Ione Borges

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ione Borges
Nascimento 15 de dezembro de 1951 (67 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Ocupação
Período de atividade 1964–2010

Ione Borges (São Paulo, 15 de dezembro de 1951) é uma apresentadora e ex-modelo brasileira. Iniciou a carreira quando criança pensando em se tornar cantora, porém acabou focando-se na carreira na moda, além de fazer alguns trabalhos como atriz antes de se tornar nacionalmente conhecida como apresentadora.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ione começou a carreira em 1963, aos 12 anos, participando dos programas infantis Grande Gincana Kibon e Programa Pullman Junior, ambos da Rede Record, como caloura nos quadros de talentos musicais, interpretando músicas de Celly Campello.[1] Na época entrou para os programas influenciada por seu pai, que era músico.[2] Em 1964 começou a trabalhar como modelo, ganhando reconhecimento como manequim – modalidade especializada em modelagem para ensaios fotográficos de revistas e publicidade.[3] Logo no início da carreira tornou-se garota-propaganda da Clipper e, em 1969, foi contratada pela maior concorrente da grife, a Mappin, onde ficaria por dez anos.[2] Em 1971 participou da novela Meu Pedacinho de Chão, da Rede Globo, como Cissi.[4] Em 1972 integrou os filmes Vozes do Medo, como Cássia, e O Jeca e o Bode, como Jandira, uma camponesa sem estudos que se interessa por um estudante de Engenharia da cidade grande.[5] No mesmo ano assinou com a TV Gazeta e passou a comandar um quadro de moda dentro do programa Clarice Amaral em Desfile, mostrando semanalmente um desfile com peças da Mappin.[1] Em 1973 se tornou apresentadora do Festival Interno do Colégio Objetivo (FICO), um festival de música realizado anualmente no Teatro Record com Rita Lee e Chico de Assis como jurados, o qual comandou por três edições.[1]

Em 1978 pediu demissão do Mappin para montar sua própria grife, onde estreou como estilista, porém a empresa fez uma proposta para que ela continuasse contratada, visando seu sucesso com o público, deixando o trabalho como garota-propaganda e sendo promovida à coordenadora de moda e relações públicas, o que não contrastaria com seu trabalho próprio.[4] Com sua própria grife, Ione lançou apenas quatro coleções, encerrando as atividades dois anos depois quando recebeu uma proposta de promoção na Gazeta.[4] Em 1980, depois de oito anos comandando os desfiles de moda, é convidada para apresentar seu próprio programa após a saída de Clarice Amaral.[6] Em 22 de setembro estreia ao lado Ângela Rodrigues Alves no Mulheres, passando a dividir a apresentação com Claudete Troiano três meses depois, formando dupla por dezesseis anos.[7] Como o programa era diário, Ione teve que fechar sua grife apenas dois anos depois do lançamento pela falta de tempo disponível.[2] Em 1996 passa a apresentar sozinha o programa Mulheres.[8] Em 1999 deixa o programa Mulheres após dezenove anos e estreia no horário nobre um programa semanal, comandando o talk show Ione com entrevistas, desfiles e música, o qual ficou no ar até agosto de 2002.[9] Em setembro de 2002, com o fim de seu talk show, começa a apresentar o programa Pra Você, diariamente nas manhãs, sendo nos mesmos moldes do Mulheres.[10] Em 13 de julho de 2009 troca o Pra Você pelo Manhã Gazeta, no mesmo horário e com o mesmo molde, dividindo o comando novamente com Claudete Troiano, repetindo a parceria de trinta anos antes.[11]

Em 25 junho de 2010, deixou o programa sem prévio aviso e pediu demissão da Gazeta, alegando que estava estava cansada da rotina, uma vez que trabalhava na televisão há quarenta anos ininterruptamente, e precisava de tempo para cuidar da saúde e descansar.[12] A emissora recusou sua demissão e fez uma contraproposta, pedindo que Ione continuasse contratada apenas afastada, mesmo sem intenção de voltar ao comando de algum programa.[13] Em 2014 aceitou cobrir as férias de Ronnie Von, apresentando o Todo Seu por algumas semanas.[14] Em 2015 a emissora propôs trazer o talk show Ione de volta aos sábados, porém a apresentadora negou o convite, uma vez que tem problemas nas cordas vocais, os quais a deixaram quase sem voz.[15][16]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ione se casou com o empresário francês Jean François em 1993.[17] Se formou em jornalismo pela Fundação Cásper Líbero.[18]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo / Personagem Nota
1963 Grande Gincana Kibon Participante Quadro: "Calouros"
1964 Programa Pullman Junior Participante Quadro: "Calouros"
1971 Meu Pedacinho de Chão Rosa de Freitas (Rosinha)
1972–80 Clarice Amaral em Desfile Colunista
1980–99 Mulheres Apresentadora
1999–02 Ione Apresentadora
2002–09 Pra Você Apresentadora
2009–10 Manhã Gazeta Apresentadora
2014 Todo Seu Apresentadora especial Episódios: "13–17 de janeiro de 2014"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1972 Vozes do Medo Cássia
1972 O Jeca e o Bode[19] Jandira

Referências

  1. a b c «Clarice Amaral em Desfile». Imprensa Oficial. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  2. a b c «Faz 24 anos que Ione Borges está no ar, sem pausa». Observatório da Imprensa. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  3. «Ione Borges sai da Gazeta depois de 30 anos». Resumo da Notícia. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  4. a b c «BIOGRAFIA DE IONE BORGES, PARA O MUSEU DA TELEVISÃO BRASILEIRA». Museu da TV. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014. Arquivado do original em 4 de junho de 2016 
  5. «JECA E O BODE». Cinemateca. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  6. «Fase de ouro». Sampa Online. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  7. «História de Mulheres». TV Gazeta. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  8. «Por onde andam algumas das principais apresentadoras dos anos 2000?». IG. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  9. «"Mulheres" comemora 20 anos com show ao vivo». Estadão. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  10. «NASCE UMA NOVA REDE NACIONAL». Geocities. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  11. «Claudete e Ione: retorno das 'parceirinhas'». Diário do Grande ABC. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  12. «Ione Borges deixa TV Gazeta». UOL. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  13. «TV Gazeta acerta retorno de Ione Borges para novo programa». TV O Foco. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  14. «Ione Borges retorna à Gazeta para substituir Ronnie Von no "Todo Seu"». Portal Imprensa. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  15. «TV Gazeta prepara retorno de Ione Borges para o horário nobre de sábado». Portal 14. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  16. «Desaparecida desde 2010, Ione Borges reaparece na vinheta de fim de ano da TV Gazeta». TV O Foco. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  17. «Ione Borges faz surpresa para o marido em Miami». Terra. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  18. «Ione Borges representa Fundação Cásper Líbero em evento contra a fome». Área VIP. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  19. «O Jeca e o Bode». Interfilmes. 2 de agosto de 2014. Consultado em 24 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]