co 3:16,WikiBílbia, 26 de outubro de 2019
  5. Nome do autor do artigo não informado no site, Novo Testamento Mt 21:13,WikiBílbia, 26 de outubro de 2019
  6. Submitted by The Editors, About The ICOC, ICoC HotNews, 27 de outubro de 2018 (em inglês)
  7. Nome do autor do artigo não informado no site, HOPE, HOPE worldwide, 23 de outubro de 2018
  8. Timothy, Miller, America's Alternative Religions, p. 133, State University of New York Press, 1995
  9. Autor do artigo não citado no site, Were we come from, Boston Church of Christ, 22 de outubro de 2018 (em inglês)
  10. Submitted by The Editors, About The ICOC, ICOC HotNews, 22 de outubro de 2018
  11. Richard N. Ostling, Keepers of The Flock, Time, 18 de maio de 1992 (em inglês)
  12. Nome do autor do artigo não informado, About REVEAL, REVEAL, 23 de outubro de 2018
  13. Revista Defesa da Fé – www.icp.com.br, A Igreja de Cristo Internacional - Boston, Centro Apologético Cristão de Pesquisas, 23 de outubro de 2018
  14. Aldo Menezes, Igreja de Cristo Internacional – Movimento de Boston, Solascriptura, 23 de outubro de 2018
  15. Renato Tria, Por que sai da ICOC e estou num novo movimento?, Igreja Cristã Internacional de São Paulo, 23 de outubro de 2018
  16. Submitted by The Editors, About The ICOC, ICOC HotNews, 27 de outubro de 2018 (em inglês)
  17. a b c d e Stanback, C. Foster. Into All Nations: A History of the International Churches of Christ. IPI, 2005 (em inglês)
  18. «Kipmckean.com - Get Your Answers Here!». Kip McKean 
  19. «International Churches of Christ (ICOC) Co-operation Churches - Home (em inglês)». disciplestoday.org 
  20. Autor do artigo não citado no site, Quem somos, ICOCSP, 26 de dezembro de 2018
  21. Autor do artigo não citado no site, Agenda, ICOC-Guaianases, 26 de dezembro de 2018
  22. Autor do artigo não citado no site, Solteiros, ICOC-Guaianases, 26 de dezembro de 2018
  23. Autor do artigo não citado no site, Bate Papos, ICOC-Guaianases, 26 de dezembro de 2018

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre protestantismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.