Irracionalidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

Irracionalidade é a antítese da racionalidade;da razão; do raciocínio. É usado para designar uma ação desprovida de raciocínio e, também, o conhecimento desprovido de qualquer racionalismo da lógica formal; onde se faz (no que diz respeito à filosofia) possível o conhecimento através da intuição irracional. No irracionalismo filosófico, despreza-se a lógicaː obtém-se o conhecimento a priori e despreza-se o conhecimento a posteriori, ou seja, o conhecimento ligado à experiência. Muitos filósofos são adeptos dessa escola de pensamento, como Nietzsche e Schopenhauer. Para eles, a realidade fenomênica não é passível de se conhecer (assim como diz Immanuel Kant), apenas é possível (para Schopenhauer) ter um conhecimento intuitivo, pois qualquer outro é subordinado à vontade e não revela as causas últimas da realidade.

Vulgarmente, usa-se a "irracionalidade" como mero qualificativo de ações desprovidas de raciocínio, reflexão. Esta forma não faz alusão à irracionalidade filosófica, sendo apenas uma forma de expressão das pessoas médias. Essa e uma tese de max weber.

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.