Intumescências

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

São duas as intumescências na medula espinal: a intumescência cervical que se estende da terceira vértebra cervical (C3) até à segunda vértebra torácica (T2), com um diâmetro de não mais que 38mm, e a intumescência lombossacral que começa ao nível da nona vértebra torácica (T9) e termina no cone medular, tem seu maior diâmetro (33mm) ao nível da última vértebra torácica (T12). As intumescências correspondem à origem dos grandes nervos, ou seja, corpos de neurônios (somas) situados na substância cinzenta da medula, que suprem os membros superiores (intumescência cervical) e os membros inferiores (intumescência lombossacral) respectivamente.

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.