Irma la Douce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Irma La Douce)
Ir para: navegação, pesquisa
Irma la Douce
Irma la Douce (PT/BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1963 •  cor •  147 min 
Direção Billy Wilder
Roteiro Billy Wilder
I.A.L. Diamond
Elenco Jack Lemmon
Shirley MacLaine
Lou Jacobi
Género comédia romântica
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Irma la Douce (pt / br: Irma La Douce) é um filme estadunidense de 1963, do gênero comédia romântica, dirigido por Billy Wilder e baseado em peça teatral de Alexandre Breffort.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Nestor é um policial honesto de Paris que se apaixona por Irma, uma prostituta que ele conhece no serviço. Após ser demitido da polícia por não aceitar participar do acordo entre prostitutas, cafetões e policiais, ele vem a se tornar o cafetão de Irma, mas não quer que ela se encontre com nenhum homem que não seja ele. Com a ajuda do dono de um bar, ele se passa por um lorde inglês muito rico mas, secretamente, trabalha no mercado transportando comida e isso o deixa muito cansado, fazendo Irma supor que Nestor perdeu o interesse por ela. Quando Irma tem uma briga com Nestor, ela decide ir para a Inglaterra com o lorde, ou seja, com ele mesmo. Então Nestor acha que é hora de acabar com a farsa e "mata" o lorde. Porém, ele passa a ser acusado de assassinato pelo sumiço do lorde.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jack Lemmon .... Nestor Patou / Lorde X
  • Shirley MacLaine .... Irma La Douce
  • Lou Jacobi .... Moustache
  • Bruce Yarnell .... Hippolyte
  • Herschel Bernardi .... inspetor Lefevre
  • Hope Holiday .... Lolita
  • Joan Shawlee .... Annie
  • Grace Lee Whitney .... Kiki
  • Paul Dubov .... Andre
  • Diki Lerner .... Jojo
  • Howard McNear .... concierge
  • Bill Bixby .... marinheiro tatuado

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1964 (EUA)

Globo de Ouro 1964 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor atriz - comédia/musical (Shirley MacLaine).
  • Indicado também nas categorias de melhor filme - comédia/musical e melhor ator - comédia/musical (Jack Lemmon).

BAFTA 1965 (Reino Unido)

  • Recebeu uma indicação na categoria de melhor atriz estrangeira (Shirley MacLaine).

WGA Award 1964 (Writers Guild of America, EUA)

  • Venceu na categoria de melhor roteiro de comédia.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde fevereiro de 2012).
  • O roteiro de Irma La Douce foi baseado em um musical, mas o diretor Billy Wilder decidiu adaptar a história para que não tivesse sequências musicais por não se sentir seguro o suficiente para rodar números de dança e canto.
  • Billy Wilder declarou que sua primeira opção para a personagem Irma La Douce era Elizabeth Taylor, mas que não a contratou porque não queria ter que lidar com os problemas do relacionamento que a atriz tinha com Richard Burton na época.
  • Marilyn Monroe chegou a ser cogitada para interpretar Irma La Douce, mas morreu antes de as filmagens iniciarem.
  • Shirley MacLaine assinou o contrato para atuar em Irma La Douce sem ler o roteiro do filme, por confiar em Billy Wilder e em Jack Lemmon.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]